Profissionais de TI mais disputados no mercado
3 minutos de leitura
07 de junho de 2018

Profissionais de TI mais disputados no mercado

Profissional de TI

Enquanto muitos profissionais sofreram os impactos da crise nos últimos anos, os experts em Tecnologia mantiveram ótimas oportunidades no mercado de trabalho. Isso porque a TI está presente em praticamente todos os segmentos de negócios, principalmente por contribuir com o aumento da produtividade da empresa, manter a segurança de dados e possibilitar inovações constantes.

E pelo fato de serem considerados estratégicos, esses profissionais recebem a missão de buscar atualizações contínuas para lidar com as tendências da área, com as transformações digitais e ofertar as melhores soluções tecnológicas para os mais diversos segmentos de negócios.

Profissionais de TI mais disputados

Devido o destaque da área tecnológica, selecionamos os profissionais de TI mais disputados no mercado para quem deseja impulsionar a carreira. E aí, você se enquadra em algum deles?

Analista de Segurança da Informação

É um fato a preocupação das empresas em garantir a segurança de seus dados, ainda mais diante de tantas ocorrências de crimes cibernéticos e prejuízos financeiros registrados nos últimos anos.

De acordo com pesquisa realizada pela Consultoria Grant Thornton, as perdas financeiras foram da ordem de 280 bilhões de dólares em 2017, o que evidencia ainda mais a necessidade de profissionais qualificados para reduzir a atuação de cibercriminosos.

Os Analistas de Segurança da Informação são essas figuras que não podem ser dispensadas do quadro de funcionários de uma empresa. As oportunidades são imensas e para diversos modelos de negócios.

Especialista em DevOPs

Embora seja ainda pouco conhecido, o termo DevOps é uma junção das iniciais das palavras: Desenvolvimento e Operações. Por ser mais convencional, algumas empresas nomeiam o cargo de Gerente de Engenharia de Sistemas.

Mas, afinal, quais são as principais funções desse profissional? Sua atuação é focada em integrar as atividades entre quem desenvolve software e quem dá suporte e implementa um sistema, evitando ruídos, eliminando barreiras para agilizar o processo e garantir a qualidade dos serviços.

Cientistas de dados

Os cientistas de dados também são requisitados no mercado devido ao excessivo volume de informações que as empresas precisam administrar/processar diariamente. Esses profissionais desenvolvem algoritmos para análise de dados (Machine Learning) e lidam com informações que circulam na internet (Big Data).

Os cientistas de dados são responsáveis por criar soluções inteligentes para empresas por meio de princípios, técnicas de processos que permitem a análise automática de informações e facilitam a rotina do negócio.

E por mais que existam oportunidades para esse segmento, faltam profissionais qualificados para atender as demandas.

IT Business Partner (Analista de Negócios de TI)

Interpretar as necessidades da empresa e desdobrá-las para o departamento de TI é uma das principais atividades desse profissional. É de sua responsabilidade fazer a ponte entre as áreas de negócios estratégicos e das equipes técnicas de TI.

Para isso, o analista de negócios utiliza um conjunto de metodologias, estratégias e ferramentas que permitem compreender o funcionamento do negócio, identificar problemas e propor soluções de melhorias. O profissional ajuda a revisar constantemente modelos de gestão e manter a empresa competitiva.

Analista de Business Intelligence (BI)

O termo “Business Intelligence” significa “inteligência de negócios” ou “inteligência empresarial” e o seu processo envolve diversas etapas, entre elas: coletar dados, organizar, analisar, compartilhar e monitorar informações significativas para a empresa.

Arquiteto de Soluções

Esse profissional de TI é responsável por trazer soluções para necessidades do negócio, sejam eles funcionais ou não funcionais, com base nos recursos e serviços vinculados a área tecnológica que muitas vezes já estão disponíveis na empresa.

O Arquiteto de Soluções tem a capacidade de reutilizar funcionalidades e alinhar procedimentos que levam em consideração os padrões arquiteturais.

Para atuar nesse segmento, o profissional precisa possuir experiência na produção de arquiteturas e também com diferentes tipos de tecnologias, além de ter envolvimento em todo o ciclo de vida de serviços de TI.

Desenvolvedor Full Stack

Mais uma profissão promissora da área de TI. O Desenvolvedor Full Stack tem como principal função desenvolver sistemas inteligentes que envolvam tanto front-end (aquilo que está na frente e pode ser visto pelo usuário, como as informações de produtos disponíveis em e-commerce) quanto back-end (aquilo que está oculto, que não é visto pelo usuário, como organização de vendas e registros para controle de uma empresa).

Consultor SAP

O SAP trata-se de um software de gestão empresarial (ERP Enterprise Resources Planning) que é considerado referência em integração entre todos os departamentos de uma organização. Ele oferece Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados.

O consultor SAP é responsável por auxiliar o desenvolvimento e implantação de módulos SAP, sugerindo soluções customizadas para diferentes tipos de negócios.

As fases para a sua implementação são: levantamento de processos (Business Blue Print), Desenvolvimento do projeto (Criação e configuração do SAP), Treinamentos e testes e Cargas e saldos até o início produtivo (Go-live).

Conhece outras profissionais de TI que estão sendo muito disputados no mercado? Deixe sua contribuição nos comentários.


Artigos relacionados

Profissional de TI: descubra como impulsionar a sua carreira em 2018 Está na hora de você dar um grande passo na sua carreira: ir além da prática técnica e conquistar cargos de Gestão em TI. Na mesma proporção que a Tecnologia da Informação continua a expandir, um profissional de TI com expertise técnica e de gestão é altamente...

Sobre Gustavo Pinto Vilar

Especialista em Docência do Ensino Superior pela UFRJ, Bacharel em Ciência da Computação e Tecnólogo em Processamento de Dados pela ASPER – Associação Paraibana de Ensino Renovado. No serviço público, atuou como Oficial de Cavalaria do Exército Brasileiro, Policial Rodoviário Federal e Papiloscopista Policial Federal. É Perito Criminal Federal especialista em Informática Forense, atuando principalmente nas análises de vestígios em crimes cibernéticos e combate à pornografia infantil. Professor do curso de pós-graduação em Computação Forense e Perícia Digital do IPOG.

Comentários