Você sabe como fazer um currículo de excelência?
5 minutos de leitura
20 de março de 2018

Como fazer um currículo de excelência

Sempre que nos perguntam como fazer um currículo, nos deparamos com aquela velha história: o que preciso colocar? O que não pode faltar? Por mais que existam vários modelos sempre bate aquela dúvida, não é mesmo.

Por isso convidamos a professora do IPOG, Cyndia Bressan, especialista em Gestão de Carreira e Marketing Pessoal, para dar dicas sobre como fazer um currículo de excelência.

Como fazer um currículo?

Currículo de papel X Currículo digital

Segundo Cyndia, há várias maneiras de fazer um currículo e várias maneiras de apresentá-lo também. Há empresas que pedem que o currículo seja preenchido no próprio site com as informações de interesse para o cargo, já outras pedem que o candidato faça um vídeo de 1 a 2 minutos se apresentando.

Ah, e é claro! Também existe o modelo tradicional, em papel, que vem perdendo espaço a cada dia. “Mesmo assim é importante tê-lo sempre, mesmo que você não vá entregá-lo. Isso te ajudar a ter as informações organizadas caso você tenha que se apresentar profissionalmente”, alerta a professora do IPOG.

Estrutura do currículo

1) Dados Pessoais

Nessa parte, o candidato irá colocar o nome, idade, endereço, estado civil e os contatos (email, telefone celular e um telefone fixo para recado).

É muito importante que os contatos informados realmente funcionem. Não vale colocar um número que alguém não capacitado para dar um recado atenda, como uma crinaça, por exemplo.

Caso a sua profissão exija, é nessa parte que o candidato coloca o número de registro que o habilita a exercer sua função.

2) Objetivos

Segundo Cyndia Bressan, nessa etapa do currículo é preciso ter clareza sobre a área da empresa onde você quer trabalhar para identificá-la nos objetivos. Ou então, se é uma vaga específica, colocar o nome da vaga.

“Isso ajuda muito quem atua na seleção, para que a pessoa identifique de qual vaga se trata, já que às vezes eles trabalham com várias seleções”, explica a professora do IPOG. Cyndia explica que quanto mais objetivo e claro o currículo for, mas fácil fica pro selecionador saber com que perfil de requisitos ele deve avaliar o candidato.

3) Formação Acadêmica

Coloque sempre da mais atual pra mais antiga.

Ex: Se você fez um MBA, coloque o nome do curso, a Instituição de ensino e a data de conclusão ou de quando irá concluir.

Lembre-se: seja objetivo no seu currículo, não encha linguiça.

“A gente fala que o currículo deve ter no máximo 2 páginas, mas se você conseguir sintetizar em apenas uma, será sensacional”.

Cyndia ainda sugere que o candidato não fique pulando linhas, nem escrevendo muitas coisas. Seja objetivo, mas apresente tudo aquilo que é importante ser mostrado sobre sua trajetória profissional.

O candidato também pode colocar cursos extracurriculares.

“Selecione cursos que você fez nos últimos 3 anos, que sejam importantes para aquela vaga, que sejam atualizações e mostrem o quanto você está antenado para o mercado, que você está aprendendo novas tecnologias na sua área. Isso pode fazer muita diferença”, aconselha.

Nesta etapa do currículo, você também pode colocar o domínio em informática e em outros idiomas.

4) Experiências Profissionais

Assim como a formação acadêmica, indique também sempre da mais atual pra mais antiga. Caso a empresa não seja muito conhecida, pode colocar o segmento da organização entre parênteses. Coloque o período em que trabalhou (mês e ano), os cargos (começando pelo de maior hierarquia) e um resumo das atividades que você exercia na empresa.

DICA IMPORTANTE: Se o candidato é da área comercial é importante destacar os resultados obtidos. Coloque números, metas alcançadas, aumento de faturamento, redução de custos, captação de clientes… Tudo isso é muito bem visto pelo mercado atualmente.

5) Informações adicionais

Nessa etapa, o candidato informa se tem disponibilidade de viagem, de mudança, se participa de algum projeto voluntário, se já teve alguma experiência no exterior, se toca algum instrumento em uma banda… Enfim, quaisquer características que falem de quem você é e que podem agregar valor ao seu currículo.

ATENÇÃO!

É fundamental que essas 5 partes no currículo sejam colocadas de forma clara e objetiva, facilitando a leitura e dando destaque para o que realmente é necessário naquela vaga.

Quais são os principais erros cometidos nos currículos?

  • Não ter uma organização, não dividir o currículo em partes como foi explicado acima
  • Não indicar o objetivo
  • Não destacar o que é mais importante para facilitar que o selecionar veja facilmente
  • Erros de ortografia

Como fazer um currículo: cuidados importantes

Cuidado com os erros de português

Peça sempre para que alguém leia o currículo antes de enviá-lo.

Nunca minta

Seja sempre sincero. A verdade é sempre descoberta, seja na seleção ou dia a dia na empresa. Quando se fala de idioma, não existe o básico. Coloque como diferencial apenas se for nível intermediário, avançado ou técnico.

Documentos em anexo

Não anexe documento com nomes dos seus pais, isso já não é necessário há algum tempo. Sem falar no perigo desses dados caírem em mãos erradas e acabarem acarretando problemas para o candidato.

Currículo no Spam?

Cuidado para o seu currículo não virar um spam. Nunca faça disparos aleatórios, sem saber para onde está enviando. Isso aumenta as chances dele ser reconhecido com spam nas caixas de email das empresas. Sempre especifique a vaga no campo do assunto e delimite ao destinatário.

Não faça disparos para várias empresas ao mesmo tempo, senão aumentam as chances do seu currículo não chegar nas mãos de quem deve. Além disso, seja cuidadoso. Personalize, customize o seu currículo.

O que é melhor: entregar o currículo em mãos ou dispará-lo via email?

Não existe opção melhor, segundo Cyndia Bressan. “O que vale é o que a empresa solicita: ela pode solicitar preencher no site, pode pedir que o candidato envie o currículo por email, o que é mais comum atualmente em casos de cargos para nível médio e alto”.

Ela ainda explica que dificilmente se entrega em mãos um currículo para este tipo de vaga. “Normalmente isso ocorre na seleção para cargos mais operacionais ou quando você conhece um amigo que trabalha na empresa”.

CURIOSIDADE

Como fazer um currículo cego?

Você já ouvir falar em currículo cego. Pois é, segundo Cyndia Bressan essa é uma tendência que vem ganhando espaço nas organizações para evitar discriminações de candidatos e processos de seleção tendenciosos.

Pra quem tem dúvidas de como fazer um currículo cego ou nunca ouviu falar nesse assunto, é simples. Trata-se de um currículo em que os dados pessoais são todos omitidos, o máximo que vem são as iniciais do nome do candidato. Não consta endereço, sexo, idade, estado civil. Apenas telefone e email.

De acordo com a professora do IPOG e especialista em Gestão de Carreira e Marketing Pessoal, a intenção é que o currículo não traga nenhum dado pessoal que  identifique a pessoa, apenas sua formação acadêmica e profissional que o habilitariam ao cargo que está concorrendo.

E aí, gostou da ideia?

Como fazer um currículo que seja sempre atrativo?

É importantíssimo ter o seu currículo atualizado nas redes sociais, especialmente o LinkedIn, que é a rede social profissional que temos hoje.

Pra quem é de uma área que envolve imagens, ter a página atualizada no Instagram, por exemplo, é importantíssimo pra ter a sua marca reconhecida e estar visível no mercado.

E aí, ainda ficou alguma dúvida sobre como fazer um currículo de excelência? Coloque em prática essas dicas e compartilhe conosco os resultados! Sucesso!

 


Artigos relacionados

Especialização traz qualificação necessária ao currículo, seja em cenário de crise ou de crescimento... Antes de falarmos sobre a especialização, você sabia que assim como vem acontecendo em outros segmentos, o de educação também tem sentido os reflexos da instabilidade econômica que o país enfrenta? Um exemplo bastante nítido é o do setor de pós-graduação que, ...
O Poder da Oratória: Melhore suas técnicas e torne-se um profissional inspirador! Voz trêmula, pernas bambas, suadeira nas mãos, tontura e às vezes até náuseas. Esses são alguns dos sinais que podem indicar que você tem problemas para falar em público. Essa resistência geralmente é identificada no período estudantil. Sabe aquele momento ...
Dia da Consciência Negra: o que a data significa? No dia 20 de novembro de 2011, foi determinado o dia Nacional de Zumbi e também o Dia da Consciência Negra, instituído pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. O objetivo da data é promover uma reflexão sobre a introdução dos negros na sociedade brasilei...

Sobre Cyndia Bressan

Mestre em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de Brasília/UnB. Possui graduação e licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará/UFC. Atualmente é docente, coordenadora dos cursos: MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching; MBA Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Resultados do IPOG

Comentários