4 Disciplinas da execução: veja o que muda na equipe
6 minutos de leitura
27 de agosto de 2018

Descubra o que muda na equipe com 4 Disciplinas da Execução

4 disciplinas da execução entenda como aplicar na sua empresa

Você sabe o que são as 4 Disciplinas da Execução? Trata-se de um método refinado em mais de 3 mil implantações estratégicas para o alcance de resultados que requerem mudança de comportamento em toda a organização.

Antes de seguirmos de fato com elas, vale a pena refletir sobres os dados abaixo:

Em 2013, a associação mundial Project Management Institute (PMI) realizou um estudo com a unidade de inteligência da The Economist que revelou o seguinte: dos 587 executivos globais seniores entrevistados, 88% sabem que entregar resultados a partir de um plano estratégico é importante.

No entanto, 44% dos planos estratégicos elaborados por eles não foram bem sucedidos nos últimos três anos anteriores à pesquisa. O estudo ainda diz que 61% desses executivos reconhecem que suas empresas precisam melhorar a implementação dos planos.

Mesmo que a pesquisa já tenha 5 anos, as falhas na execução de estratégias ainda representam um dos principais problemas nas organizações. Como já dizia Catherine Nelson: “É melhor ter uma execução ‘Nota 10’ para uma estratégia ‘Nota 7’, do que ter uma execução ‘Nota 7″ para uma estratégia ‘Nota 10′”.

É comum que líderes, colaboradores e todo um departamento se esforcem para criar as melhores estratégias, as quais podem trazer os melhores resultados. No entanto, os mesmos esforços não são sentidos no processo de execução. E aí está a grande falha.

Nesse sentido, as 4 Disciplinas da Execução (4DX) surgem como um método eficaz, que pode dar ao seu planejamento estratégico a direção mais certeira para a sua execução.

O surgimento das 4 Disciplinas da Execução (4DX)

Empresa global, presente em 144 países, e parceira do Instituto de Pós-Graduação e Graduação, a FranklinCovey é a grande responsável pelas 4DX. Especializada na melhoria de performance, ela fez uma pesquisa profunda com mais de 400 organizações para descobrir como essas empresas atingem a excelência na execução.

Com os resultados obtidos, surgiram então as 4 Disciplinas da Execução. Para entender como funcionam e quais são seus benefícios para as empresas, conversamos com Bill Moraes, vice-presidente da FranklinCovey Brasil e professor do IPOG no MBA Liderança Integral e Gestão Organizacional.

Ele, que também é coautor do livro que leva o mesmo nome do método, explica que as 4 Disciplinas da Execução auxiliam os líderes a engajar a equipe em um processo que, quando adotado, diminui drasticamente o risco de não alcançar resultados.

4DX: foque na execução das metas!

Executar metas e objetivos estratégicos é o maior desafio nos negócios de hoje. Alinhar as prioridades das organizações e o trabalho em equipe com o que os estudos da FranklinCovey chamam de “Metas Crucialmente Importantes” (MCIs), parece ser uma batalha sem fim.

Segundo Bill, as MCIs são metas que requerem significativa mudança da equipe para que sejam alcançadas no meio do “redemoinho” de atividades do dia dia.

E como identificar e estipular as Metas Crucialmente Importantes? A dica do professor é a seguinte: foque no que é prioridade dentro da empresa e estabeleça metas que precisam ser alcançadas, ou tudo o mais será irrelevante.

Manter gerentes e equipes comprometidas com as metas cruciais é difícil. Agora, imagine uma organização onde gestores e equipes estão focados e alinhados às prioridades organizacionais. É exatamente isto que as 4DX podem oferecer a você e sua empresa.

Sem mais delongas, confira a entrevista que tivemos com o professor Bill Moraes:

IPOG: O que são as 4 Disciplinas da Execução e qual o objetivo delas?

Bill Moraes: As 4 disciplinas foram criadas com o único objetivo de ajudar líderes a alcançar resultados estratégicos que requerem significativas mudanças de comportamento de todos que trabalham numa organização. Em qualquer tipo e em qualquer tamanho de organização, pública ou privada, com ou sem fins lucrativos. Uma organização com 10, 100 ou até mesmo mais de 200 mil pessoas.

IPOG: Quais são as 4 Disciplinas da Execução?

Bill Moraes: São essas:

1 – Foque no crucialmente importante

É importante que grandes líderes tenham a capacidade de focar em poucas coisas que são cruciais, que vão gerar muita mudança de comportamento e que irão trazer um importantíssimo resultado estratégico. O que é prioridade na sua empresa? Pense e estabeleça a MCI.

2 – Atue nas medidas de direção

A segunda disciplina está diretamente relacionada com a primeira. Para alcançar a MCI, as equipes terão que atuar em ações que chamamos de importantíssimas medidas de direção, que irão direcionar o trabalho para a conquista e execução da meta.

3 – Mantenha um placar envolvente

Quando falamos nisso, não é qualquer tipo de placar, mas um placar que envolve, que cria a emoção de um jogo. É uma disciplina que fala de engajamento, de todos estarem cientes dos indicadores de sucesso, os quais demonstram se a empresa está ou não alcançando a MCI, se está ganhando ou perdendo. Detalhe: deve ser criado pela equipe e não pelo líder.

4 – Crie uma cadência de responsabilidade

Crie um ritmo ou frequência para a prestação de contas da equipe sobre ações que eles fizeram e farão para mover o placar. Um ritmo que faça com que os colaboradores se comprometam perante a equipe para mover o placar na semana, por exemplo.

IPOG: Como este método ajuda tanto os líderes nos seus desafios diários?

Bill Moraes: Esse método ajuda no maior desafio que qualquer líder tem no Brasil, na América Latina ou em qualquer parte do mundo, que é alcançar resultados mudando o comportamento de todos que trabalham na organização. Esse é o maior desafio que um líder pode ter hoje.

IPOG: O que é mais importante, estratégia ou execução?

Bill Moraes: Tanto estratégia quanto execução são importantes, mas onde os líderes têm mais desafios é justamente na parte de execução da estratégia. E curiosamente, os líderes em um MBA tradicional, em uma graduação de Administração, não aprendem execução, aprendem estratégia ou planos de negócio.

É algo que chama a atenção, pois os líderes são preparados para algo fundamental, mas que não é a parte mais desafiadora do seu dia a dia. A parte mais difícil está exatamente em executar o plano, executar a estratégia, e os líderes não recebem essa preparação.

IPOG: Quais os maiores benefícios da implementação das 4 Disciplinas da Execução?

Bill Moraes: Os maiores benefícios estão em:

Criar um foco claro no meio do redemoinho diário de atividades, para manter as portas abertas e para aquilo que é crucialmente importante em todos os níveis da organização:

  • As pessoas conseguirem entender como alcançar uma meta que nunca foi alcançada. Fazer novas coisas para alcançar resultados que nunca foram alcançados;
  • As pessoas se envolverem emocionalmente e não apenas racionalmente em um jogo, em um propósito compartilhado, que envolve aquilo que é crucialmente importante e as medidas de direção;
  • As pessoas se sentirem responsáveis por fazer algo em relação ao jogo da equipe e aquilo que é crucialmente importante.

Sem dúvida, esses são os quatro maiores benefícios das 4 Disciplinas da Execução.

IPOG: Como um líder pode aprender o método e iniciar sua prática?

Bill Moraes: O líder que conhece o método não necessariamente estará apto para aplicá-lo. O que o líder precisa aprender é ter disciplina e constância para aplicar cada uma das 4 Disciplinas da Execução, pois elas não funcionam isoladas.

Não se trata de um menu, um cardápio de opções que permite ao líder escolher qual disciplina usar. As 4DX só funcionam quando aplicadas com rigor e em conjunto. E como o líder pode aprender isso? Existem alguns caminhos:

  • Livro;
  • MBA – parceria e IPOG e FranklinCovey – onde abordamos não somente execução, mas também todos os aspectos de desenvolvimento em liderança;
  • Através de uma consultoria que envolve a instalação do método feita pela FranklinCovey no mundo todo, em mais de 2500 organizações.

IPOG: Há algo mais que é importante dizer sobre este assunto?

Bill Moraes: Deixo apenas 3 alertas:

  • As 4 Disciplinas da Execução parecem fáceis quando olhamos para elas e as entendemos. No entanto, é extremamente difícil aplicá-las com rigor;
  • São um contrassenso em termos de comportamento humano. As pessoas fazem justamente o contrário do que as 4 Disciplinas da Execução trazem para nós;
  • Cuidado para não transformar tudo o que há no redemoinho uma meta. E não se esqueça de medir os comportamentos e os avanços da equipe.

Gostou da entrevista? Que tal investir e colocar em prática este método? Criadas para alcançar com excelência metas que não são alcançadas meramente com decisões e planos de ação, as 4DX podem oferecer à sua empresa benefícios, mais produtividade e crescimento.

Confira o nosso ebook: As 4 Disciplinas da Execução – Princípios Essenciais para a sua Empresa. É totalmente gratuito!

E se você já implantou as 4 Disciplinas da Execução, compartilhe conosco as suas experiências nos comentários abaixo!


Artigos relacionados

Por que você vai se dar mal se fizer tudo sozinho? Claro que todos temos nossos períodos de baixa, que estamos de mal conosco e frustrados com o que estamos fazendo ou, principalmente, com os resultados que estamos gerando. Diante disso, a gente até pensa em ficar sozinho. Porém, até nesses momentos, a maioria...
Como se preparar para o cenário de recuperação econômica O Brasil vive hoje uma crise sem precedentes, de cunho político e institucional, que reverbera diretamente na economia brasileira. Ao analisarmos o cenário macroeconômico notamos uma falta de confiança em todas as esferas quanto ao momento de se retomar os inv...
Uma visão geral sobre os modais brasileiros Quer saber tudo sobre os modais brasileiros? Então este post é para você! É inegável o quanto os transportes são importantes nos processos de fluxo de pessoas e mercadorias. Quando se trata de um sistema ágil e prático então, os benefícios são muitos: vai desd...

Sobre Bill Moraes

Bill Moraes é Professor IPOG e Gerente Geral da FranklinCovey Brasil. É coautor do livro As 4 Disciplinas da Execução (4DX). Bill conduz eventos executivos no Brasil, tendo liderado a implementação das 4DX no Marriott Hotels Brasil, na Faber-Castell, no Sistema Sicoob, na Renault Technology Américas e em empresas de tecnologia da informação, comércio eletrônico e de varejo. Como professor ensina sobre sobre liderança de pessoas e equipes, gestão estratégica de negócios e inteligência da execução da estratégia.

Comentários