Aluna de Pós-Graduação em Perícia Criminal compartilha sua experiência em locais de crime
2 minutos de leitura
25 de maio de 2018

Aluna de Pós-Graduação em Perícia Criminal compartilha sua experiência em locais de crime

Locais de crime

Diante de tantas opções, escolher um curso de pós-graduação pode ser desafiador. Para a bacharela em Direito e concurseira, Milene Acacio Moreira, ter a oportunidade de tomar essa decisão é uma chance de desbravar o novo e descobrir possibilidades ainda mais motivadoras de atuação.

Milene, que já possui uma pós-graduação em Direito do Trabalho, tomou a decisão de buscar ainda mais conhecimento e expandir seus sonhos profissionais. Atualmente, é estudante do curso de pós-graduação em Perícia Criminal e Ciências Forenses do IPOG e conta sobre sua vontade de seguir carreira como perita.

Quando tomou a decisão de fazer mais uma pós, Milene estava passando por um momento delicado de saúde e os estudos foi uma forma de lidar melhor com a situação. “A cada módulo eu me supero um pouco mais e descubro novas formas de me realizar profissionalmente, o que acaba impactando no na vida pessoal também”, relata.

A busca pelo conhecimento

Milene relata que o a especialização está sendo de ampla significância para a construção da sua carreira. “Quando decidi fazer o curso queria ampliar meu conhecimento na área jurídica e fui motivada a estudar e me dedicar ainda mais a este segmento”, conta.

Para ela, a superação é garantida. “Com o curso, eu pude entender de diversas áreas que eu tinha curiosidade. Tenho certeza que poderei aplicar diversos conhecimentos em escritórios jurídicos, pois fica mais fácil ler os laudos dos peritos”, diz.

E os sonhos e planejamento continuam. Milene compartilha que seu próximo passo é fazer outro bacharelado, possivelmente em bioquímica, para que assim possa concorrer a uma vaga de perito por meio de concurso público.

Aprendizado na prática

O aprendizado da estudante ganha ainda mais consistência a partir de bastante pesquisa. Milene tem se planejado para fazer diversos cursos na área em locais de crime, adquire livros virtuais e físicos, além de aproveitar a oportunidade de manter contato com professores para tirar dúvidas e pedir informações, inclusive sobre seu Trabalho de Conclusão de Curso, que será feito em locais de crime.

Para a estudante, o que é mais importante na perícia e o que mais chama a sua atenção é a possibilidade de verificar todos os vestígios inseridos na cena, com o único intuito de elucidar o crime, auxiliando de maneira efetiva para o processo.

Sobre ter acompanhado de perto a atuação da perícia em local crime, Milene conta sobre o caso de seu primo, que faleceu recentemente. “Graças a perícia de local de crime, foi descoberto os assassinos”, relata.

Importância da Perícia

Para Milene a perícia é de suma importância, pois sem ela não seria possível elucidar diversos casos e se basear em provas objetivas e científicas. Ela complementa que os desafios serão sempre os mesmos: a falta de pessoal qualificado (demanda excessivamente grande) para manter os locais de crimes preservados e coletar materiais para identificação dos indícios.

Inspiração profissional

A dica da aluna para quem pretender atuar na área é dedicação e amor a essa profissão. “Para ser um bom perito, é preciso ter habilidades, conhecimento, saber lidar com cenas de crime, pois terá que analisar situações diversas”, afirma.

Para ela, a palavra que resume sua trajetória é: Dedicação.


Sobre Milene Moreira

Bacharel em Direito, pós-graduada em Direito do Trabalho e pós-graduanda em Pericia Criminal e Ciências Forenses pelo IPOG.

Comentários