Alunos IPOG produzem ambientes na Casa Cor Alagoas 2017
4 minutos de leitura
20 de dezembro de 2017

Alunos IPOG produzem ambientes na Casa Cor Alagoas 2017

Quem foi à Casa Cor Alagoas 2017 pode conhecer 28 ambientes, criados por 43 profissionais. Inspirados no tema nacional da CASACOR – o Foco no Essencial – os profissionais trabalharam para a produção de ambientes que apresentassem a fusão das principais tendências internacionais com um mergulho na cultura, no estilo e na arte alagoana.

Este ano, o evento foi realizado entre os dias 12 de outubro e 10 de dezembro no Parque Shopping em Maceió e contou com a participação de alunos IPOG em dois ambientes. São alunos da Pós-Graduação em Design de Interiores – Produção e Ambientação do Espaço ou Master em Arquitetura e Lighting.

Suíte Master do Casal

Suíte Master Casal - Casa Cor Alagoas 2017 - Criação Alunas IPOG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Thays Gabrielle Pontes de Almeida e Yara Tizeu Correia da Rocha foram as responsáveis pela Suíte Master do Casal Alagoano. Fotografias, cores e texturas fazem a ligação entre o contemporâneo e o regional. O visitante é recepcionado por um hall repleto de imagens, feitas pelo fotógrafo Huebert Missan – que representam a cultura, a culinária e as paisagens alagoanas. Os recursos de iluminação fazem toda a diferença: para destacar o espaço da cama, as arquitetas desenvolveram uma cabeceira iluminada que dinamiza a ambientação. (Foto: Rodrigo Maranhão)

Brinquedoteca

Esse espaço divertido foi uma criação de Beatriz Lyra, Dalton Moreira Fernandes, Fernanda Barros e Renata Maxlayne. O universo fantástico de “A Terra dos Meninos Pelados”, escrito em 1939, por Graciliano Ramos, conduz a concepção deste espaço. A ideia é surpreender o visitante aliando o clássico e a tecnologia.

O mobiliário e os organizadores foram pensados para deixar brinquedos e trabalhos artesanais expostos, aproximando as crianças de hoje em dia das gerações que formaram o Alagoas. O circuito sensorial, recheado de tecnologias, texturas, cores e sons, apostou na acessibilidade para integrar a todos, o espaço é acessível para cadeiras de rodas. (Foto: Rodrigo Maranhão)

Brinquedoteca Casa Cor Alagoas 2017 - Criação Alunos IPOG

Como foi a experiência com a produção de ambientes?

Para entender melhor como uma experiência como essa de participar de um mostra reconhecida nacionalmente, como é o caso da Casa Cor, pode somar à vida de um arquiteto ou designer, convidamos os alunos responsáveis pela concepção da brinquedoteca para um bate-papo com o Blog IPOG. O espaço produzido por eles tem 88m². Confira a entrevista:

BLOG IPOG: Qual foi o objetivo de vocês ao criarem a Brinquedoteca? Que sensações gostariam de passar?

ALUNOS IPOG: O objetivo foi criar um ambiente lúdico, que representasse o sertão alagoano e retomasse brincadeiras antigas, onde as crianças tivessem os sentidos e a imaginação aguçados, respeitando as diferenças e as limitações de cada uma. A ideia foi fazer com que as pessoas se sentissem em lugar mágico, com memórias infantis, com um toque sertanejo.

BLOG IPOG: Falem um pouco mais sobre o projeto. Materiais que utilizaram, escolha das cores, dos móveis…

ALUNOS IPOG: O projeto partiu do conceito de criar um espaço lúdico que retomasse a cultura alagoana e as brincadeiras de antigamente, já que a CASACOR Alagoas homenageia os 200 anos do estado. Sendo assim, foi todo inspirado na “Terra dos meninos pelados” de Graciliano Ramos, alagoano, referência para a literatura nacional.

Para isso, a escolha das cores foi bem ousada, fugindo do usual quando se pensa em um espaço para crianças, geralmente muito colorido em tons vibrantes. Optamos por um fundo bege em todo o ambiente para que a alegria das cores ressaltasse pontualmente em alguns detalhes.

Assim conseguimos um espaço aconchegante, acolhedor com o resgate da ambiência pueril. O painel artístico em tons de bege, preto e branco trazem a literatura de cordel pra o espaço. Dentro do tema da CASACOR “O Design mais perto das pessoas, foco no essencial” pensamos em criar um espaço versátil, organizado por setores para atender às necessidades da brinquedoteca e seus usuários, com mobiliário inteligente multifuncional otimizando funções e a área disponível.

BLOG IPOG: Como se sentiram ao saber que participariam da Casa Cor Alagoas? Relembrem um pouco do dia que receberam a notícia.

ALUNOS IPOG: Foi uma surpresa maravilhosa! A editora do evento entrou em contato com um de nossos profissionais fazendo um convite para responder algumas perguntas que seria matéria no blog. Ficamos felizes e agradecidos em saber que nosso trabalho seria exibido nessa vitrine de talentos.

BLOG IPOG: Qual a importância dessa participação para a carreira de vocês?

ALUNOS IPOG: Estar na maior mostra de arquitetura, Paisagismo e design das Américas é uma grande satisfação para nós. Tivemos experiências incríveis que nos fizeram crescer profissionalmente. Poder mostrar todo o nosso trabalho na Casa Cor nos trouxe visibilidade, e nos encheu de orgulho pelo sentimento de dever cumprido.

BLOG IPOG: Como vocês avaliam a influência da Pós-Graduação para essa conquista profissional?

ALUNOS IPOG: A pós-graduação foi a porta de entrada para esse oportunidade. Foi através das relações profissionais e amistosas que estabelecemos que conseguimos firmar parcerias e estar na maior mostra de arquitetura das Américas. O conhecimento adquirido ao longo desses anos de estudo foram fundamentais para criação e a valorização do nosso ambiente, principalmente com relação à iluminação, tecnologia de automação, que fizeram toda a diferença no nosso espaço.

Sobre a CASACOR

A CASACOR é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas. O evento reúne, anualmente, renomados arquitetos, decoradores e paisagistas e em 2017 chegou à sua 3ª edição em Alagoas, com 20 praças nacionais (Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Franca, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo), e mais seis internacionais (Miami, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai e Peru).


Artigos relacionados

Como uma experiência internacional pode revolucionar sua trajetória como arquiteto? Conhecer o berço da sua profissão. Saber como tudo começou. Ter experiências assim, sem dúvida, mudam a maneira do arquiteto enxergar o mundo a sua volta. Influencia também na sua maneira de pensar e nas possibilidades de criação em seus projetos. Por isso,...
Qual o impacto de uma boa apresentação na arquitetura? Estruturar uma apresentação que conquiste o cliente não é uma tarefa fácil! Muitos profissionais da área de projetos (Arquitetos, Designers, Engenheiros, etc), encontram dificuldade pra vender uma ideia. Por isso, é importante considerar alguns aspectos na hor...
Professor do IPOG lançará livro baseado em MBA de engenharia Em sua segunda obra na área da engenharia civil somente neste ano, o professor Flávio Augusto Settini Sohler está confiante no sucesso do seu mais novo livro: Projeto, Execução e Desempenho de Estruturas e Fundações, com data de lançamento prevista para novemb...

Sobre Beatriz Lyra, Dalton Fernandes, Fernanda Barros e Renata Maxlayne Beatriz Lyra, Dalton Fernandes, Fernanda Barros e Renata Maxlayne

Beatriz Lyra (Arquiteta e Urbanista), Dalton Fernandes (Engenheiro Civil), Fernanda Barros (Arquiteta e Urbanista) e Renata Maxlayne (Designer de Interiores)

Comentários