Por que o projeto luminotécnico é tão importante?
2 minutos de leitura
15 de dezembro de 2016

Por que o projeto luminotécnico é tão importante?

IPOG, Projeto luminotécnico

Você já parou para pensar o quanto o Projeto Luminotécnico é importante no gerenciamento de projetos?

Antigamente, a ideia que se tinha sobre os projetos luminotécnicos era que primeiro se trabalhava com a arquitetura para depois aplicar a luz. Esse pode ser até um processo válido, mas, os projetos luminotécnicos vêm se modificando ao longo dos anos e a evolução tecnológica possibilitou o surgimento de materiais mais sustentáveis e diferentes tipos de iluminação com diversos efeitos.

Além disso, o conceito de boa iluminação vem necessitando de profissionais especializados em desenvolver um raciocínio específico para cada ambiente – Lighting Designer – e que são responsáveis pela junção da arquitetura e da luz, tornando o espaço mais rico e primoroso. Seu olho clínico é crucial para imaginar como a luz pode modificar o ambiente e como ela pode oferecer uma estética e uma estilística melhor ao espaço.

No entanto, para cada tipo de arquitetura se raciocina a luz de uma forma. Ou seja, uma arquitetura esportiva, necessita de uma luz esportiva, que é totalmente diferente de uma luz residencial. Por isso a importância de um profissional capaz de identificar as necessidades de cada ambiente. “A luz não significa só ser o uso da lâmpada, mas o uso da luz como intenção do projeto para tornar o ambiente mais bonito, seguro, agradável e eficiente”, afirma o arquiteto e coordenador do MBA em Design de Interiores e do Master em Arquitetura & Lighting do IPOG, Lorí Crízel.

Assim, podemos compreender que o objetivo de qualquer projeto luminotécnico é andar em conjunto com a arquitetura e corresponder às vontades dos clientes. “Pois cada ambiente tem sua alma e parte da sua alma é a luz”, ressalta Lorí.


Artigos relacionados

MASTER BIM: conheça a metodologia que veio para inovar os projetos de arquitetura e engenharia! Se você, caro leitor, é um profissional da indústria AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção Civil), provavelmente já deve ter ouvido falar da metodologia BIM. Mas a conhece realmente e compreende a extensão de sua funcionalidade e importância para o planeja...
Professor do IPOG tem artigo premiado sobre novas formas de geração de energia Já pensou produzir em casa a energia elétrica que consome? Discutir sobre novas formas de geração de energia foi o objetivo do artigo do professor do IPOG Lanier Sampaio, apresentado e premiado durante o XXIV SNPTEE (Seminário Nacional de Produção e Transmissã...
Professora do IPOG participa da criação da Primeira Norma Brasileira de Elaboração de Orçamentos de ... A Professora do MBA Planejamento, Execução de Controle de Obras Públicas e do MBA Gerenciamento de Obras, Qualidade & Desempenho da Construção do IPOG, Inaiara Ferreira Marini, participou da comissão para a criação da Primeira Norma Brasileira de Elaboraçã...

Sobre Lorí Crízel

Arquiteto e Urbanista; Membro do Comitê Especial Europeu de Pós-Graduação tendo atuado em: Inglaterra, Escócia, País de Gales e França, entre outros; Coordenador de Cursos e do Programa de Viagens de Estudos Internacionais do IPOG; e Coordenador dos cursos de pós-graduação em Master em Arquitetura & Lighting e Design de Interiores - Ambientação e Produção do Espaço do IPOG.

Comentários