Psicologia Positiva e Felicidade!
2 minutos de leitura
03 de agosto de 2017

Psicologia Positiva e Felicidade!

Você já parou para pensar que os acontecimentos do dia a dia podem servir como uma forma de fortalecimento e superação? É justamente olhando para esse aspecto que a Psicologia Positiva vem trazer um novo modo de ver as coisas ao seu redor e um jeito diferente de encarar os problemas que podem surgir.

Mas, você já ouviu falar em Psicologia Positiva?

Entenda!

A Psicologia Positiva tem como principal objetivo o estudo das emoções, dos traços individuais, das relações e intuições positivas. Ao contrário da Psicologia tradicional, esse campo se concentra nas coisas boas para reparar o que não vai tão bem. O foco não está nos problemas, especificamente.

Muito mais que ser uma pessoa otimista, a Psicologia Positiva propõe a identificação do que realmente a torna feliz, tanto na investigação psicológica quanto no campo das neurociências. A novidade nesse tipo de abordagem é utilizar uma metodologia científica, e não receitas de autoajuda para desfrutar de mais bem-estar.

Nos programas de televisão, por exemplo, essa técnica está sendo debatida frequentemente, levando em conta aspectos simples da vida. A Fátima Bernardes, em uma das edições do programa Encontro, indagou seus convidados sobre o que os trazia felicidade, a resposta deles não foi aquela coisa difícil ou impossível de ser realizada, também não foi nada que custasse muito dinheiro.

Ainda nessa edição do programa, o psicólogo e professor de Psicologia Positiva do IPOG, Helder Kamei, citou três caminhos que podem levar a felicidade. “O primeiro caminho, chamado vida prazerosa, se trata de uma vida agradável, onde você pode viver com mais frequências de emoções positivas e menos emoções negativas. O segundo caminho é a vida engajada, onde a pessoa busca o total engajamento em tudo o que se propõe a fazer. E, por último, a vida significativa, em que o indivíduo busca sentido, significado e um propósito de vida”, explica.

São coisas simples, fáceis e acessíveis que podem mudar a sua vida e o seu modo de ver as coisas.

Fica a dica!

  • Resgate músicas da época de adolescente;
  • Dance sozinho em casa;
  • Assista o nascer do sol de vez em quando;
  • Jogue conversa fora com um amigo;
  • Compre um livro novo;
  • Veja a chuva cair através do vidro;

Você pode aplicar a Psicologia Positiva em qualquer lugar: em casa, com os amigos e até mesmo no trabalho!


Artigos relacionados

Três dicas para entrar em estado de flow e melhorar seu desempenho Com certeza você já se pegou fazendo alguma coisa que te fez perder a noção do tempo, não é mesmo? Seja em um momento de lazer, ou até mesmo no trabalho, se exigiu concentração e foco e sua motivação foi as alturas é bem provável que você entrou em estado de f...
Ouvidoria Positiva e sua contribuição no ambiente organizacional Como Ouvidor, não pretendo falar de Ouvidoria abordando as suas teorias existentes. Na verdade, quero mencionar as contribuições da Psicologia Positiva a essa função, levando em consideração as empresas privadas. De acordo com a Associação Brasileira dos Ouvid...
13 dicas sobre como aplicar a positividade no processo de Coaching A positividade no processo de coaching não significa apenas focar no positivo, enxergar o positivo. Muitas pessoas acreditam que agir com positividade é colocar uma "lente cor-de-rosa" e assim, não falar sobre as dificuldades e desafios. Mas não é isso. Na ...

Sobre Hélder Kamei

Especialista e professor do curso de MBA Executivo em Desenvolvimento Humano e Psicologia Positiva do IPOG

Comentários