Professora do IPOG ministra palestra sobre ‘Qualidade e Acreditação e o Futuro das Organizações de Saúde’
3 minutos de leitura
29 de janeiro de 2018

Professora do IPOG ministra palestra sobre ‘Qualidade e Acreditação e o Futuro das Organizações de Saúde’

A professora do curso de Gestão da Qualidade e Acreditação em Saúde do IPOG, Gilvane Lolato, ministrou uma palestra gratuita sobre o tema ‘Qualidade e Acreditação e o Futuro das Organizações de Saúde’. O evento aconteceu na última quinta-feira, dia 24/01, no auditório do IPOG, e contou com a participação de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, gestores hospitalares e outros profissionais que atuam na área da saúde.

Confira nesse post as principais informações apresentadas na palestra pela especialista

Qual influência da qualidade e Acreditação com o futuro das organizações de saúde? Essa foi uma das perguntas respondidas pela especialista durante o evento. A professora iniciou a palestra com reflexões do cenário atual das instituições de saúde e apontou os desafios enfrentados por gestores para oferecer a cada vez mais um serviço com alta qualidade para os pacientes.

Gilvane Lolato discutiu sobre a essencialidade da Acreditação em organizações de saúde, seja em hospitais, clínicas, operadoras de planos de saúde, para a avaliação, busca de melhorias contínuas e certificação da qualidade dos serviços de saúde com foco na segurança do paciente.

A professora reforçou que a Acreditação evidência mais credibilidade e, consequentemente, gera mais retorno para a instituição de saúde.

Qualidade como um caminho sem volta

Durante a palestra, Gilvane Lolato enfatizou que a qualidade, além de ser requisito básico de qualquer instituição de saúde, é um caminho sem volta e a única certeza do futuro sustentável de qualquer negócio.

A qualidade dos serviços de saúde deve ser aplicada diariamente como uma ferramenta de gestão para alcançar a excelência na segurança do paciente e é a solução para resolver, ou pelo menos amenizar, todas as deficiências no setor da saúde que o país enfrenta.

Desenvolvimento da liderança como um fator crítico para a implantação e manutenção da Qualidade e Acreditação

Além disso, a especialista do IPOG também apresentou os principais modelos de Acreditação válidos no Brasil e sua aplicação em diversas instituições de saúde. Diante disso reforçou que o sucesso da implantação e manutenção da qualidade e da Acreditação dependente, em primeiro lugar, do comprometimento da liderança e de uma gestão inovadora que realmente acredita que o sucesso da organização está diretamente ligado com a somatória de qualidade, melhoria contínua e ações bem-sucedidas.

Comprometimento dos colaboradores para a Qualidade diária

Dentre os assuntos discutidos, abordou também sobre a importância do envolvimento e comprometimento de todos os colaboradores para o exercício diário da profissão com qualidade.

É preciso promover uma transformação de cultura de qualidade associada à valorização pessoal e profissional em todo o quadro de colaboradores. Seguir à risca todos os procedimentos operacionais padrões e as boas práticas deve ser uma ação natural e não imposta. O grande desafio dos gestores é investir em pessoas da maneira certa.

Visão organizacional associada à Qualidade e Segurança

A especialista destacou a importância da visão organizacional estar totalmente alinhada e integrada com a qualidade na prestação do serviço e na segurança do paciente. A qualidade deve estar inserida no cerne da visão, missão e valores da instituição, e mais do que isso, ser colocada verdadeiramente em prática.

As políticas institucionais, princípios, metas e objetivos devem ser compartilhadas e fazer parte de todos os níveis da organização, do operacional ao estratégico. Isso é gestão integrada em saúde.

A especialista também destacou a seriedade no cumprimento de protocolos, processos e procedimentos e também na promoção de estímulos para a mudança de hábitos em prol da qualidade e segurança do paciente.

A professora do IPOG pontuou que foi muito satisfatório compartilhar informações de um tema tão necessário e emergente para a saúde no Brasil e que o futuro das organizações de saúde depende de um serviço de qualidade ‘acreditado’ pela sociedade.

Se você não participou dessa palestra ou se participou e quer se capacitar para atuar na implantação das ferramentas de qualidade e do processo de Acreditação em instituições de saúde, conheça o curso de curta duração do IPOG em Gestão da Qualidade e Acreditação em Saúde e invista no seu futuro profissional e contribua par ao avanço da saúde no Brasil.

Artigos relacionados

Conheça a importância das Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos (BPF) na indústria farmacêutic... O mercado de medicamentos tem apresentado um expressivo crescimento mundial. E o Brasil segue esse mesmo ritmo. Dados da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) revelam que, no ranking mundial do mercado farmacêutico, o país ocupa a 8ª po...
Para que serve a Avaliação Neuropsicológica? A Neuropsicologia é uma área de interface entre a Psicologia e a Neurologia. De um lado há o estudo detalhado do sistema nervoso e do outro há a análise do comportamento humano e dos processos psicológicos. A Neuropsicologia visa entender de que forma o funci...
Você sabe o que é Perícia de Tráfego? Quando uma pessoa está em processo para emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), uma das etapas é a realização de exames médicos obrigatórios, como visão, audição, respiração e pulsação. O profissional responsável por esses exames é o Perito Médico d...

Sobre Gilvane Lolato

Graduada em Administração de Empresas UGF, MBA Gestão em Saúde, Controle de Infecção pela INESP, Especialista em Qualidade e Segurança do Paciente pela Universidade Nova de Lisboa, Portugal. Atua na gestão da qualidade em saúde há mais de 10 anos onde também é docente. Gerente de Educação da ONA. Fellowship ISQua. Mestranda no Instituto Avedis Donabedian – Espanha. Professora do IPOG

Comentários