Como desenvolver sua carreira em Gestão Industrial Farmacêutica?
3 minutos de leitura
02 de janeiro de 2018

Como desenvolver sua carreira em Gestão Industrial Farmacêutica?

Antes de falarmos sobre Gestão Industrial Farmacêutica, você sabia que  a indústria farmacêutica é uma área de grande interesse para o desenvolvimento de carreira devido ao crescimento do setor, oportunidades de ascensão profissional, aprendizado contínuo, valorização profissional e remuneração atrativa. Dados divulgados pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) revelaram que as contratações na indústria farmacêutica aumentaram 20% no último ano.

Enquanto outros setores da economia precisaram dispensar funcionários, a indústria farmacêutica se posicionou na contramão desse cenário e contrata profissionais qualificados que, além da parte técnica, estão preparados para atuar com excelência na gestão industrial farmacêutica.

Se você está buscando orientações de como desenvolver sua carreira para atuar na gestão industrial farmacêutica, continue lendo deste post.

Crescimento do mercado farmacêutico

A indústria farmacêutica mantém um crescimento acelerado e gera resultados positivos na economia mundial. No Brasil, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o setor movimentou R$ 63,5 bilhões em 2016 com a venda de 4,5 bilhões de embalagens de produtos. O país ocupa a 8ª posição no ranking mundial do mercado farmacêutico e tem expectativa de atingir a 5ª posição em 2021, conforme previsão da Interfarma.

Áreas de atuação

Um gestor industrial farmacêutico pode desenvolver a sua carreira em diferentes áreas da indústria, as principais são:

Quais habilidades o profissional deve ter para atuar na Gestão Industrial Farmacêutica?

O profissional deve se preparar para assumir cargos de nível estratégico ou tático. Para isso, deve ter as seguintes habilidades:

  • Conhecimento técnico e de gestão;
  • Liderança e comunicação;
  • Capacidade de negociação;
  • Conhecimento multidisciplinar, não focar apenas na parte técnica;
  • Especializar e estudar continuamente.  O IPOG oferece o MBA Gestão Industrial Farmacêutica que é ideal para o seu aprimoramento profissional.
  • Acompanhar as tendências do mercado industrial;
  • Identificar tecnologias;
  • Ter uma visão inteligente de mercado;
  • Ser inovador;
  • Inglês fluente;

Requisitos básicos para ser um gestor na indústria farmacêutica

Para atuar na gestão industrial farmacêutica é imprescindível ter conhecimento aprofundado nas seguintes áreas:

  • Gestão industrial;
  • Gestão de projetos e processos;
  • Gestão de pessoas;
  • Planejamento e controle de produção;
  • Garantia da Qualidade;
  • Controle da Qualidade;
  • Registros e Regulatórios;
  • Desenvolvimento de medicamentos e embalagens;
  • Normas nacionais e internacionais de Boas Práticas de Fabricação;
  • Legislações farmacêuticas e normas reguladoras do setor;
  • Excelência Operacional (OPEX);
  • Mercado de medicamentos;
  • Gestão de estoque;
  • Logística farmacêutica;
  • Compliance;

Lembrando que dominar esses conhecimentos não é um diferencial, é requisito básico.

Especialize-se em Gestão Industrial Farmacêutica

A indústria farmacêutica tem muitos desafios diários para se consolidar no mercado e manter o crescimento de forma competitiva com uma produção que incorpora qualidade, inovação e eficiência em seus produtos, processos e métodos.

A área da gestão industrial farmacêutica é muito valorizada profissionalmente. Para seguir carreira nesse setor, o profissional precisa ser muito qualificado e não pode ficar preso somente em conhecimentos técnicos específicos do desenvolvimento e produção de medicamentos, mas também precisa saber gerir toda a área técnica de forma estratégica para o negócio.

A busca contínua de conhecimento é um fator decisivo e está intimamente ligada ao crescimento profissional do gestor industrial farmacêutico. Para obter sucesso profissional e atingir seus objetivos de carreira na área de gestão industrial farmacêutica, é essencial ter uma pós-graduação nessa área.

Conheça o MBA em Gestão Industrial Farmacêutica do IPOG e saiba como funciona o sistema nacional de vigilância sanitária, legislações aplicáveis, patentes internacionais, controle de qualidade físico-químico e microbiológico, garantia da qualidade, controle de projetos, todo arcabouço regulatório, ferramentas, técnicas e conhecimento de gestão necessários para que a indústria funcione plenamente de acordo com a legislação em vigor no Brasil. O profissional de alta performance, que detém de conhecimento técnico e de gestão ganha destaque e reconhecimento profissional.

E aí, você gostou desse post? Aproveite então para saber quais são os desafios da liderança para o crescimento da indústria farmacêutica.

Artigos relacionados

Professora do IPOG ministra palestra sobre ‘Qualidade e Acreditação e o Futuro das Organizações de S... A professora do curso de Gestão da Qualidade e Acreditação em Saúde do IPOG, Gilvane Lolato, ministrou uma palestra gratuita sobre o tema ‘Qualidade e Acreditação e o Futuro das Organizações de Saúde’. O evento aconteceu na última quinta-feira, dia 24/01, no a...
Indústria Farmacêutica: um mercado em constante ascensão Mesmo diante da instabilidade econômica do Brasil, a indústria farmacêutica se destacou e continuou em constante ascensão no mercado econômico. Esse crescimento foi impulsionado pelo aumento da expectativa de vida, maior preocupação com a saúde, avanços tecnol...
Como o acompanhamento farmacoterapêutico contribui para melhorar a saúde do paciente usuário de medi... Mesmo após as orientações realizadas por médicos durante uma consulta e pelo farmacêutico no momento da dispensação do fármaco, ainda não são suficientes para garantir que o paciente faça o uso correto dos medicamentos em casa. Para evitar qualquer problema de...

Sobre Roberta Simões

Farmacêutica, Mestre e Doutora em Farmacologia, Anestesiologia e Terapêutica pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e coordenadora do curso de pós-graduação em Gestão Industrial Farmacêutica.

Comentários