Quais as principais funções e habilidades de um Nutricionista Esportivo?
3 minutos de leitura
05 de fevereiro de 2018

Quais as principais funções e habilidades de um Nutricionista Esportivo?

A prática de atividades físicas e esportes exige um acompanhamento nutricional específico para atingir os objetivos de forma saudável. É crescente a necessidade de Nutricionistas Esportivos para fornecer a orientação adequada para atletas e praticantes de atividades físicas melhorarem o desempenho físico por meio de um tratamento nutricional.

O mercado de nutrição esportiva no Brasil está aquecido. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri), o setor cresceu 9% e faturou US$ 270 milhões em 2016. São 28 milhões de praticantes de atividades físicas dentro das 34 mil academias em todo o país.

Se você tem interesse em saber o que um Nutricionista Esportivo faz e quais as principais habilidades que o profissional precisa adquirir para ter sucesso na carreira, nesse post você terá respostas para as suas principais dúvidas. Confira!

Especialização: quem pode ser um Nutricionista Esportivo?

Nutricionistas, Médicos, Farmacêuticos, Biomédicos, Enfermeiros, Educadores Físicos e outros profissionais da área da saúde podem se especializar em Nutrição Esportiva. O Nutricionista Esportivo pode atuar em consultórios, hospitais, clínicas, farmácias, academias e em outras instituições de saúde.

Qual a diferença entre o nutricionista esportivo e o nutricionista clínico?

 O Nutricionista Esportivo tem uma formação complementar e específica através de um curso de especialização para orientar atletas de diferentes modalidades e praticantes de atividades físicas. Já o Nutricionista clínico é um profissional que atende pacientes de forma mais geral e em várias áreas da nutrição.

O que o nutricionista esportivo faz?

O nutricionista esportivo fornece a orientação adequada sobre alimentação, exercícios físicos e uso de vitaminas, minerais e suplementos para atletas e praticantes de atividades físicas alcançarem os objetivos esperados de forma saudável.

O profissional é capacitado para entender a composição corporal adequada para diferentes tipos de modalidades e melhorar o desempenho, perda ou ganho de peso, ganho de massa muscular e definição muscular.  Os Nutricionistas Esportivos planejam uma dieta específica para o dia a dia e também para pré e pós-treino. Vale lembrar que é fundamental que o esportista procure um educador físico para ajustar o treinamento conforme a dieta.

O nutricionista esportivo pode prescrever suplementos?

Sim. Existem suplementos específicos para cada tipo de modalidade esportiva e fase de treinamento. A suplementação pode ser fundamental em algumas modalidades que exigem uma carga de treinamento mais intensa e em outros casos não. Isso vai depender muito do perfil do atleta, do esporte que pratica e da sua rotina diária.  O Nutricionista Esportivo vai adequar a sua alimentação e prescrever o melhor suplemento de acordo com a necessidade do cliente. 

Principais habilidades para ter sucesso na carreira

Para ser bem sucedido na educação nutricional esportiva, você deve ter um amplo conhecimento do corpo humano, saúde, nutrição, aspectos fisiológicos, bioquímicos e farmacológicos, substâncias orgânicas, suplementação, tipos e quantidades de alimentos adequados para cada tipo de atleta e modalidade esportiva.

Além da parte científica, é imprescindível que o profissional tenha paixão por trabalhar com pessoas e tenha habilidade em construir relacionamentos de credibilidade com clientes. Também é fundamental que seja criativo para criar programas personalizados focados em saúde e bons resultados para cada tipo de pessoa que irá atender.

Onde se especializar em Nutrição Esportiva?

O IPOG oferece o curso de pós-graduação em Nutracêutica Clínica, Estética, Esportiva & Prescrição de Fitoterápicos em várias unidades do Brasil. Com esse curso você será plenamente capacitado e obterá conhecimento técnico-científico e competências para oferecer um tratamento nutricional adequado para atletas e praticantes de atividades físicas.


Artigos relacionados

Infecção hospitalar: orientações importantes para profissionais da saúde A infecção hospitalar possui um alto índice de mortalidade no Brasil. Segundo a Associação Nacional de Biossegurança (Anbio ), em média, 100 mil pessoas morrem por ano devido a contaminação por  infecção hospitalar. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) ...
Aluna IPOG relata a importância do MBA em Gestão Industrial Farmacêutica para a sua carreira Para acompanhar o crescimento do mercado farmacêutico e cumprir com a responsabilidade de sempre produzir produtos com qualidade, profissionais que atuam na indústria farmacêutica estão a cada vez mais interessados em aperfeiçoar seus conhecimentos técnicos e ...
Mente psicopata ou criminosa? A importância de uma Avaliação Psicológica Em setembro de 2018, a justiça de Taubaté (SP) negou o pedido de cumprimento de pena em liberdade para Suzane Richthofen. A decisão acompanha parecer do Ministério Público que se manifestou contrário à progressão do regime, após análise de teste de personalida...

Sobre Vandré Mateus

Farmacêutico há 19 anos pela Universidade Camilo Castelo Branco - SP; Mestre em Ciências da Saúde com ênfase em Atenção Farmacêutica; Especialista em Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica pela Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar; Capitão Farmacêutico do Hospital da Polícia Militar do Estado de São Paulo; Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar; Consultor de empresas no Ramo Farmacêutico. Professor e coordenador dos cursos de pós-graduação em Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar & Serviços de Saúde do IPOG.

Comentários