Conheça 5 escolhas para a produtividade. Está preparado?
4 minutos de leitura
01 de fevereiro de 2018

5 escolhas para a produtividade

A Tecnologia da Informação ampliou imensamente nossas capacidades. Conseguimos acessar praticamente todo o conhecimento humano em questão de segundos. Podemos nos comunicar com qualquer pessoa em qualquer lugar. Com um simples toque na tela podemos comprar um livro e, imediatamente, começar a lê-lo. Atribuímos aos nossos smartphones uma esperteza maior do que a nossa. Essa deveria ser a Era da produtividade Extraordinária, mas não é.

A tecnologia digital transformou incontáveis processos, de todos os tipos, reduzindo significativamente tempo e custo. Mas ela não transformou o homem em um ser mais produtivo. Isso acontece porque, embora estejamos na Era do Conhecimento, ainda não nos livramos da Mentalidade da Era Industrial.

Era Industrial X Era do Conhecimento

Vejamos algumas diferenças radicais entre os trabalhadores da Era Industrial e os da Era do Conhecimento:

ERA INDUSTRIAL  ERA DO CONHECIMENTO
ESCOLHAS Poucas  Ilimitadas
DECISÕES Simples, de baixo valor Complexas, de alto valor
FERRAMENTAS Simples e diretas Complicadas e fontes de distração

Em termos comparativos, temos um número imenso de opções no trabalho. Escolhemos o que fazer, quando e como (Respondo esse e-mail? Aceito o convite para essa reunião? Trabalho agora nesse ou naquele projeto?).

Precisamos tomar decisões complexas, muitas delas de alto valor para a organização. Como por exemplo: a forma como um profissional de vendas decide usar seu tempo pode se traduzir em uma diferença de milhões de reais nos lucros da empresa.

Nossas ferramentas complexas podem fazer muito mais do que estamos preparados para fazer com elas. Seu potencial de aumentar nossa produtividade é ilimitado e, o mesmo vale para seu potencial de distração.

Corremos o risco de nos afogarmos em um tsunami de textos, e-mails e infinitas atualizações de sites de relacionamento e, de ser controlados por nossas próprias ferramentas e enterrados vivos em uma avalanche de informações.

Não podemos ignorar a realidade de que o cérebro humano é uma ferramenta esplêndida quando se concentra em uma ou duas tarefas por vez, mas sofrível quando se trata de lidar com muitas tarefas ao mesmo tempo.

As 5 Escolhas para a produtividade

Por essa razão, é bom que essas poucas coisas sejam as mais importantes,  as coisas certas. As 5 escolhas quando feitas consistentemente, garantem uma vida profissional e pessoal extraordinariamente produtiva, capaz não apenas de realizar tarefas, mas de realizar as tarefas certas.

Além disso, ajudam a distinguir as tarefas altamente importantes que transformarão sua vida pessoal e profissional das distrações e irrelevâncias sob as quais você corre o risco de ser enterrado vivo. Confira quais são elas:

ESCOLHA 1 – Atuar sobre o Importante, não reagir ao Urgente

Muitas pessoas acham que se conseguissem realizar suas tarefas mais rapidamente, seriam mais produtivas. Seu cérebro está refém das novas e constantes demandas e elas perderam a capacidade de distinguir o importante do irrelevante.

Por outro lado, as pessoas extraordinariamente produtivas não se limitam a reagir às “novas demandas”. Elas tem o cuidado de distinguir o importante do irrelevante (o que está inclusive entre as 4 Disciplinas da Execução) e agem de forma proativa, investindo seu tempo somente nas atividades que merecem seu melhor esforço e atenção.

Quando você faz a ESCOLHA 1, literalmente assume o controle sobre sua vida. Fica livre para criar seu futuro.

ESCOLHA 2 – Buscar o Extraordinário, não se conformar com o comum

Tendo feito a ESCOLHA 1 você já sabe claramente o que é ou não importante. É grande o número de pessoas que se acham “comuns” e se veem como meras peças de uma grande máquina organizacional. Falta-lhes uma visão clara e motivadora da contribuição extraordinária que poderiam fazer.

Pessoas realmente produtivas não se limitam a participar do jogo, elas mudam o jogo”

Não fazem o que os outros esperam delas, mas criam seu próprio futuro. Não são meras “descrições de cargos”, fazem a diferença como ninguém.

ESCOLHA 3 – Programar as pedras grandes, não se perder em meio aos cascalhos

Após fazer a ESCOLHA 2 e definir as coisas extraordinárias que pretende realizar, você está pronto para planejar como fará isso. Muitas pessoas vivem a vida no piloto automático, usam toda sua energia para dar conta do dia a dia e ficam frustradas quando percebem que nem isso conseguem fazer. Sua vida é apenas um fluxo constante de “cascalhos”, todos iguais.

As pessoas verdadeiramente produtivas planejam ativamente como usarão seu tempo e energia, investindo-o nas Pedras Grandes e não nos Cascalhos.

ESCOLHA 4 – Usar a tecnologia a seu favor, não ser controlado por ela

Você já tem o plano da ESCOLHA 3, mas é fácil permitir que as inúmeras atividades que demandam seu tempo e que chegam “virtualmente” a cada minuto o afastem do plano traçado.

Existem centenas de aplicativos que prometem aumentar a produtividade. Ironicamente, a tecnologia pode fazer justamente o oposto e atrapalhar a produtividade.

Mas você pode aproveitar essa mesma tecnologia e se tornar extraordinariamente produtivo. Pode criar um sistema que o ajude a manter o foco no importante e a eliminar o não importante. Pode usar a mídia social para transformar sua vida pessoal e profissional.

ESCOLHA 5 – Alimentar sua chama interior, não desperdiçar sua energia desgastando-se

Você já fez as ESCOLHAS 1, 2, 3 e 4. Já tem uma nova mentalidade, um novo plano e um novo sistema para fazer as coisas acontecerem. Mas sem energia física e mental suficientes para trabalhar por seus sonhos, corre o risco de enfrentar uma “crise energética” pessoal.

O estresse avassalador em que vivemos pode fundir nosso cérebro, literalmente. Um cérebro estafado está continuamente imerso em adrenalina, substância química de alta octanagem que estimula excessivamente cada sistema do corpo.

Resultado: o cansaço chega mais rapidamente, mal conseguimos enfrentar o dia e ficamos exaustos ou até doentes. Por fim chegamos a estafa.

A verdadeira produtividade requer que o cérebro e o corpo sejam constantemente renovados”

Por isso, se você anseia ter mais produtividade, mergulhe profundamente em cada uma das 5 ESCOLHAS e você terá uma visão clara do que fazer e dos resultados que isso lhe trará.

Gostou das dicas? Então comece a colocá-las em prática! Pra te ajudar, confira mais alguns passos no E-book “Gestão do Tempo: 8 dicas para aumentar a sua produtividade”. O download é gratuito!

Lembre-se

Não existe um tempo melhor que o presente”

Em nenhum momento da história pudemos fazer o que fazemos hoje”

 


Artigos relacionados

Brasil: um país com DNA empreendedor Seja em momentos de crise, ou mesmo de prosperidade econômica, o brasileiro possui em seu DNA um elemento empreendedor, que o destaca do restante da população mundial. Para se ter uma ideia, na comparação mundial, o Brasil apresenta a maior taxa de empreendedo...
Como um gestor de negócios pode impulsionar sua carreira? Um gestor de negócio nem sempre está disposto a colocar sua capacidade e energia nas coisas que realmente importam. Em boa medida, são engolidos pela rotina do dia-dia, dos prazos para cumprirem compromissos e isso lhes rouba tempo precioso para pensar novos r...
Os ganhos da aplicação da Metodologia 5 S Originária do Japão, a Metodologia 5 S propõe uma série de atitudes necessárias para conferir eficiência aos processos do dia a dia das organizações, podendo ser aplicada nas mais diferentes áreas de atuação. Baseada em fundamentos de fácil compreensão, a meto...

Sobre Sueli da Rocha

Professora IPOG no MBA Liderança Integral & Gestão Organizacional, Bacharel em Estatística pela Universidade de São Paulo, MBA em Desenvolvimento do Potencial Humano pela Uniceub-FranklinCovey, Coach pela ABRACEM, certificada em MBTI pela Fellipelli. Desde 2000 é professora em cursos de pós graduação. Atua em T&D, desenvolvendo e facilitando programas in-company em organizações como: Monsanto, Syngenta, Bradesco, CAIXA, Itaú-Unibanco, Santander, Klabin, Ford, GM, Hyundai, Honda, Toyota, Embratel, Claro, Embraer, C&A, Magazine Luiza, entre outras. Trabalhou por mais de duas décadas em três grandes organizações: na Volkswagen em Laboratórios de Produtos,  na Unilever em Desenvolvimento de Produtos e em Informações para Marketing e na Nielsen em Marketing em  Customer Satisfaction.

Comentários