Oito dicas para realizar um bom Feedforward com seus liderados
2 minutos de leitura

Oito dicas para realizar um bom Feedforward com seus liderados

IPOG, Feedforward

Com certeza por várias vezes você já ouviu falar sobre feedback, que é a resposta que o emissor tem a partir da reação que o receptor teve a sua mensagem. Mas, e o feedforward, você conhece?

Ele está relacionado à capacidade de um líder de oferecer ideias e orientações para os seus liderados visando aperfeiçoar suas competências, focando no presente e no potencial de entrega futura que o indivíduo tem.

Para você que é um líder, seja no seu trabalho, na sua casa ou em qualquer meio que você atue, a professora Cynda Bressan listou oito dicas para realizar um bom feedforward que vão te ajudar a incentivar o trabalho de suas equipes:

Primeira dica –  Ao falar com seu colaborador seja genuíno e estabeleça um vínculo entre vocês, um vínculo de confiança.

Segunda dica – Tenha um foco da conversa em um futuro promissor, que o colaborador assuma um compromisso de melhoria com foco em um futuro promissor.

Terceira dica – Crie um ambiente de acolhimento, positividade e tranquilidade para essa conversa, não é uma conversa de corredor, é uma conversa que precisa ser planejada e trabalhada.

Quarta dica – Crie uma estratégia de comunicação diferenciada enquanto líder, aprenda como é sua estratégia de comunicação líder, o que você tem de diferente para se comunicar e use nesse momento, nessa conversa.

Quinta dica – Mostre que é possível para o seu colaborador executar essas mudanças, e que você estará como suporte para ele nessas mudanças. Dê o apoio que ele precisa.

Sexta dica – Esse é o momento para a troca de ideias, então é o momento que os dois podem falar abertamente, podem trocar ideias. A ideia é de um pode ajudar o outro a construir uma ideia melhor, então não vá com ideias pré-formadas, permita-se ao novo.

Sétima dica – Aproveite esse momento para despertar potenciais adormecidos do seu colaborador, ele pode ter muito mais a entregar que você imagina, mas esse potencial está lá adormecido porque ninguém foi capaz de tocá-lo e também de trabalhá-lo até hoje.

Oitava dica – Esse é um momento para os dois se autoconhecerem. Então, é um momento para conhecer pontos que podem ser desenvolvidos no comportamento dos dois e também pontos que são muito bons e devem ser reconhecidos, elogiados e valorizados.

Ficou interessado neste assunto? Conheça o MBA Liderança Integral & Gestão Organizacional (FranklinCovey)

Artigos relacionados

Você sabe qual é a importância da Margem de Contribuição para a sua empresa? Entenda! O novo ano que se aproxima tem trazido boas perspectivas para a economia brasileira, apesar de que algumas pesquisas apontam para uma retomada ainda gradual do consumo. Mesmo assim, o cenário que se estabelece tem sido positivo para o crescimento do empreended...
Papiloscopia: o que é e quais os desafios para trabalhar nessa área Se você abriu esse artigo é porque, provavelmente, possui interesse em ser ou talvez já seja um Papiloscopista. Você está no caminho certo. Chegou o momento de saber as principais informações e desafios do universo da Papiloscopia. Boa leitura! Para entenderm...
Preciso contratar, e agora? Um dos problemas que mais tiram o sono de um líder é a contratação errada. Quando um recrutamento é mal feito, além dos custos financeiros desembolsados pela empresa, também podem ser gerados desgastes emocionais para o funcionário e alguma outra parte envolvi...

Sobre Curadoria - Cyndia Bressan

Mestre em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de Brasília/UnB. Possui graduação e licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará/UFC. Atualmente é docente, coordenadora dos cursos: MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching; MBA Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Resultados do IPOG