Por que vale a pena aprender sobre Gestão de Projetos de Engenharias e Arquitetura?
4 minutos de leitura
29 de Março de 2018

Por que vale a pena aprender sobre Gestão de Projetos de Engenharias e Arquitetura?

Antes de falarmos sobre a gestão de projetos, você sabia que com o mundo atual da globalização fazendo com que empresas de outros países venham comercializar seus produtos no Brasil, isso nos coloca frente a uma aceleração do nível de exigências? Cada vez mais se têm cobranças por maior produtividade das nossas empresas, além do controle de custos, prazo e qualidade.

Os profissionais são cobrados cada vez mais quanto a capacidade de identificar e explorar oportunidades de negócios.

Com a demanda cada vez maior por agilidade, produtividade, menores custos e prazos, menores riscos e maior qualidade, torna-se indispensável um modelo de gerenciamento baseado em prioridades e objetivos.

Dessa maneira, a gestão de projetos tem crescido de maneira tão acentuada no mundo, tendo como consequência a maior procura por profissionais com conhecimento em gestão e em ferramentas que possam melhorar os projetos em todos os níveis.

A novidade, complexidade e dinâmica ambiental são eventos do dia-a-dia das empresas, que necessitam de profissionais capacitados nestas questões.

O mercado em Gestão de Projetos

Particularmente, as empresas de engenharia e arquitetura, mais do que nunca, estão sendo cobradas por estes fatores. Além disso, outro fator que impulsionou a gestão de projetos, foi a economia brasileira que entrou em um ritmo de desaceleração, o que proporciona grandes oportunidades para quem estiver preparado para enfrentar esses novos desafios.

A demanda por mais infraestrutura, por mais habitações, por mais energia, dentre outros, tem causado, por um lado, empresas desejando investir, mas por outro lado, existem empresários com receio de fazerem novos investimentos, por conta da economia que reduziu o ritmo de crescimento do país.

A gestão de projetos é um conjunto de ferramentas gerenciais que permitem que a empresa desenvolva habilidades, incluindo conhecimento e capacidades individuais, dentro de um cenário de prazo, custo e qualidade predeterminados, minimizando os riscos, controlando melhor os gastos e atrasos de projetos.

Gestão de projetos na Engenharia e Arquitetura

Projetos em engenharia e arquitetura são normalmente afetados por diversos riscos, são caracterizados por terem um grande número de atividades que devem ser sequenciadas segundo as boas práticas para elaboração de projetos de engenharia e arquitetura.

São caracterizados também por serem projetos intensivos de mão-de-obra, com custos elevados e utilização de muitos recursos e diversos fornecedores. Integrar todos esses fatores, minimizando os riscos e custos, evitando atrasos, aumentando a qualidade dos produtos finais produzidos, gerenciando as entregas dos diversos fornecedores, são tarefas que o gestor de projeto deve lidar no seu dia-a-dia.

Portanto, para os profissionais de engenharia e arquitetura, evidentemente é muito mais complexo o gerenciamento de projetos, fazendo com que se esses profissionais estiverem capacitados em gestão de projetos voltados para suas áreas de atuação, a chance de obterem sucesso é muito maior. Não é a toa que a liderança é uma das habilidades que vêm sendo muito valorizadas nessa área no mercado.

A valorização do profissional

Os profissionais que possuem a certificação PMP (Project Management Professional) ou mais especificamente “Gerente de Projetos” do PMI (Project Management Institute ou Instituto de Gerenciamento de Projetos) são profissionais reconhecidos pelo mercado, pois foram aprovados em uma prova complexa, sendo que a certificação é reconhecida nacionalmente e internacionalmente. Isto significa que o  profissional pode trabalhar como gerente de projetos certificado em vários países.

As grandes empresas brasileiras já recorrem aos profissionais PMPs para gerenciar projetos complexos. A pesquisa de benchmarking realizada pelo PMI Brasil em 2013, com mais de 400 empresas, grandes e pequenas, públicas e privadas, revelou que:

  • 61% das empresas possuem o cargo de Gerente de Projetos
  • 31% das empresas exigem que os Gerentes de Projeto sejam certificados PMP
  • 48% ainda não têm essa exigência, mas a certificação é uma vantagem competitiva
  • 23% das empresas exigem que os Gerentes de Projetos de seus fornecedores sejam certificados PMP
  • 42% das empresas possuem salário dos PMPs entre R$ 9.000,00 e R$ 15.000,00
  • 21% possuem salários de PMPs entre R$ 15.000,00 e R$ 24.000,00

Atualmente, não só a experiência prática em projetos dos engenheiros e arquitetos é levada em conta no momento de uma contratação, mas também a certificação PMP é vista como um grande diferencial de qualidade.

Oportunidade de qualificação

Uma oportunidade para quem busca qualificação para atuar na área é MBA Gestão de Projetos em Engenharias e Arquitetura do IPOG. É importante salientar que o curso fornece aos alunos uma nova oportunidade de mercado quando comparado às tradicionais pós-graduações em engenharia civil, elétrica, mecânica, arquitetura, etc., pois permite que trabalhem como gerente de projetos em qualquer ramo da engenharia e arquitetura.

Sobre o PMI

O PMI é uma instituição fundada em 1969 nos Estados Unidos e seu principal objetivo é a divulgação das melhores práticas mundiais em gerenciamento de projetos. O PMBOK (Project Management Body of Knowledge ou Base de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos) elaborado pelo PMI descreve essas melhores práticas.

Apenas o conhecimento  do PMBOK não dará ao profissional as habilidades necessárias para uma boa condução de um projeto, pois ele não trata de ferramentas, aplicativos, softwares, etc.  Portanto, para ser um gerente de projetos completo é necessário, além do conhecimento das melhores práticas em gerenciamento de projetos, outras habilidades e conhecimentos, quais sejam, ferramentas de gestão e computacionais, que o curso proporciona.

O MBA Gestão de Projetos para Engenharias e Arquitetura do IPOG proporciona ao aluno os conhecimentos necessários para que ele possa gerir qualquer projeto de engenharia e arquitetura. Já são mais de 40 turmas em todo o Brasil, com 98% de satisfação dos alunos, o que demonstra a qualidade do curso e elevada aprovação de nossos alunos.

 

 


Artigos relacionados

Qual a relação entre Geociências, Arte e Ambiente? Workshop Internacional organizado por professor d... Geociências, Arte e Ambiente: é possível pensar uma interação entre estas áreas? Para o II Workshop Internacional Arte & Ciência – História e Resiliência da Paisagem, sim. Este é justamente o seu objetivo, promover um fórum de discussão que tenha como foco...
Por que existem tantos problemas em obras? Frequentemente vemos na imprensa notícias sobre obras com uma qualidade questionável. Em algumas, os problemas são tão graves que acabam culminando em tragédias. Mas por que será que isso acontece tanto, já que todas elas são, ou pelo menos deveriam ser, plane...
Quais as expectativas do mercado de trabalho para profissionais de Design de Interiores em 2017? O mercado de trabalho para o profissional que idealiza, planeja e organiza de maneira adequada e responsável os ambientes interiores de residência, comércio e espaços cenográficos, está em grande expansão, é o que garante grandes profissionais da área. Sabend...

Sobre Flavio Augusto Settimi Sohler

Pós-Doutor em Engenharia Civil-TUHH (Alemanha) e LNEC (Portugal); Cursou doutorado em engenharia civil na UFRGS; Doutor em Psicologia Organizacional pela PUC-GO; Mestre em Engenharia de Produção pela PUC-RJ; Pós-Graduado em Análise de Sistemas-PUC-RJ e Project Finance-USP; Graduado em engenharia civil pela PUC-RJ. Coordenador e Professor no IPOG no MBA Gestão de Projetos em Engenharias e Arquitetura; MBA Gerenciamento de Obras, Qualidade e Desempenho da Construção; MBA Projeto, Execução e Desempenho de Estruturas e Fundações; MBA em Negócios Imobiliários & Inteligência de Mercado

Comentários