IPOG Cast Ep.3- Mundo BANI: Mercado e Competências
4 minutos de leitura

IPOG Cast Ep.3- Mundo BANI: Mercado e Competências

Mundo BANI: Conheça as competências e saiba como se destacar no mercado

No terceiro episódio do IPOG Cast, Ronan Maia conduz uma discussão esclarecedora sobre o “Mundo BANI: Mercado e Competências” com os renomados professores Cyndia Bressan e Marcos Medeiros. Juntos, eles apontam um panorama preciso do mercado de trabalho atual e oferecem insights valiosos para quem busca se destacar em um ambiente de trabalho em constante transformação.

Mas afinal, qual o significado dessa nomenclatura?

Mundo BANI é a sigla em inglês para Brittle, Anxious, Non-linear, Incomprehensible; que em português significa frágil, ansioso, não linear e incompreensível. Em um mundo cada vez mais volátil, as regras do jogo mudaram. As empresas e os profissionais que desejam prosperar nesse novo cenário precisam se adaptar rapidamente às mudanças e desenvolver as competências necessárias para o sucesso.

Competências para o mundo BANI

Durante a conversa, Cyndia Bressan destacou as competências mais importantes para o mundo BANI, extraídas do Fórum Econômico Mundial e cada vez mais exigidas nos processos de recrutamento e seleção das empresas. Essas habilidades não só projetam os profissionais para uma posição de destaque com tranquilidade e leveza, como também prepara para enfrentar os desafios das organizações e da vida pessoal.

  • Comunicação: É preciso ser capaz de se comunicar de forma clara e eficaz com os outros. Cyndia ressalta que se comunicar bem não é só ter uma boa oratória, mas principalmente de ter autenticidade. Isto é, ter segurança para passar a mensagem.
  • Gestão do tempo: Ter tempo é um dos recursos mais importantes nos tempos atuais. Portanto, compatibilizar a agenda pessoal e profissional é essencial para priorizar a organização das tarefas e aproveitar o tempo da melhor maneira possível.
  • Criatividade: Propor soluções novas para problemas antigos com um toque de coragem com ousadia é uma habilidade indispensável para os profissionais que desejam se destacar, como pontuado por Bessani. É preciso ser capaz de pensar de forma inovadora e encontrar soluções inteligentes para problemas complexos.
  • Aprendizagem contínua: É preciso estar sempre aprendendo novas coisas e se adaptando às novas tecnologias e tendências.
  • Resiliência: Ser capaz de lidar com o estresse e a adversidade.
  • Empatia: É preciso ser capaz de se colocar no lugar dos outros e entender suas perspectivas.

Para além de dominar tais habilidades que definem o futuro profissional, ter autoconhecimento é a chave para se desenvolver de forma eficaz em qualquer âmbito da vida. Quando a pessoa se conhece, ela é capaz de usar suas aptidões de forma inteligente e estratégica em diversas áreas da vida. Além disso, também sabe amenizar os efeitos de suas fraquezas. “Em primeiro lugar, eu me conheço verdadeiramente? Eu sei o que eu quero? Nós falamos aqui de missão, visão e valores das empresas, mas as pessoas também precisam disso, um plano de desenvolvimento”, destaca Cyndia.

Essas indagações são um exercício de autorreflexão e leva à compreensão do nível de conhecimento das competências praticadas pelos profissionais, servindo com uma estratégia para identificar os potenciais de desenvolvimento e pontos de melhoria. Marcos Medeiros evidenciou durante o IPOG Cast que “quando a gente coloca esse conceito de Organizações que Aprendem, que se reciclam, que estão mudando e se transformando o tempo todo, as organizações mudam e seus colaboradores também.

Os colaboradores devem olhar para essas competências junto com as organizações e falar o seguinte, minhas notas não foram boas para as competências indicadas, o que a gente pode fazer para melhor essa nota e conseguir melhorar essa questão das competências? Esse não é um desafio só do colaborador, é também das organizações.”

Cyndia Bressan acrescentou durante o bate papo que “o processo de recrutamento e seleção é uma via de mão dupla, eu escolho a empresa e a empresa me escolhe. E a escolha é baseada nos valores e é isso que vai fazer a aderência da cultura, é isso que não vai gerar a ambiguidade. Quando eu escolho uma empresa cuja cultura é praticada, se torna aderente aos meus valores. Depois que deu o ‘match’, as pessoas seguem entregando suas melhores competências e a empresa segue cada vez mais tendo inovação, crescimento, produtividade, lucro e aí todo mundo divide esse bolo que vai crescendo”.

Como performar bem e se destacar no mercado de trabalho?

O mundo BANI apresenta desafios, mas também oferece oportunidades únicas para quem está preparado para se adaptar e desenvolver as competências necessárias. Ao seguir as dicas dos especialistas, se manter atualizado sobre as últimas tendências, “os profissionais que desenvolverem as novas competências necessárias para o mundo BANI serão os mais procurados pelo mercado de trabalho”, é que o que evidenciou Ronan Maia durante o bate papo.

  • Tenha um pano de carreira: É importante ter um plano de carreira que inclua o desenvolvimento das competências necessárias para o mundo BANI;
  • Seja um aprendiz contínuo (Lifelong Learning): Leia livros, faça cursos e participe de eventos para se manter atualizado sobre as últimas tendências. Seja uma pessoa que aprende ao longo de toda a vida;
  • Mantenha seu LinkedIn atualizado;
  • Construa sua rede de contatos: Conecte-se com outras pessoas em seu campo de atuação e participe de comunidades online;
  • Seja resiliente: Aprenda a lidar com o estresse e a adversidade;
  • Seja criativo: Pratique a criatividade e busque novas soluções para problemas;
  • Seja um bom comunicador: Desenvolva suas habilidades de comunicação oral e escrita;
  • Seja empático: Pratique a empatia e busque entender as perspectivas dos outros.

Buscar o aprendizado contínuo é primordial para alcançar a tão sonhada vaga e ser um profissional com diferencial competitivo, além disso “absorva, não seja só o conhecedor profissional, mas também um aplicador profissional. Executar, colocar em prática, tentar tirar uma lição daquilo. Porque você vai ter história para contar para qualquer pessoa que você estiver procurando vender a sua imagem e suas competências. E são essas histórias que atraem quem está contratando”, como mencionado por Bressan durante a conversa.

Para um mergulho ainda mais profundo no mundo BANI e nas competências essenciais para o sucesso nesse novo cenário, assista ao episódio completo do IPOG Cast. Nele, você encontrará conselhos de especialistas, análises aprofundadas do mercado de trabalho e insights valiosos para impulsionar sua carreira.

Artigos relacionados

DESIGN THINKING: Empatia, Colaboração e Experimentação Tim Brown, CEO da IDEO, maior consultoria de Design Thinking do mundo e autor do livro Design Thinking - Uma Metodologia Poderosa Para Decretar o Fim das Velhas Ideias, diz: "Há um papel claro e real para a alta liderança, mas não é o de ter as ideias, e sim c...
Oito dicas para realizar um bom Feedforward com seus liderados Com certeza por várias vezes você já ouviu falar sobre feedback, que é a resposta que o emissor tem a partir da reação que o receptor teve a sua mensagem. Mas, e o feedforward, você conhece? Ele está relacionado à capacidade de um líder de oferecer ideias e o...
MBA em Controladoria e Finanças: entenda por que é tão importante na sua carreira profissional O MBA em Controladoria e Finanças é um passo crucial para quem deseja ter sucesso profissional e alcançar altos cargos de gestão na área financeira. A função tem papel estratégico no desenvolvimento de empresas e por isso é um diferencial competitivo para que...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo IPOG. Responsável : Bruno Azambuja - Gerente de Marketing - bruno.azambuja@ipog.edu.br