3 minutos de leitura
06 de março de 2017

Construa uma carreira de sucesso na Docência

IPOG, Sucesso, Docência

Nos últimos anos, por conta das enormes mudanças ocorridas na sociedade, o conhecimento e o modo de conceder informação também tem sido alterado. E como fica o mediador de aprendizagens? Hoje, torna-se fundamental que o profissional da educação se atente para as novas abordagens e busque capacitação contínua, a fim de compreender os novos cenários e a dinâmica da sociedade.

A doutora em Ciências da Educação e coordenadora do curso de MBA em Formação de Professores em Didática e Gestão Educacional do IPOG, Gláucia Yoshida, considera que para ser um professor de sucesso é preciso compreender a profissão em uma dimensão completamente diferente ao modelo convencional das outras.

É preciso levar em consideração que em uma sociedade consumista, imediatista e neoliberal, a ideia de sucesso é atrelada ao dinheiro, ao status social às conquistas e bens adquiridos pelo indivíduo.

Todavia, para Gláucia, um professor diferenciado é aquele que não busca, necessariamente, os elementos mencionados anteriormente e, ainda assim, jamais será esquecido pelos seus alunos, justamente pela contribuição efetiva que conseguiu mobilizá-los.

Educar cada aluno para uma cidadania ativa numa escola imensamente heterogênea, numa sociedade muito exigente e num mundo em permanente mudança é uma ação de mão dupla. Sob esta ótica, o conhecimento é construído coletivamente, sendo a educação essencialmente uma pratica social, onde o professor e aluno estão em constante processo de aprendizagem. Logo, elementos como a repetição, memorização não são premissas que regem este contexto.

Gláucia afirma que esse ato da cidadania começa desde o momento em que o professor sai de casa para dar seu melhor, independentemente de sua remuneração, da instituição onde está, da estrutura física ou dos recursos da escola, “se cada um fizer sua parte, a mudança com certeza acontecerá”, explica.

É aí que entra a famosa frase do filósofo Schaefer: “A escola deve ser um centro de pesquisa, um lugar de produção do saber, e não apenas de transmissão do saber”. A reflexão que fica é a seguinte: O princípio elementar da educação contemporânea é o da “ensinagem”. Conceito que traz consigo compromissos éticos, políticos e sociais; e trabalha o conhecimento, conteúdo, formas de ensinar e resultados.

É fundamental que os profissionais que desejam obter sucesso direcionem um novo olhar para a educação e, uma vez definido esta carreira conscientemente, vale repensar essas dicas:

Que área deseja atuar?

É possível ser professor em diversos níveis. Educação Infantil, básica, superior ou mesmo pós-graduação. E ainda ser um professor particular de reforço ou instrutor em treinamentos específicos.

Quais competências você quer desenvolver?

Na carreira de docente, o professor será um eterno aprendiz, ou seja, é preciso investir em capacitações específicas da área escolhida. Portanto, vale apostar em cursos de curta duração, congressos e especializações nacionais e internacionais.

Que habilidades você precisa ter?

Um professor deve ser um sujeito que, em primeiro lugar, gosta de gente e conheça a si mesmo. Desta forma, as principais habilidades para um professor de sucesso é o autoconhecimento e capacidade de relacionamentos.

Qual o seu propósito na educação?

É  natural que uma escolha profissional esteja relacionada a vida do sujeito. Muitos escolhem a profissão pensando nos resultados para si mesmo. Na carreira de docente, a pergunta é: O que almejo, eu posso deixar como legado a partir da minha profissão?

Por fim, não despreze as contribuições das gerações passadas. Cuidado para não menosprezar a educação tradicional, como se ela fosse a vilã do insucesso, alerta Gláucia. Temos que ser flexíveis e entender todos os contextos em uma constante postura de gratidão aos que vieram primeiro e construíram o seu legado. Afinal, muitos caminharam e inclusive sofreram para consolidar seus sonhos e projetos. Enfim, a educação é a prática contínua das insistências de sonhos que nunca poderão se findar.

Sobre Gláucia Yoshida

Doutora em Ciências da Educação pela Universidad Teconológica Intercontinental - UTIC - PY (2012), Mestre em Educação Escolar Brasileira pela Universidade Federal de Goiás (1994), Graduada (Bacharelado e Licenciatura) em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás (1989), Master Coach (Metaforum Internacional - 2016). Editora chefe da Revista Especialize On-line IPOG. Coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Humano e Educação (IPOG).

Comentários