Projeto de engenharia no Hot Park integra publicação internacional
3 minutos de leitura
25 de julho de 2018

Projeto de obra no Hot Park Resort integra conceituada publicação internacional da Engenharia

Projeto de engenharia

O trabalho conduzido pelo coordenador do curso em MBA Gerenciamento de Obras, Qualidade & Desempenho da Construção do IPOG, Doutor Sérgio Botassi, e que envolveu a participação dos engenheiros Kennedy Leandro de Souza Neves e Estevão Alencar Bandeira, foi selecionado para integrar uma das principais publicações internacionais da Engenharia; o ACI Materials Journal.

A publicação é resultado da curadoria realizada pelo American Concrete Institute, com trabalhos inscritos de todas as partes do mundo. Para entender a relevância de se ter um trabalho selecionado por esse grupo, veja abaixo o seu breve descritivo.

O que é o American Concrete Institute (ACI)?

Trata-se de uma sociedade técnica e educacional sem fins lucrativos, que desde 1904 promove fóruns para discussão de assuntos relacionados ao desenvolvimento de soluções para problemas com concreto. É uma das maiores autoridades mundiais em tecnologia de concreto.

O ACI possui um comitê técnico que seleciona os trabalhos mais desafiadores e inovadores para serem apresentados nas três publicações próprias: o ACI Strutural Journal; a Concrete International e ACI Materials Journal, sendo esta última a publicação que selecionou o trabalho dos profissionais brasileiros.

Curiosidade sobre o ACI Materials Journal: a revista possui Qualis máximo da CAPES (A1), o que a projeta como uma das publicações mais conceituadas do mundo. Somente os melhores trabalhos são selecionados para integrá-la.

Mas afinal, qual o teor do trabalho selecionado?

Com o título de Controle da fissuração térmica e por retração de laje sem junta de dilatação (Control of Thermal and Shrinkage Cracking of Jointless Slab-on-ground), o artigo descreve o desafio empreendido por Sérgio Botassi e seus dois alunos, Kennedy Leandro de Souza Neves e Estevão Alencar Bandeira, de se projetar e implantar uma grande estrutura de concreto, em um dos principais parques aquáticos da América Latina, o Hot Park Resorts, localizado em Caldas Novas, Goiás.

A obra consisti em uma laje de 860 metros quadrados de área, com 25 cm de espessura, apoiada em solo, servindo de base para uma das atrações aquáticas do Hot Park Resort. Um dos desafios foi garantir que a estrutura permanecesse, desde as primeiras idades pós-concretagem até ao longo da sua vida útil, sem aparecimento de fissuras significativas que inviabilizariam seu funcionamento.

Para a sua execução foram estudadas, planejadas e executadas práticas inovadoras que garantissem a durabilidade das estruturas, atendendo assim ao elevado nível de exigência da obra.

Passo a passo da concepção do projeto:

  • Primeiro foram realizados vários estudos técnicos para melhoria do projeto estrutural, a fim de evitar danos precoces à estrutura;
  • Em seguida, avaliou-se por meio de simulações computacionais a forma ideal de se executar a obra;
  • Por fim, promoveu-se a escolha dos materiais mais adequados aos projeto, como o tipo especial de concreto, tendo o objetivo principal garantir a durabilidade da estrutura.

Curiosidades do projeto:

Entre os estudos iniciais, a pesquisa completa, simulações e execução da obra, Sérgio Botassi e alunos levaram aproximadamente dois meses. A grande laje de concreto projetada recebeu ao término a instalação de um equipamento aquático de cerca de 30 toneladas, e outros 170 metros cúbicos de água, o que representa um adicional de mais 170 toneladas, fora o peso das pessoas que se divertem na atração.

O engenheiro precisa ter uma visão sistêmica da solução que se busca, entender que a obra é um ‘organismo vivo` e pulsante, que precisa ser vista sob aspectos técnicos que a permeiam; bem como nas ações de ordem gerencial.”

Dicas úteis para serem aplicadas a projetos desta envergadura:

  • Não adianta ter um alto nível tecnológico, quando não se consegue aplicá-lo na prática;
  • Para se ter êxito nos trabalhos é preciso atuar de forma integrada com os principais agentes intervenientes da obra;
  • A motivação e o entendimento da obra por todos os seus responsáveis permitirão o sucesso de todos os envolvidos.

Gostou de conhecer mais sobre esse projeto? Continue navegando em nosso blog e descubra também como calcular os custos de uma obra e conheça algumas dicas infalíveis para se tornar um gerente de projetos.


Sobre Sérgio Botassi dos Santos

Doutor em Construção Civil pela UFRGS; Engenheiro Civil e Mestre em Estruturas pela UFES; Consultor em estruturas de concreto e Gestão de riscos pela empresa SBS Consultoria em Engenharia; Perito em obras civis; Engenharia de barragens por Furnas Centrais Elétricas; Experiência em Controle Tecnológico e acompanhamento de obras; Professor de Pós-Graduação desde 2008; Possui mais de 30 artigos nacionais e internacionais publicados na área de construção civil; Coautor de Capítulos de Livro sobre Tecnologia do Concreto pelo IBRACON; Autor do Livro "Fluência do Concreto - Análise nas Primeiras Idades e Efeitos de Adições e Aditivos" pela Editora NEA; Colaborador na segunda edição do Livro Internacional Concreto: Microestrutura, Propriedades e Materiais dos autores Paulo Monteiro e Kumar Mehta. Agraciado com o título de Melhor Tese de Doutorado do Ano de 2011 emitido pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Comentários