Especialização traz qualificação necessária ao currículo
2 minutos de leitura
18 de abril de 2018

Especialização traz qualificação necessária ao currículo, seja em cenário de crise ou de crescimento econômico

Antes de falarmos sobre a especialização, você sabia que assim como vem acontecendo em outros segmentos, o de educação também tem sentido os reflexos da instabilidade econômica que o país enfrenta? Um exemplo bastante nítido é o do setor de pós-graduação que, segundo estimativas realizadas a partir da Associação Brasileira das Instituições de Pós-Graduação (ABIPG) e associados, vinha registrando expansão significativa no número de novas matrículas até 2014.

Somente no Estado de São Paulo houve crescimento de aproximadamente 15%. Contudo, desde 2015 o setor tem sofrido retração, a qual se estendeu até o ano passado. A boa notícia é que 2018 tem sido um momento de recuperação e a queda só não foi maior porque, segundo o presidente da ABIPG, Marcelo Saraceni, tem havido uma migração para cursos de especialização de baixo custo.

Além disso, houve um ligeiro aumento na procura pelos cursos de educação a distância. “Essa instabilidade na economia, aliada à redução da oferta de emprego, tem desestimulado e criado um clima de insegurança por parte dos alunos, que fica receoso de assumir um compromisso de longo prazo”.

Por outro lado, o presidente da ABIPG ressalta que as instituições de ensino têm se organizado para agregar diferenciais aos seus programas que sejam capazes de atrair um número maior de alunos. “Investir em educação de qualidade é fundamental, principalmente em momentos como este, em que ter um bom currículo faz toda a diferença na hora de conseguir um emprego.

E as escolas, cientes disso, precisam estar cada vez mais preparadas para oferecer programas que atendam às necessidades do aluno e do mercado. Da mesma forma, as empresas precisam enxergar que a capacitação de seus quadros funcionais é o caminho mais efetivo para o sucesso dos negócios”, complementa Saraceni.

A importância de profissionais com especialização no mercado

Com uma leve melhora nos índices econômicos e ínfima geração de empregos, as contratações devem seguir em ritmo moderado e seletivo, o que torna a disputa por uma vaga no mercado mais acirrada. Nesse sentido, muitos profissionais têm voltado seus esforços para a especialização e qualificação.

É uma escolha que ajuda a melhorar o currículo e o portfólio do profissional, colocando-o em uma posição mais à frente daqueles que não se preparam para os cenários futuros de prosperidade no mercado de trabalho.

O mercado tem se mostrado cada vez mais segmentado, uma vez que a procura por profissionais tem seguido critérios mais limitados e específicos, voltado para uma busca altamente especializada. Trata-se uma demanda por qualificação disponível em termos de pós-graduação, mesmo que ainda haja a necessidade de pessoas mais generalistas para atuarem em determinadas áreas.

Mesmo que a situação econômica não esteja boa na realidade brasileira e independente do momento, aquele que busca por capacitação profissional não tem nada a perder. Desta forma, ele estará preparado para propor soluções de recuperação e estará qualificado para enfrentar os piores cenários.

E quando a situação estiver economicamente favorável, sua atuação poderá usufruir de grandes possibilidades e oportunidades de inovação e crescimento dentro de uma empresa. As instituições de ensino, portanto, também devem acompanhar esses movimentos para garantir cursos de qualidade, atualizados e inovadores.


Artigos relacionados

O Poder da Oratória: Melhore suas técnicas e torne-se um profissional inspirador! Voz trêmula, pernas bambas, suadeira nas mãos, tontura e às vezes até náuseas. Esses são alguns dos sinais que podem indicar que você tem problemas para falar em público. Essa resistência geralmente é identificada no período estudantil. Sabe aquele momento ...
Por que criar uma startup de economia criativa? Cinema, design, moda, arquitetura, literatura, artes cênicas e audiovisual são áreas que têm revelado inúmeras oportunidades no universo das startups, por meio da economia criativa. Além de fazer parte do nosso dia a dia, elas estão entre os setores mais promi...
Formei! E agora, por que devo fazer uma especialização? A experiência adquirida em uma graduação há um bom tempo deixou de ser o principal motivo para conseguir um bom cargo nas organizações e até mesmo para ingressar no mercado de trabalho. Hoje em dia, os recrutadores dão vantagens para aqueles que possuem algum ...

Sobre Marcelo Saraceni

Mestre em Administração. Presidente da Associação Brasileira de Instituições de Pós Graduação, Diretor Geral da ESAD Escola de Administração e Negócios, Consultor e Gestor responsável pela concepção, planejamento e implementação de programas de pós graduação em colaboração com a Universidade de Brasília, Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro, Universidade Federal do RJ e diversas outras Instituições de Ensino Superior públicas e privadas, com MBA em Marketing e RH pela ESAD e Gestão Empresarial pela FGV, MBA Extension Foundation Disciplines pela Ohio University e Mestre em Administração de Empresas pelo ISCTE - Portugal. Co-autor, com Marcus Vinicius Rodrigues, do livro “Inovação Estratégica e a Indústria do Ensino Superior no Brasil”, em fase final de elaboração. Gestor de Proyectos Internacionales e representante para do Brasil da Emprezagintstka Fakultatea -Universidad de Mondragon - Espanha e do Mondragón Institute of Knowlodge - Centro da Pesquisa da Universidade com a Corporación Mondragon, sétimo Grupo Empresarial da Espanha. consultor e representante no Brasil do Basque Culinary Center. Professor, palestrante e coordenador em diversas Instituições nacionais e internacionais, como Mondragón, FGV, Universitát Autonoma de Barcelona, UFRJ, Esad, BBS, Universidad Católica de Cali, entre outras.

Comentários