7 Lições de marketing aprendidas com as startups
3 minutos de leitura
13 de dezembro de 2017

7 Lições de marketing aprendidas com as startups

As startups – novos modelos de negócios que buscam um nova forma de resolver um problema no mercado – têm conquistado projeções bilionárias nas últimas décadas. Em seu escopo trazem uma nova forma de se fazer algo já consagrado na sociedade, agregando facilidades. Como exemplo podemos mencionar o AirBnB, que revolucionou a forma de se conseguir acomodações durante as viagens; o Uber, que sistematizou a carona remunerada; entre outras ideias inovadoras que vem surgindo nos últimos tempos e ganhando projeções globais. Para conquistar tamanha repercussão, as startups também se amparam nas ações de marketing.

Mas como são pouco capitalizadas no início de suas trajetórias, acabaram por desenvolver mecanismos eficientes e econômicos para fortalecer sua presença de mercado e tornarem-se devidamente conhecidas.

Trazemos a seguir algumas das ideias que observamos serem comuns às startups, no início de suas trajetórias, e que foram cruciais para potencializarem seus resultados, e atrair grandes investidores que proporcionaram suas rápidas ascensões. Inspire-se nas boas práticas!

7 lições maravilhosas do marketing

1. Otimize sua equipe

Toda ideia embrionária não precisa de uma grande equipe para desenvolvê-las, mas de grandes mentes em menores quantidades. Isso significa que é preciso investir em uma equipe de marketing enxuta, mas de alta performance. Aproveite a equipe de tecnologia da informação ligada ao seu projeto e peça que desenvolvam um software que cuide da automação do marketing online, tendo como base  os pontos principais levantados pela equipe. A vantagem de uma equipe enxuta é a de se otimizar etapas e deixar o trabalho mais rápido e flexível.

2. Faça mais com menos

Partindo do mesmo princípio da otimização da equipe, olhe para o desenvolvimento de seus projetos tendo a certeza de que eles precisam agregar valor real à empresa, demandando poucos recursos. Toda ideia em seu início acaba levando ao desenvolvimento de projetos paralelos, nem sempre essenciais para o conceito principal trabalhado. Recuse atalhos e vias sem saída. A pergunta a ser feita antes de dedicar tempo e recursos no desenvolvimento de uma ideia é: quais resultados ela me trará imediatamente?

3. Presença digital de relevância

A presença nas redes sociais tem sido um forte apelo para as marcas, ajudando-asem suas projeções. Cabe à equipe de marketing decidir com critério quais as redes sociais que melhor agregam valor à empresa e concentrar esforços nas mais estratégicas. Não compensa estar presente em todas as redes mesmo que elas não sejam as mais eficientes para a marca, só para não “perder” espaço para o concorrente. Melhor estar bem posicionado em uma rede relevante, do que fazer um trabalho ineficiente em todas as demais.

4. Invista na criação de softwares personalizados

Para dar mais fôlego e munir de informações relevantes a reduzida equipe de marketing, invista em softwares customizados que permitam boa parte da automatização do trabalho de marketing online. Uma ideia é aproveitar o planejador de palavras-chave do Google para conferir as sugestões de palavras relevantes para se apropriar delas. Dessa forma, fazer também a exclusão daquelas que são irrelevantes para seu negócio. Trabalhar melhor o ranqueamento na internet, tendo como meios os softwares para auxiliá-lo vai permitir maior assertividade.

5. Utilizando as ferramentas do Facebook de forma estratégica

O Facebook é uma rede social que oferece inúmeros mecanismos para a atuação da equipe de marketing. Dois métodos podem ser adotados para dar maior dinâmica ao trabalho do marketing: o remarketing que mapeia o tráfego de maior qualidade possível para se obter via rede social; e o targeting, que é a indicação do próprio facebook de novos usuários que demonstram interesse em serviços similares ao seu.

6. Teste a eficácia das suas ideias

Não presuma que uma ideia tenha sucesso garantido. Teste sempre, de forma a envolver poucos recursos, o potencial para o seu desenvolvimento, sua aceitação. Todas as ideias, das menores às mais audaciosas, precisam ser colocadas à prova para serem aprimoradas. Portanto, antes de propor melhorias ao produto, coloque em campo uma campanha que mapeie quais os rumos devem ser tomados.

7. Aposte no SEO

Use e abuse das técnicas de SEO para melhorar sua presença nos mecanismos de buscas como Google. Tenha uma página veloz, com boa navegabilidade e rastreabilidade para proporcionar a melhor experiência ao internauta e provocar seu retorno. Uma das apostas para conquistar leads é investir em um conteúdo autoral, de boa qualidade e bem ranqueado conforme as técnicas de rastreabilidade digitais.

Quer se inspirar em ideias de desenvolvimento para startups? Clique aqui

Que tal conhecer as principais ferramentas de inteligence business? Veja

 


Artigos relacionados

Como as empresas se renderam ao Marketing Digital? Recorrendo aos conhecimentos da autora Martha Gabriel - especialista em Marketing Digital e Educação - e fazendo uma releitura de seus ensinamentos sobre a área: “O marketing sempre foi e sempre será aquela atividade que busca trocar e agregar valor à marca, ...
Dia do Publicitário: profissional que usa a criatividade para construir sonhos No dia 01 de fevereiro comemora-se o Dia do Publicitário, uma data para honrar e reconhecer o trabalho de profissionais que usam a criatividade para construir sonhos. Esta é a data dos profissionais descolados, ousados, antenados e que se reinventam todos os ...
A diferenciação com forma de sobrevivência no mercado A sobrevivência de uma empresa diante da concorrência é um fator que domina a mente de empreendedores que buscam fazer suas ideias prosperarem em um cenário acirrado e competitivo. Portanto, estivemos frente a frente com o consultor para Inovação e Diferenciaç...

Sobre Bruno Perin

Graduado em Administração, empreendedor serial, investidor, palestrante, escritor e professor do MBA Empreendedorismo e Inovação do IPOG.

Comentários