Consultoria contábil: entenda como iniciar nesta área e ter sucesso
3 minutos de leitura
16 de novembro de 2017

Como iniciar sua consultoria contábil?

Já sabemos que a área de contabilidade é uma das que mais cresce no mundo, ocupando a quarta posição entre as profissionais com mais oportunidades no mercado de trabalho atualmente. A grande vantagem desse segmento é que há muitas possibilidades de atuação, entre elas a consultoria contábil.

(E como ter sucesso profissional na carreira contábil? Acesse e confira)

Esse resultado está associado às necessidades da empresas em contar com profissionais do setor para reduzir gastos, principalmente impostos, e ainda manter a legalidade de seus processos, bem como contribuir para o seu desenvolvimento contínuo.

Quem opta por trabalhar com consultoria contábil tem a importante função de auxiliar empresas nas tomadas de decisões de seus negócios, principalmente quanto ao seu enquadramento fiscal.

E para que o processo ocorra de forma assertiva, à contribuição dos gestores da empresa é fundamental. É com base em informações verídicas e detalhadas que o profissional de contabilidade consegue fazer uma análise objetiva e eficiente sobre determinada organização.

Uma boa sugestão é que o profissional  de contabilidade oriente as empresas a assumir o compromisso de organizar todos os dados necessários para análises, como folhas de pagamento, demonstrativos de fluxo de caixa, controle do ativo imobiliário, entre outros documentos.

(Neste eBook, serão desmitificadas questões acerca dos Documentos Fiscais Eletrônicos)

Essa preocupação, por parte dos gestores, é muito mais relevante do que buscar entender efetivamente como funcionam as leis e regras fiscais e contábeis, que é função do consultor contábil.

E se você pretende investir em uma empresa da área e não sabe como tirar a ideia do papel, vamos te ajudar nos primeiros passos.

Consultoria Contábil: como começar?

Antes de dar o primeiro passo, é muito importante entender as particularidades do cenário em que pretende atuar. De acordo com uma pesquisa realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em 2016, quando o assunto é serviço contábil, mais da metade dos pequenos empresários preferem pagar mais por um trabalho mais completo.

Em tempos de economia constante, onde cada vez mais empresas buscam reduzir custos e simultaneamente manter a qualidade da gestão organizacional e de seus produtos e serviços, esse tipo de decisão é considerada uma grande oportunidades de negócio para os contadores.

É por isso que os profissionais da área têm buscado formas de garantir ganhos financeiros no segmento contábil, e se comprometem a ajudar tantas empresas a se manterem no mercado.

Mas antes de tudo, fique atento. É preciso detalhar com bastante cautela o que você pode oferecer aos seus clientes, de modo que eles tenham ciência do real valor do serviço prestado, contribuindo para que ele cresça e evolua, enquanto você amplia suas possibilidades de atuação e ganho.

Depois de entender quais atividades podem ser executadas de maneira personalizada, é o momento de traçar os caminhos possíveis para a ação e preparar seu escritório contábil.

Porque contratar uma Assessoria Contábil?

Os profissionais que ocupam cargos de decisão dentro de uma empresa devem ficar atentos a algumas vantagens de optar por uma assessoria contábil.

Um dos pontos mais importantes que qualquer empresa precisa saber é que o especialista na área irá contribuir diretamente com a implementação de melhorias que agregam valor ao negócio e ainda auxiliam no aperfeiçoamento das diversas atividades executadas dentro da organização.

Mas as vantagens não param por aí! Confira outros benefícios que influenciam diretamente na contratação e que podem ser úteis no processo argumentação com o seu futuro cliente:

  • Oferece uma visão mais ampla do negócio, abrangendo os aspectos internos e externos;
  • Auxilia na escolha do regime tributário ideal;
  • Contribui para a tomada de decisões mais assertivas para o negócio;
  • Disponibiliza ferramentas para fazer comparações com empresas concorrentes.
  • Incentiva o desenvolvimento de ações mais racionais dentro das organizações, pautadas na realidade do mercado e da lei.

Gostou das dicas e quer aprofundar ainda mais seus conhecimentos na área? Então aproveite para conhecer também os seis passos para ser um empreendedor contábil. O entendimento de cada um deles é fundamental para que você comece o seu negócio o quanto antes.

Confira também o relato do aluno IPOG que alcançou sucesso profissional ao empreender na área contábil.


Artigos relacionados

Consultoria Contábil: como garantir ganhos financeiros? A busca pela lucratividade e pelo aumento de vendas, principalmente em tempos de instabilidade econômica, são alguns dos principais motivos da crescente demanda por consultoria contábil.  É evidente que as empresas sempre precisarão de um consultor contábil pa...
Saiba mais sobre as sanções políticas tributárias As sanções políticas tributárias, também conhecidas como meios indiretos coercitivos de cobrança, são quaisquer imposições ou limitações de ordem administrativa, ainda que estabelecidas em lei, que obstem o exercício de direitos das pessoas físicas ou jurídica...
Finanças Corporativas: atenção para o reenquadramento tributário Enquanto o orçamento doméstico se apresenta como uma verdadeira montanha russa no decorrer do ano, com altos e baixos de acordo com as contas a pagar, as empresas que ficam atentas ao planejamento financeiro conseguem se organizar com maior facilidade. O empre...

Sobre Fellipe Guerra

Contador, consultor empresarial, especialista em SPED e professor do curso de MBA Contabilidade e Direito Tributário do IPOG.

Comentários