10 carreiras em Arquitetura que você pode seguir depois de se formar
3 minutos de leitura
20 de março de 2018

10 carreiras em Arquitetura que você pode seguir depois de se formar

Sair da faculdade e encarar o mercado de trabalho é sempre um desafio. Ainda mais hoje em dia em que as profissões se atualizam e se transformam constantemente. A boa notícia, é que algumas profissões oferecem diferentes possibilidades de atuação. Como por exemplo, existem várias carreiras em Arquitetura.

O mercado para o arquiteto tem se aberto a novas possibilidades e levado profissionais a saírem dos escritórios tradicionais e buscarem oportunidades de atuação. E se você é formado como arquiteto(a), mas ainda não identificou por qual caminho seguir, apresentamos neste textos 10 possíveis carreiras em arquitetura que podem transformar o seu jeito de trabalhar ou serem um ponto de partida para você!

10 carreiras em Arquitetura: fique por dentro

1) Projetos Arquitetônicos

Essa possibilidade é uma das mais comuns entre aqueles que iniciam sua carreira na arquitetura. Normalmente, esse ramo de atuação é voltado para grandes áreas da profissão, como a residencial, comercial e campo corporativo. Surgem ainda subdivisões a partir dessas, as quais apresentam especificidades. Arquitetos em escritórios podem decidir por trabalhar com vários tipos de áreas, como shopping centers, projetos na área da saúde, na educação, dentre outros.

2) Design de Interiores

Muitos arquitetos, assim que deixam a faculdade, iniciam um primeiro emprego na área de Design de Interiores, mesmo que existam cursos específicos para essa profissão. Com isso, eles trabalham na parte de alterações de layout, gesso, iluminação, projeto de móveis, alterações gerais de espaços, e muito mais. Essa evolução técnica e estética da decoração oferece muitas opções de trabalho, tais como interiores de transporte, cenografia teatral, fachadas, produção de ambientes para jogos, dentre muitos outros.

3) Projetos de Iluminação

Apesar de pouco difundido, é comum que profissionais entrem para esse nicho, onde é possível trabalhar com a luz residencial, comercial, em ambientes corporativos, iluminação cênica e etc. Quem decide entre as diversas carreiras na arquitetura, atuar na iluminação, se permite produzir impactos positivos nas pessoas, em determinados espaços, uma vez que a luz influencia até mesmo na saúde mental e física.

4) Paisagismo

Uma das carreiras em Arquitetura mais conhecidas é o paisagismo. A área permite que o profissional projete paisagens, trabalhe com infraestrutura em áreas públicas, além da construção de redes que ligam espaços urbanos e rurais. Bem diferente daquela ideia coletiva de estruturar jardins, não é? O arquiteto que escolhe pelo paisagismo, pode ainda trabalhar com gestão e águas pluviais, restauração ambiental e áreas de lazer.

5) Restauração e Conservação

O arquiteto pode desenvolver um trabalho muito importante quando a questão é restauração e conservação de edifícios e demais obras arquitetônicas. Trata-se de um cuidado com o passado e memória, uma contribuição para a sociedade e o comprometimento com um projeto de resgate e manutenção social e cultural.

6) Arquitetura Extrema

É um conceito novo para você? Está é uma das muitas carreiras em Arquitetura que pode ser desconhecida para o próprio profissional. Esse tipo de arquitetura é voltado para condições climáticas extremas, e tem a preocupação de se adaptar ao futuro do planeta. As mudanças climáticas provocam fenômenos extremos, como inundações e furacões, além dos cenários de desertificação. Por isso, torna-se importante se adequar a estes meios.

7) Arquitetura Política

Muito mais do que criar projetos, a arquitetura é muito importante na organização de cidades e sociedades. Nesse sentido, é comum que regiões apresentem características especificas para a estrutura de prédios, casas, monumentos, dentre outros. Quando se fala em arquitetura política, falamos de um trabalho que é voltado para a defesa de estruturas e projetos de uma cidade e sua evolução urbana.

8) Pesquisa

Os avanços das tecnologias têm repercutido, obviamente, na arquitetura também. Hoje, o design digital possibilita representar e elaborar projetos de forma mais rápida e avançada a partir das ferramentas BIM, por exemplo, utilizadas na produção de projetos em 3D. Todo esse avanço deve-se também ao trabalho de arquitetos, que têm pesquisado e desenvolvido métodos digitais que facilitam o trabalho.

9) Planejamento urbano

Essa área é de uma importância extrema e oferece grandes oportunidades de emprego, pois cada vez mais as cidades têm crescido e entrado em estado de caos. Nesse sentido, o trabalho do arquiteto pode contribuir nas mudanças demográficas, no desenvolvimento sustentável, dentre outros. É um campo de trabalho que requer resolução de problemas em larga escala.

10) Design de mobiliário

Um campo de trabalho novo e convidativo, o design de mobiliário tem sido praticado por muitos arquitetos. Nomes famosos como Charles e Ray Eames, são alguns exemplos. Nessa área, o arquiteto tem contato com o desenvolvimento e elaboração de móveis, uma prática considerada íntima da arquitetura.

E aí, se identificou com alguma dessas carreiras em arquitetura? Conheça aqui a história de um profissional que se especializou ao descobrir a área em que gostaria de atuar.

 


Artigos relacionados

Por que existem tantos problemas em obras? Frequentemente vemos na imprensa notícias sobre obras com uma qualidade questionável. Em algumas, os problemas são tão graves que acabam culminando em tragédias. Mas por que será que isso acontece tanto, já que todas elas são, ou pelo menos deveriam ser, plane...
Descubra as vantagens da Sustentabilidade na Arquitetura A cada dia mais se fala sobre a sustentabilidade na arquitetura. Sabe-se que ainda é impossível realizar uma edificação sem impactos na natureza, mas é possível reduzir os danos. No entanto, segundo a professora do IPOG na Pós-Graduação Master em Arquitetur...
Construção Enxuta: como economizar sem perder a qualidade da obra? Começar uma construção é sempre um desafio. Afinal, um sonho, até então em um projeto, deverá se tornar realidade atendendo tanto as expectativas do cliente, como daqueles profissionais envolvidos durante a obra. Todavia, como já falamos por várias vezes aqui ...

Sobre Lorí Crízel

Arquiteto e Urbanista; Membro do Comitê Especial Europeu de Pós-Graduação tendo atuado em: Inglaterra, Escócia, País de Gales e França, entre outros; Coordenador de Cursos e do Programa de Viagens de Estudos Internacionais do IPOG; e Coordenador dos cursos de pós-graduação em Master em Arquitetura & Lighting e Design de Interiores - Ambientação e Produção do Espaço do IPOG.

Comentários