Como saber que chegou a hora de fazer uma pós-graduação?
5 minutos de leitura
30 de julho de 2018

Como saber que chegou a hora de fazer uma pós-graduação?

Como saber que chegou a hora de fazer uma pós-graduação

Uma reportagem publicada no Portal G1, chamou a atenção para a relação entre as pessoas que buscam estudo e qualificação e a média salarial delas no mercado. Os resultados de uma pesquisa que foram divulgados podem ajudar quem ainda está na dúvida se investe ou não em cursos de qualificação.

A pesquisa revela que quem faz uma pós-graduação tem chances de aumentar o salário em até 118%. Ou seja, esse pode ser um investimento na sua carreira!

Apostar em cursos de qualificação, como graduação e pós-graduação, pode impactar diretamente o salário dos profissionais em diferentes níveis hierárquicos.

No caso de profissionais com cargos de coordenação, por exemplo, a pós-graduação ou o mestrado/doutorado podem aumentar os salários em até 53,7% e 47,4%, respectivamente.

Já no cargo de analista, o mestrado ou doutorado pode aumentar o salário em 118%.

Por que fazer uma pós-graduação?

Segundo a psicóloga e coordenadora da Pós-Graduação em Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Coaching do IPOG, Cyndia Bressan, investir em uma pós-graduação é um diferencial por várias razões.

1) Conhecimento

Durante as aulas, você atualiza seus conhecimentos em relação ao que há de mais moderno em tendências e ferramentas na área em que atua ou na qual deseja atuar. Sem falar, que complementa o que você aprendeu durante a graduação.

2) Transição de carreira

Muitas pessoas fazem a graduação em uma área e até atuam nela por algum tempo. No entanto, depois de um certo tempo percebem que não querem mais trabalhar com isso ou que o mercado não está muito promissor para essa atuação.

Só que esses profissionais, na maioria das vezes, não querem fazer outra graduação. Portanto, a pós-graduação em uma área diferente ou correlata surge como uma excelente opção para que você tenha a oportunidade de trabalhar com aquilo que se alinha ao seu momento de vida e ao seu propósito, pontua Cyndia Bressan.

Como consequência, essa nova qualificação acabará por lhe gerar mais oportunidades no mercado, uma vez que você trabalhará com mais satisfação e empenho.

3) Crescimento organizacional

Fazer uma pós-graduação é uma maneira do profissional adquirir novos postos de trabalho, mais complexos, porque você amplia seus conhecimentos e, inclusive, pode obter uma promoção ou uma ascensão de cargo dentro da empresa, assumindo inclusive novos projetos.

4) Recolocação no mercado

A pós-graduação também é uma ótima oportunidade para quem perdeu o emprego e quer se qualificar para melhorar o currículo. A capacitação pode lhe ajudar a se tornar novamente o profissional que o mercado tanto procura.

Pós-graduação influencia no salário?

Segundo a 54ª edição da Pesquisa Salarial, conduzida pela Catho Educação com mais de 2 milhões de profissionais, de mais de 25 mil empresas em 4.063 cidades de todo país, em cargos de diretoria, por exemplo, a diferença salarial entre executivos que possuem pós-graduação ou MBA em comparação aos que não possuem essa formação, é de 47,2%.

No nível operacional ou de assistente, quem possui graduação pode ganhar até 25% a mais do que quem não tem curso superior.

“As organizações estão em busca de profissionais cada vez mais completos, por isso, investir em educação é o primeiro passo para atingir os objetivos de carreira. O mercado sempre reconhece os profissionais mais bem qualificados”, comenta o gerente da Catho Educação, Fernando Gaiofatto.

Em cargos operacionais, a graduação pode aumentar em 25% o salário, segundo a pesquisa.

Como o mercado enxerga o profissional que possui uma pós-graduação?

Quem busca uma pós-graduação demonstra ter:

  • foco;
  • vontade de estudar;
  • interesse por estar atualizado;
  • possibilidade de ter uma rede de networking mais interessante (a partir de pessoas da área que possa ter conhecido na pós-graduação);
  • preparo para atividades mais complexas (porque se preparou para isso)

É claro que cada vez mais pessoas têm uma ou até mais pós-graduações. Portanto, o mercado está sim cada vez mais exigente. Sendo assim, quem perde tempo e não faz uma pós-graduação, pode estar perdendo também oportunidades.

Portanto, segundo Cyndia Bressan, para você ser visto como um bom profissional, fazer uma pós-graduação é o mínimo. Pois isso mostrará que você tem o interesse por estar constantemente atualizado e busca crescer e fazer entregas diferenciadas dentro do seu trabalho na empresa.

Como escolher uma pós-graduação?

De acordo com Cyndia Bressan, isso depende de alguns fatores que você tem que pesar, como por exemplo:

  1. Eu estou satisfeito com meu trabalho hoje?
  2. Quero continuar nessa linha de atuação?

Se a resposta for sim para as duas perguntas anteriores, você deve partir para uma segunda etapa de análise. Questione o seguinte:

  • Eu já fiz uma pós-graduação na área do meu trabalho?
  • Se já tiver feito, seria interessante fazer uma pós-graduação em uma área correlata para agregar uma visão sistêmica ao meu trabalho?

Caso a resposta para as duas primeiras perguntas tenha sido “não”, ou, você até disse sim, mas no futuro já pensa em mudar de área de atuação,a dica de Cyndia Bressan é fazer um planejamento de carreira para o futuro.

“Eu sempre falo, a área de Gestão de Pessoas é uma área interessante porque seja você da área de vendas, produção, marketing ou saúde, você sempre terá que gerir pessoas. Nesse sentido, gerir pessoas é um ‘plus’ que você pode dar à sua carreira. Buscar uma pós-graduação nessa área vai lhe apoiar em uma carreira mais ampla, focada na gestão”, explica Cyndia Bressan.

Ainda estou em dúvida!

Para quem ainda está em dúvida se faz ou não uma pós-graduação, a dica da coordenadora é: avalie os pontos mencionados abaixo:

  1. Verifique o curso que você gostaria de fazer e como ele funciona: valores, local, etc.
  2. Lembre-se de checar a disponibilidade no horário das aulas. Muita gente não se preocupa com isso e depois alguns horários de trabalho acabam se chocando com as aulas. Em alguns casos, é necessário negociar com a empresa. Quando isso acontecer, a dica de Cyndia Bressan é que o aluno demonstre que está buscando um tempo de qualidade para realmente aprender sobre algo novo no mercado.
  3. Sobre o valor, avalie se sua empresa tem algum programa de bolsa ou subsídio, isso te ajudará no seu planejamento financeiro.
  4. Também vale a pena verificar a quanto o seu salário poderá chegar depois que você concluir a pós-graduação. Nas empresas públicas, por exemplo, existe um programa de aumento salarial devido à instrução e cursos. Você termina a especialização, apresenta o seu diploma e tem um aumento salarial.
  5. Mas se você não é funcionário público, como fazer essa conta? Cyndia Bressan orienta que o profissional dê uma olhada nos cargos em que deseja atuar e a média de remuneração.

Feita essa análise, se pergunte: e aí, vai valer a pena? Percebendo o quanto vale, todo o preço e as “renúncias” que você vai precisar fazer durante o período de estudo vão compensar!


Sobre Cyndia Bressan

Mestre em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de Brasília/UnB. Possui graduação e licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará/UFC. Atualmente é docente, coordenadora dos cursos: MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching; MBA Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Resultados do IPOG

Comentários