Consultoria: Deixe o seu legado
2 minutos de leitura
11 de Maio de 2017

Consultoria: Deixe o seu legado

Muito se ouve falar em consultoria, mas o que poucos sabem é que um consultor pode atuar em inúmeros setores dentro de uma empresa. Este profissional está apto a identificar, prevenir e auxiliar na correção de problemas dentro da empresa. Ele pode fazer trabalhos temporários ou de forma continuada, depende muito da necessidade do empresário.

Pedimos para o especialista em estratégias e coordenador do curso Gestão de Negócios, Controladoria e Finanças do IPOG, Camilo Cotrim, descrever e analisar o mercado de consultoria. Para ele, esta área é promissora, porém é preciso cautela e muito preparo profissional. O coordenador alerta, também que, entrar no ramo sem uma especialização profunda na área e sem densidade técnica podem fazer com que a sua carreira afunde, ao invés de prosperar.

“Você precisa entrar numa empresa, cobrar pelo seu trabalho, mas, em contrapartida, deixar algo em troca. Fazer com que a empresa se beneficie do seu serviço. Quanto mais empresas beneficiadas, mais clientes terá. Afinal, tudo que é bom se propaga sozinho”, afirma o coordenador.

Uma das formas de prosperar na profissão é conseguir alcançar o objetivo de se contratar um consultor: ajudar a empresa a diagnosticar, solucionar problemas pontuais e alcançar resultados positivos. Por isso, para você que pensa em seguir a carreira de consultor o coordenador dá três dicas primordiais:

  • Faça SEMPRE um relatório de chegada: Neste relatório você irá apontar os diagnósticos feitos, descrever os gaps encontrados na empesa e a situação que ela estava quando iniciou o trabalho de consultoria;
  • Não se esqueça de fazer uma relatório de saída: É com este relatório que você irá demonstrar a efetividade do seu trabalho. É com ele que o empresário saberá os resultados do serviço prestado, verá a prosperidade da empresa e saberá se valeu a pena ter te contratado ou não;
  • FOQUE em algo: Ser consultor é o que você realmente almeja ser? Então foque em qual ramo irá prestar a consultoria, estude profundamente este ramo e faça uma carta de clientes. É importante iniciar em uma carreira de transição, ou seja, ter um trabalho que lhe sustente e ingressar aos poucos como consultor. Esta profissão cresce à medida que o seus clientes aumentam. Aqui ainda vale, na maioria das vezes, as indicações, por isso é comum ter um crescimento lento no começo da carreira.

Em 2015 a Associação Brasileira de Consultores (ABCO) publicou a pesquisa Perfil da Consultoria no Brasil 2015, respondida por mais de 900 consultores de todo o país, a qual revelou que os consultores com graduação, MBA’s e especialização são 71,5%.


Artigos relacionados

Gestão do Tempo: Melhore suas práticas e se torne mais eficiente! Já teve aquela impressão de que 24 horas são insuficientes para cumprir com todos os compromissos do dia?! Se esse sentimento é frequente na sua rotina, vai aí uma dica do coordenador do MBA a distância em Gestão Empresarial, Inovação e Estratégia Competitiva ...
Dia do Profissional de RH: um bate-papo com quem entende do assunto! Eles são a voz das pessoas no ambiente de trabalho. Escutam todo mundo, e fazem o possível e o impossível para transformar a empresa em um lugar mais feliz, sustentável e desenvolvido. Você já sabe de quem estamos falando? Sim, deles mesmos! Os companheiros de...
9 características de empreendedores de sucesso: qual delas você tem? O coordenador do MBA Empreendedorismo e Inovação do IPOG, Joe Weider, conduziu uma jornada empreendedora na capital goiana, e nós claro acompanhamos tudo para trazer para você os melhores momentos. Durante sua palestra, Joe fez um balanço sobre as principais c...

Sobre Camilo Cotrim

Formado em Administração de Empresas, pós-graduado em Estratégia, especialista em Finanças, mestrando em Contabilidade e Coordenador do curso de MBA Gestão de Negócios, Controladoria e Finanças Corporativas do IPOG.

Comentários