Gestão tributária: entenda como fazer na pratica e com excelência
2 minutos de leitura
18 de agosto de 2017

Conheça 3 técnicas para fazer uma eficaz Gestão Tributária

Gestão tributária na prática

Administrar um negócio nem sempre é tão fácil quanto parece. E sem dúvidas, a Gestão Tributária é um dos assuntos que podem dar muita dor de cabeça para muitos contadores e também em empreendedores.

O Coordenador do MBA em Contabilidade e Auditoria e Gestão Tributária do IPOG, Fellipe Guerra, esclarece que o dever de realizar a danada da Gestão é responsabilidade da área de tributos da empresa. Contudo, para realizar essa função com excelência é necessário estar atento a 3 técnicas que vão contribuir, e muito, para a execução do trabalho.

As técnicas podem ser aplicadas na minha microempresa?

Antes de compreendermos quais são as técnicas e como elas são executadas, é importante desmistificar outra questão muito importante. As etapas podem ser aplicadas apenas em empresas de grande porte?

Fellipe Guerra esclarece que as técnicas podem ser executadas em microempresas e até mesmo em empresas de grande porte que possuem ações na bolsa de valores. “Isso ocorre porque elas se adaptam a realidade de cada negócio”, ressalta Fellipe.

Mas, afinal o que é Gestão Tributária?

A gestão tributária é um processo de gerenciar os aspectos tributários de uma empresa. Isso deve ocorrer tanto no que diz respeito as obrigações principais como obrigações acessórias. O objetivo é garantir segurança jurídica para a organização e fazer com que a empresa pague os impostos corretamente e aproveite os benefícios fiscais.

Além disso, é essencial fazer a prestação correta de informações fiscais visando não sofrer autos de infração. Agora que a gente já relembrou o conceito do tema, vamos as dicas?

Técnicas para colocar a Gestão Tributária na prática

Realizar a gestão tributária na prática e com excelência só é possível por meio das técnicas, garante o Professor do MBA em Contabilidade e Auditoria e Gestão Tributária. Pegue o papel e anote, as etapas são: Compliance fiscal, planejamento tributário e auditórias preventivas. Vamos saber o que significa casa uma das técnicas?

Compliance fiscal é deixar as informações tributárias da empresa em conformidade com a lei. Fellipe Guerra pontua que a primeira técnica diz respeito a obedecer exatamente ao que fala a legislação tributária seja no cumprimento das obrigações principais ou acessórias.

“É você seguir exatamente a determinação da legislação das obrigações tributárias. O contador precisa realizar o preenchimento dos livros e documentos fiscais”, afirma.

O Planejamento Tributário visa fazer com que a empresa pague o mínimo de tributo possível, mas dentro da legalidade.

Auditorias preventivas: é quando de maneira preventiva e ou antecipada o profissional de contabilidade verifica todas as informações fiscais da entidade. O objetivo desta ação é garantir que quando o Fisco for realizar a verificação não encontre nenhum tipo de inconsistência. Caso o órgão fiscalize e encontre alguma irregularidade, a empresa será autuada.

Gostou do tema e quer saber mais? Assista agora o Webinar gratuito com o tema: SPED como ferramenta de gestão tributária

Artigos relacionados

7 Lições de marketing aprendidas com as startups As startups – novos modelos de negócios que buscam um nova forma de resolver um problema no mercado – têm conquistado projeções bilionárias nas últimas décadas. Em seu escopo trazem uma nova forma de se fazer algo já consagrado na sociedade, agregando facilida...
Dia do Profissional de Marketing: 5 especialistas de referência para inspirar sua carreira! 8 de maio é o dia do Profissional de Marketing, responsável por toda uma jornada criativa que inclui trabalhar com a imagem de empresas e pessoas, conquistar públicos, envolvê-los, identificar problemas, propor soluções... São tantas atividades e funções, que ...
Recuperação judicial: tudo o que você precisa saber para se manter o mais longe dela Como consultor econômico estive a frente de processos de recuperação judicial extremamente bem sucedidos, como o caso da varejista de medicamentos, Santa Marta, que em menos de dois anos executou um plano tão bem elaborado que hoje concorre em pé de igualdade ...

Sobre Fellipe Guerra

Contador, consultor empresarial, especialista em SPED e professor do curso de MBA Contabilidade e Direito Tributário do IPOG.

Comentários