Assuntos Regulatórios: quem são os profissionais que podem atuar nesta área?
2 minutos de leitura
28 de maio de 2018

Assuntos Regulatórios: quem são os profissionais que podem atuar nesta área?

Assuntos Regulatórios

Você sabe o que faz um especialista em assuntos regulatórios? Sabe também sobre os postos de trabalho que ele pode ocupar e quais são as suas principais funções? Esse profissional é essencial nas empresas sanitariamente reguladas, como as de indústria farmacêutica, alimentícia, cosmética e de produtos médicos.  E se você quer conhecer melhor sobre ele, está no lugar certo!

A importância de um profissional em assuntos regulatórios

Para comercializar produtos sanitariamente regulados, todas as empresas precisam primeiramente estar devidamente legalizadas. Após a devida regularização, essas empresas devem ainda ser registradas, cadastradas e/ou notificadas perante a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e ou Ministério da Agricultura (MAPA).

Apenas depois de publicado o deferimento do processo de registro/cadastro no Diário Oficial da União, a empresa detentora do registro ou cadastro ou notificação estará autorizada a fabricar, importar e comercializar estes produtos em todo o território nacional.

Contudo, o caminho até o êxito não é simples e muito menos possível quando se tem profissionais despreparados e sem conhecimento técnico específico para atuar nessas empresas.

Nesse sentido, a pessoa que deseja trabalhar na área de assuntos regulatórios deve se preparar muito bem para conseguir oferecer total suporte, técnico e legal, para a obtenção e alteração do registro, cadastramento e notificação de produtos nas mais diversas áreas reguladas, tais como medicamentos, produtos médicos, cosméticos, medicamentos veterinários, alimentos, saneantes e domissanitários, dentre outros.

Por que ele é tão respeitado pelas organizações?

Estes profissionais são muito estimados pelas equipes multidisciplinares em suas empresas, pois seu conhecimento aprofundado para o compliance da organização é de imprescindível contribuição para as equipes bem-sucedidas.

Para ter oportunidades neste mercado de trabalho altamente complexo e regulado, estes profissionais, responsáveis pelo cumprimento da regulamentação em suas organizações, devem se especializar em conhecer de forma aprofundada as leis, resoluções e decretos.

Além disso, devem ainda preparar, analisar e renovar a documentação legal da empresa para a manutenção das autorizações de funcionamento e registro/cadastro de produtos junto a ANVISA e outros órgãos reguladores.

Eles também atuam elaborando dossiês referentes ao registro e alterações pós-registro, visando o cumprimento das exigências que sejam exaradas pelos agentes reguladores.

A média salarial de um Analista Júnior no Brasil é de R$ 4.300,00; um gerente de assuntos regulatórios em uma empresa de grande porte, por sua vez,  pode ganhar na faixa de R$ 17 a 20 mil reais por mês.

Qual a formação dos profissionais que podem ser atuantes na área de assuntos regulatórios?

Engana-se quem pensa que somente profissionais farmacêuticos atuam neste setor dentro das mais diversas empresas. A regulação de empresas e de produtos pode e deve ter profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, como enfermeiros, engenheiros, biólogos, médicos, advogados, administradores, químicos, veterinários, economistas e etc.

Se você deseja ser um profissional requisitado, ter um bom salário e ser respeitado pelo importante papel que irá desempenhar dentro das organizações sanitariamente reguladas, venha para o curso de Assuntos Regulatórios: O Pós-Registro de Medicamentos e a RDC N.73/16 do IPOG e prepare-se para ser um grande especialista!


Artigos relacionados

Conheça as principais normas do Código de Ética Médica Se você atua na área médica, seja como profissional da saúde, do Direito ou até mesmo um gestor hospitalar, você sabe que a medicina é regida pelo Código de Ética Médica. Mesmo diante de uma profissão tão regulamentada e com a ciência cada vez mais avançada, a...
Qual a importância do Controle da Qualidade na indústria farmacêutica? A indústria farmacêutica é um mercado forte e com constante ascensão no mundo inteiro. Dados da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) revelam que o Brasil ocupa a ocupa da 8ª posição no ranking mundial desse mercado e a expectativa é al...
Os principais desafios da Gestão em Saúde Pública e 5 práticas indispensáveis Gerenciar gastos, organizar processos, supervisionar os demais colaboradores: essas são atividades rotineiras de quem trabalha com Gestão em Saúde Pública. Esses profissionais são os responsáveis por administrar empreendimentos da área de saúde no setor púb...

Sobre Roberta Simões

Farmacêutica, Mestre e Doutora em Farmacologia, Anestesiologia e Terapêutica pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e coordenadora do curso de pós-graduação em Gestão Industrial Farmacêutica.

Comentários