5 dicas para ser um bom líder em Gestão de Logística e Produção
5 minutos de leitura
20 de agosto de 2018

5 dicas para ser um bom líder em Gestão de Logística e Produção

Gestão de logística e produção

Você já parou para pensar o quanto um(a) líder é fundamental dentro de uma empresa? Em tempos de constantes transformações, desempenhar uma função de liderança é um desafio e tanto. Isso porque é preciso trabalhar com toda uma equipe, estimula-la e buscar resultados que só vêm de forma coletiva.

E quando se trata de uma liderança em logística? Obviamente a responsabilidade de liderar pessoas não muda drasticamente, mas é importante dizer que existem algumas particularidades que envolvem este profissional em uma gestão de logística e produção.

Pensando nisso, o artigo de hoje se propõe a apresentar alguns pontos de atenção e características que um profissional precisa ter, caso deseje alcançar um cargo de liderança nesta área tão estratégica e fundamental para qualquer empresa.

Gestão de Logística e Produção: por que é importante?

Antes de irmos de vez para as dicas, vale a pena entender o papel de uma Gestão de Logística dentro de uma organização. Para isso, conversamos com o professor e coordenador do MBA Logística, Supply Chain & Transportes, Edésio Lopes.

Ele explica que uma produção e logística, quando bem geridas, desempenham o principal e indispensável papel de agregar valor à empresa. Basta imaginar uma empresa em que todo o processo de entrega dos fornecedores, bem como para os clientes, não passa por uma gestão eficiente. É aí que há perda de dinheiro.

“Só para se ter ideia do quanto é importante saber onde se está pisando, quando não há incoerências e se faz toda uma leitura do processo logístico da empresa, quanto mais barato for esse processo de entrega dos fornecedores, mais barato chega a mercadoria para os clientes”, coloca.

Isso implica no seguinte: quanto mais barato for o processo de logística da entrega dos seus produtos para os clientes, mais dinheiro você ganha. Ou seja, a eficiência logística tem o poder de maximizar os seus lucros.

Um país carente de profissionais na Logística e Produção

Segundo Edésio, o Brasil precisa de profissionais que saibam desempenhar uma boa liderança. “Infelizmente, muitas vezes os profissionais que estão na área não possuem formação qualificada, em matéria de especialização, não apresentam certas competências para gerir de forma eficiente”, diz.

Com isso, o risco da empresa perder dinheiro é muito alto.

Perdem no processo logístico, na ineficiência da produção, na linha de manufatura e assim a empresa está fadada a perder economicamente”.

E neste momento, em que muitas empresas estão terceirizando a manufatura, saindo de empresas de produção para empresas de logística, a necessidade por profissionais, líderes especializados, com conhecimentos aguçados tende a aumentar.

Características de um bom líder em Logística e Produção

Portanto, se você pretende investir e seguir carreira como um líder em Logística e Produção, vale a pena conferir algumas características pertinentes a este profissional. Levantadas pelo professor Edésio, elas estão listadas logo abaixo:

  • Um bom líder em Logística deve ser extremamente organizado e gerir bem tanto o seu tempo, quanto o das pessoas de sua equipe e o próprio tempo logístico;
  • Tem que ser um profissional determinado e que saiba exatamente o que quer dizer a palavra “disciplina”;
  • E tão importante quanto ser organizado e disciplinado, esse líder precisa saber executar ações com eficiência;
  • Ele precisa saber delegar tarefas com competência e extrair das pessoas o melhor que elas têm a oferecer;
  • É fundamental ter um conhecimento logístico profundo para saber delimitar as melhores rotas e aplicar estratégias logísticas;
  • Tem que entender regras de negócio para montar modelos estratégicos que vão prover mais lucratividade para a empresa;
  • Um bom líder deve saber administrar bem, com eficiência.

Apresentando essas características, segundo o professor, este líder estará trazendo benefícios, agregando valor e desempenhando com excelência o seu papel na empresa.

5 dicas para se destacar na área

Além das características citadas, o professor também levanta algumas dicas muito importantes para aqueles que querem se destacar na área e desempenhar uma liderança de referência em Logística e Produção. Confira:

1. Nunca deixe de investir em conhecimento

A primeira coisa a se preocupar, segundo o professor Edésio, é a formação profissional. A pessoa precisa não apenas ser como também se sentir habilitada para o cargo. É importante que ela conheça técnicas novas, pois o mundo muda rapidamente e essas técnicas vão se alterando.

Portanto, faz-se necessário investir em qualificação constantemente.”Quando a gente consegue imprimir essa qualificação e capacitação, aí sim conseguimos desempenhar uma função bacana e se inserir no mercado”, diz.

2. Estude a estrutura da empresa em que trabalha

Conheça os processos da sua empresa! Estude os processos logísticos, os processos de manufatura, de estoque e os de vendas da organização. Assim, fica mais fácil estruturar e definir as ideias de gestão logística.

Além disso, é importante conhecer as regras de negócio da empresa e saber como ela ganha dinheiro. Mas por que tudo isso? Bom, com todos esses conhecimentos assimilados, o líder estará muito mais apto a implementar seus conhecimentos técnicos e teóricos de forma mais adequada e assertiva.

3. Oriente bem a sua equipe

Quando se é um líder determinado, com senso de prioridade e um profissional que consegue realizar a própria leitura do seu tempo e do tempo dos membros que integram sua equipe, fica muito mais fácil definir estratégias mais exequíveis e elaborar um plano de negócios.

Partindo do conhecimento geral das pessoas que trabalham com você, a possibilidade de alcançar sucesso naquilo que se deseja para a empresa é maior. Assim, a orientação e a delegação de tarefas também tornam-se mais assertivas.

4. Saiba dialogar e compreender as pessoas

O principal desafio para quem lida com liderança e esse tipo de gestão são as pessoas. Mais especificamente a gestão de pessoas. Assim como em todas as áreas, quem atua com logística e produção estará continuamente lidando com pessoas, funcionários responsáveis pelo controle, pelo estoque.

É essencial, portanto, que este líder entenda de gestão de pessoas, saiba trabalhar junto ao RH e consiga conversar e interagir tanto com seus superiores quanto seus subordinados.

“Os seres humanos são complexos e precisam ser tratados de formas diferentes, precisam ser orientados de formas diferentes. Por isso, tenha uma leitura de cada um, entenda o seu profissional e saiba delegar a cada um deles”, coloca o professor.

5. Foque na evolução da empresa

A última e não menos importante dica diz respeito à priorizar a execução de tarefas com único objetivo de alcançar as metas traçadas. Em outras palavras, é focar na evolução da empresa dando atenção para aquilo que é mais importante e que irá gerar mais resultados para a organização.

Segundo Edésio, das tarefas a serem cumpridas, 20% delas são as que mais precisam ser priorizadas e executadas. “Nesse caso, o líder precisa identificar o que é prioridade e o que não é, sempre seguindo o plano elaborado por ele”, conclui.

Decidido em investir na sua qualificação? Então conheça 4 motivos para iniciar uma pós-graduação em Supply Chain!


Sobre Edésio Lopes

Doutor engenharia civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na área de Infraestrutura Viária, onde também obteve o seu mestrado, graduado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). É coordenador do MBA de Infraestrutura de Transporte e rodovias do IPOG; MBA Geociências e Geotecnologias; MBA Planejamento Urbano Sustentável; MBA Executivo em Logística de Distribuição e Produção. É colaborador na IDP engenharia (empresa sediada na Espanha) em projetos voltados para infraestrutura de transportes, logística e mobilidade urbana. Atuou por 9 anos como pesquisador no LabTrans/UFSC em projetos relacionados a infraestrutura de transporte em órgão federias e estaduais. Atuou como professor no setor de Geodésia no departamento de engenharia civil da UFSC e trabalhou no Laboratório de Fotogrametria e Sensoriamento Remoto em projetos de auxílio à execução de planos diretores municipais.

Comentários