3 minutos de leitura
26 de maio de 2017

Como trabalhar a curadoria de conteúdo no Marketing Digital

As técnicas do Inbound Marketing são baseadas na atratividade do público-alvo por meio de técnicas sutis e de estreitamento de relacionamento, e o oferecimento de conteúdo relevante é um dos principais mecanismos desse processo de conquista. Para entender melhor quais requisitos devemser levados em consideração quando nos dedicamos à produção de conteúdo, recebemos uma verdadeira aula de um mago da conversão de visitas em leads, o criador de páginas criativas comoa Marketing de Conteúdo, entre outras, Vitor Peçanha.

O jovem curador de conteúdo conseguiu converter R$600 mil reais para uma das suas páginas na internet, simplesmente utilizando técnicas simples, muita criatividade e conteúdos inovadores como isca para o seu público. Durante sua rápida passagem por Goiânia para participar do RD ontheroad, pegamos carona com sua genialidade para trazer para vocês dicas essenciais dessa fera do Marketing Digital.

Por onde começar?

Se você já se convenceu de que investir na produção de conteúdo relevante para o seu público é uma importante ferramenta de relacionamento, já deu um importante passo. Agora é preciso saber responder as seguintes perguntas para iniciar uma produção significativa e de resultado: por que vou investir nesta área? Pra quem exatamente estarei produzindo esse conteúdo? Qual a melhor forma de apresentá-lo?

Deixemos então que o próprio Vitor Peçanha te ajude a elucidar tais questionamentos. “Todo conteúdo bem produzido vai despertar o interesse natural das pessoas. Você pode aproveitar essa área para ser visto como uma referência na área que atua, ou ajudar a educar o mercado sobre o seu funcionamento. Também é importante para gerar autoridade e desenvolver a confiança do seu público com a sua marca. Em muitos casos, é possível diminuir custos ou antecipar crises, quando o conteúdo já é produzido para tirar dúvidas recorrentes ao uso de seus produtos ou serviço, por exemplo”, explica Peçanha.

Quais ferramentas usar?

Agora que já foram expostas as razões para investir no marketing de conteúdo, é preciso pensar quais ferramentas vai utilizar para transmiti-lo. A mais usual delas é o blog post. Uma forma acessível e bastante prática de interação com seu público. Ao gerar postagens interessantes e atrativas, é possível captar a atenção espontânea de quem está na internet em busca de novidades. E dai, é só trabalhar na conversão desse visitante espontâneo em um rico lead para seus contatos.

Além do blog, também é possível investir na produção de vídeos para serem reproduzidos nas redes sociais e viralizarem. “O canal e o formato adotado vão depender exatamente do público que se pretende atingir. Cada um dos formatos dialoga mais diretamente com um público específico”, alerta Peçanha.

Como estruturar um conteúdo de relevância?

Segundo Peçanha, todo conteúdo precisa, necessariamente, resolver um problema para alguém específico, no caso, o público que pretende atingir. “Basta você observar como faz suas pesquisas no Google. Sempre estamos procurando por respostas para questões que nos envolvem”, pontua. É preciso entender a jornada percorrida pelo internauta até chegar ao seu conteúdo, alerta o especialista.

Agora que você já fez um levantamento de temas importantes que vai desenvolver para resolver os “problemas” que permeiam seu público, está na hora de saber rankeá-lo por meio do uso de palavras chave de relevância. Isso significa que você precisa lançar mão de ferramentas que vão ajudar a identificar quais palavras de maior relevância são pesquisadas nos sites de busca, para que o seu conteúdo esteja no topo, ou o mais perto dele, nas buscas. Isso com certeza vai lhe garantir cliques.

E, por fim, é a hora de colocar a mão na massa, com tema e palavras chaves definidas, dedique-se a produzir um conteúdo e apresentá-lo de maneira agradável, que facilite a leitura, dividindo-o por intertítulos ou conteúdos apresentados em lista. Seguindo essas preciosas dicas, é possível obter relevância na sua presença digital e conquistar adeptos que não imagina que era capaz de impactar.

Guilherme Pinheiro é Analista de Web no IPOG e participou do evento

Sobre Guilherme Pinheiro

Bacharel em Sistemas de Informação pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Pós-Graduado em Marketing e Pós-Graduando em Empreendedorismo e Inovação Digital pelo IPOG. Atualmente é Analista Web no IPOG, responsável por indicadores (KPI's) e análises web. Professor de Excel Avançado, tendo atuado também no SENAC-GO. Microsoft Office Specialist em Excel, especialista em Marketing Educacional, certificado Google, Marketing de Conteúdo (Rock Content) e Inbound Marketing (HubSpot)

Comentários