Gestão do Tempo: Melhore suas práticas e se torne mais eficiente!
2 minutos de leitura
03 de março de 2017

Gestão do Tempo: Melhore suas práticas e se torne mais eficiente!

IPOG, Gestão do Tempo

Já teve aquela impressão de que 24 horas são insuficientes para cumprir com todos os compromissos do dia?! Se esse sentimento é frequente na sua rotina, vai aí uma dica do coordenador do MBA a distância em Gestão Empresarial, Inovação e Estratégia Competitiva do IPOG, Daniel Vieira:

É  preciso aprender a fazer a gestão do tempo para alcançar maior eficiência na realização dos objetivos de vida”.

Para isso, é importante que você faça uma reflexão sobre quais os objetivos e estilo de vida que pretende levar daqui para frente. Nesse caso, o ideal é deixar a melodia do “deixa a Vida Me Levar” somente para os shows do Zeca Pagodinho. Gestão e planejamento são necessários para uma maior qualidade de trabalho e de vida.

O professor e especialista em Gestão do Tempo explica que após definir os objetivos é hora de planejar o tempo. Determine atividades que são essenciais para seu projeto de vida e podem contribuir para que sua rotina diária seja mais harmoniosa. Depois, reserve de dois a três horários da sua agenda para realizá-las.

Por fim, trabalhe prioridades. Verifique sobre quais tarefas devem ser feitas em médio e longo prazo.

Primeiro, divida suas metas grandes em metas menores, mensais, semanais e até diárias. E separe um dia da semana para que você possa planejar os próximos dias. Planeje sua semana antes dela começar”, sugere Daniel.

Com o planejamento pronto, é só colocar a sua gestão do tempo em prática. Agora, fica aqui um alerta importante! É  fundamental não se envolver demais com os chamados ladrões do tempo. Eles são os vilões da sua gestão e podem colocar o seu planejamento a perder.

Conheça alguns dos ladrões de tempo:

  • Tecnologia mal utilizada

Tem pessoas que ficam horas conectadas em redes sociais, bate-papos e aplicativos que não estavam previstos no planejamento. Quando mal utilizada, a internet e suas extensões podem consumir o seu tempo de produção útil.

  • Tirania da multitarefa

É preciso ter foco e priorizar o que está no planejamento do tempo. As pessoas se enganam ao encarar a realização de multitarefas como um gesto de eficiência. Realizar uma atividade de cada vez pode levar a uma maior produtividade.

  • Dizer sim a tudo

Nem sempre é possível fazer tudo que gostaríamos durante um dia. Também não é tudo que nos é ofertado que é bom. Aceite apenas aqueles convites de trabalho, eventos e atividades possíveis de serem realizadas sem sobrecarga.

Curtiu essa leitura?! Aproveite para explorar um pouco mais do conteúdo. Bons Estudos!

Leia Também: Gestão do Tempo para engenheiros: Por que se preocupar?

E não deixe de conhecer o E-book: Gestão de Tempo: 8 dicas para aumentar a sua produtividade!

Artigos relacionados

Reengenharia: saiba como potencializar os resultados na sua organização Se você busca meios de potencializar resultados na sua organização, a reengenharia pode contribuir para esse objetivo. Apesar do termo dar a ideia de que se trata de algo aplicado a um canteiro de obras, a reengenharia nada mais é do que um sistema administrat...
Mentoria: saiba porque você precisa imediatamente desta ajuda Diversas vezes no mercado de trabalho esbarramos em questões que são difíceis de resolver, pois nos falta algo simples, mas que é conquistado com o tempo: experiência. Nessas horas, bate aquela dúvida de qual decisão tomar ou qual caminho seguir. Antes de ach...
Reestruturação financeira: o case que contou com os trabalhos de um professor e de um aluno IPOG No post de hoje vamos falar de um assunto que ainda é muito temido por diversos profissionais: a reestruturação financeira. Administrar uma empresa requer um esforço gigantesco, afinal muitas são as funções e obrigações a serem cumpridas para que ela se manten...

Sobre Daniel Vieira

Mestre em Desenvolvimento e Planejamento Territorial com foco em economia da experiência e coordenador do curso de MBA EaD Gestão Empresarial, Inovação & Estratégia Competitiva do IPOG.

Comentários