Dia do médico: como desenvolver o seu potencial humano para lidar com os desafios da profissão?
5 minutos de leitura
18 de outubro de 2017

Dia do médico: como desenvolver o seu potencial humano para lidar com os desafios da profissão?

No dia 18 de outubro comemora-se o Dia do Médico. A medicina é uma das áreas profissionais mais nobres do mundo. Servir a humanidade é um gesto grandioso e louvável.

Se você é um médico, parabéns pela profissão e pelo seu dia!

Mesmo sendo uma profissão de prestígio, o exercício profissional, por diversos fatores, é cheio de desafios e preocupações que deixam a rotina exaustiva. A boa notícia é que esses desafios podem ser transformados em oportunidades para você se desenvolver e ser melhor a cada dia.

Você já perguntou como desenvolver integralmente o seu potencial humano para lidar com os desafios da profissão?

Para ser um bom médico é preciso ter muitas qualidades: conhecimento técnico, habilidades de comunicar e relacionar, liderança positiva, compaixão, resiliência e valores duradouros que são vitais para ter uma profissão madura, autoconsciente, autocrítica e autoconfiante.

O mundo precisa de bons médicos. O segredo para ter sucesso é identificar soluções sustentáveis ​​para a profissão e equilibrar a necessidade de lidar com todos os desafios e problemas que rodeiam a profissão por meio do desenvolvimento integral do seu potencial.

Médico e o Desenvolvimento integral do potencial humano

Desenvolver integralmente o seu potencial te prepara para ter equilíbrio e lidar com os desafios e mudanças da sua vida pessoal e profissional. O autoconhecimento e a sua relação no ambiente que está inserido contribui para o seu florescimento e evolução para conquistar a felicidade e plenitude.

Para te ajudar a desenvolver essa competência, você precisa também ter outras inciativas importantes. Confira:

Resiliência

Ser resiliente não é somente ter a capacidade de adaptar às mudanças e lidar com os problemas da vida profissional e pessoal, mas também, como se preparar, renovar e recarregar as energias no dia a dia.

O excesso de trabalho e ficar por muito tempo na zona de estresse afeta o equilíbrio físico e mental, por isso tenha hábitos saudáveis, pratique atividades físicas, alimente-se corretamente e cultive o lazer e hobbies.

O descanso é essencial para renovar e recarregar as energias. Um médico resiliente é um médico descansado. Coloque o descanso em sua rotina, durma mais, tire um tempo para fazer nada, exatamente, nada. Nesse momento, não fiquei de olho no celular, não pense em trabalho, pense em você, ou então, não pense em nada. Deite e relaxe. Esse é o seu momento de contribuir com a sua saúde, bem-estar e a capacidade de ser melhor a cada dia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define que “o bem-estar é quando alguém percebe seu próprio potencial, pode lidar com os estresses normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e frutífera, e é capaz de contribuir para ela ou sua comunidade”.

Pratique a autocompaixão. Cuide bem de você para conseguir cuidar melhor do outro.

Relacionamento

Ninguém faz nada sozinho. Você precisa ter um bom relacionamento com pacientes e todos os membros da equipe hospitalar – da profissional de limpeza até a alta gestão.

A construção do relacionamento profissional é pautada no respeito mútuo. Manter um relacionamento saudável com a equipe faz com que o trabalho seja mais gratificante e garante uma sinergia alinhada com as atividades profissionais realizadas.

Boas relações com outros médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde fortalecem a relação médico-paciente e melhoram o atendimento ao paciente. Isso é um ciclo, se você é agradável e tem um bom relacionamento com os membros da sua equipe, eles serão agradáveis com os pacientes também.

Ensinar e aprender

Trabalhe de forma que possa ensinar e aprender. Compartilhar conhecimentos e acompanhar o quanto alguém aprendeu e cresceu diante das suas orientações é gratificante. Ouvir e aprender contribui com o seu crescimento pessoal e profissional.

Humanização

No momento de incertezas, sofrimento, tristeza e ansiedade você é a pessoa fundamental para garantir o alívio, conforto e gerar segurança, confiança e esperança para o paciente.  A relação humana deve ser baseada na confiança e respeito, independente da classe social, cor e gênero.  A humanização na prática médica requer uma maior aproximação com o paciente.

Um atendimento humanizado exige uma comunicação eficaz, com abertura para ouvir pacientes, respeitar suas opiniões, responder os questionamentos de forma clara e compreensível e mantê-los informados sobre o seu quadro clínico.

A humanização dá sentido à medicina e é um gesto grande e nobre. Resgate diariamente a humanização no atendimento ao paciente, coloque em prática o amor, o afeto e a empatia com o próximo e dissemine essa cultura com toda a equipe hospitalar.

Um atendimento humanizado com o paciente exige um relacionamento baseado no respeito, confiança, transparência e boa comunicação entre todos os profissionais da saúde envolvidos. Sua equipe precisa estar centrada nas necessidades dos pacientes, a ponto deles se sentirem parte daquele grupo, uma relação de afeto.

A mecanização da medicina não consegue diagnosticar tudo que acontece com o paciente, principalmente ao que se refere aos fatores psicológicos, sociais e culturais.  Veja o paciente como um ser humano, que no momento encontra-se  frágil, precisando além do seu conhecimento profissional, mas também necessitando do seu lado humano, através do diálogo, atenção e proteção.

Saiba ouvir, sorrir, olhar nos olhos, dedique mais tempo para escutar e conversar com o seu paciente, escute suas reclamações e histórias. Estabeleça uma relação próxima com os familiare. São as pequenas atitudes que fortalecem os relacionamentos e criam uma conexão poderosa e humanizada com os pacientes.

Liderança positiva

O modo de como relacionar, agir e liderar a sua equipe tem um impacto significativo no desenvolvimento do trabalho e na experiência do paciente e nos resultados dele.

A prestação de serviços de saúde depende de esforços coletivos de diversos profissionais da saúde, como enfermeiros e auxiliares. E o médico, além das suas funções e conhecimentos técnicos científicos relacionados à saúde, tem o papel de liderar.

Você precisa desenvolver a liderança positiva para olhar positivamente e valorizar o potencial de crescimento da sua equipe.

Inteligência Emocional

A inteligência emocional requer habilidades para gerenciar suas emoções e compreender os sentimentos do grupo que está envolvido. Não é apenas a capacidade de lidar com problemas e estresse, mas poder prosperar mesmo em momentos difíceis.

Por isso é fundamental desenvolver o autoconhecimento, autocontrole, automotivação, empatia e habilidade de relacionar-se para controlar suas emoções e tomar as melhores decisões.

A medicina pode ter uma rotina exaustiva, com momentos de estresses e preocupações, porém, mais do que nunca, você precisa ter uma postura integralmente desenvolvida para garantir o seu bem-estar emocional, resiliência e capacidade de desenvolvimento para exercer sua profissão em plenitude.

Médico, você é capaz de desenvolver seu potencial humano e viver em plenitude. Parabéns pelo seu dia!

 


Artigos relacionados

Gestão em sistemas de saúde no Brasil: tudo que você precisa saber para atuar nesta área Ao mesmo tempo em que a saúde no Brasil se desenvolve com os avanços da tecnologia e da ciência, com novas instituições e tratamentos de saúde mais resolutivos, também temos um cenário de retrocesso, visto que muitas unidades de saúde se encontram em péssimas ...
Entenda como funciona a Avaliação Neuropsicológica Infantil Avaliação Neuropsicológica Infantil é um ramo da 'Neuropsicologia' que é uma importante área da psicologia em plena expansão no país. É uma ciência que estuda de modo aprofundado o funcionamento cerebral, os processos cognitivos superiores e suas relações com ...
15 dicas para gerenciar custos em uma unidade de saúde Gerenciar os custos de uma unidade de saúde não é uma das tarefas mais fáceis. A ordem do atual cenário econômico é economizar. Os gestores de instituições de saúde encaram diariamente o desafio de gerenciar custos dos hospitais para garantir a sustentabilidad...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários