Abrir o seu próprio consultório farmacêutico: a pós-graduação incentivou!
5 minutos de leitura
17 de agosto de 2018

A pós-graduação que incentivou Marinette Borges a abrir o seu próprio consultório farmacêutico

seu próprio consultório farmacêutico

Já pensou em abrir o seu próprio consultório farmacêutico? A Farmácia Clínica é uma especialidade em ascensão e tem sido cada vez mais valorizada pelo mercado da saúde. Por meio dessa área, farmacêuticos de todo Brasil estão evoluindo na sua relação com pacientes e estão se tornando agentes transformadores em prol da saúde e bem-estar.

E nesse artigo você vai conhecer a história da farmacêutica Marinette Borges, que viu as possibilidades de crescimento dessa área e aproveitou as oportunidades para alavancar sua carreira e abrir o seu consultório farmacêutico.

Prepare-se: você vai conhecer um case de sucesso profissional fantástico e saber como Marinette se tornou a primeira farmacêutica clínica de Mato Grosso a possuir um consultório farmacêutico e a primeira Farmacêutica de Cuiabá com o alvará sanitário para vacinação, e o melhor, na sua própria drogaria.

Inspire-se com essa leitura!

Perfil profissional

Marinette Borges é farmacêutica especializada em Atenção Farmacêutica & Farmácia Clínica pelo IPOG, educadora em diabetes mellitus,  atua no seu próprio estabelecimento, a drogaria “Longa Vida”, onde abriu um consultório farmacêutico. Além disso, está se graduando em Nutrição para ampliar seus conhecimentos, expandir o alcance como farmacêutica e também aprimorar a educação em diabetes, não somente com medicamentos.

Reconhecimento profissional

A farmacêutica clínica recebeu do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Mato Grosso (CRF-MT) um certificado de agradecimentos pelos relevantes serviços prestados à categoria farmacêutica do estado, o prêmio Láurea por ter destacado em atividades de prestações de serviços, produção cientifica, disseminação do conhecimento e empreendedorismo em ciências farmacêuticas.

E também, outra grande conquista da profissional, é ter se tornado presidente da comissão de farmácia clínica do CRF-MT.

De onde veio a inspiração para atuar em Farmácia Clínica

A profissional da saúde conta que a sua formação inicial foi generalista com ênfase em assistência e atenção farmacêutica. Desde a graduação trabalha na drogaria Longa Vida e se dedica ao máximo para prestar o melhor trabalho farmacêutico possível.  Porém, a farmacêutica queria mais!

Após algum tempo vi que precisava me superar e fazer o melhor para minha profissão e para os meus clientes. Senti que faltava algo para me tornar uma farmacêutica completa, assim eu me deparei com a pós-graduação em Atenção Farmacêutica & Farmácia Clinica pelo IPOG e vi uma grande oportunidade de crescimento profissional. Aprendi com excelentes docentes e tive além do que eu esperava de uma especialização”, relata Marinette Borges.

A necessidade de crescer profissionalmente, expandir horizontes como farmacêutica e fazer o diferencial no mercado de trabalho inspirou Marinette a se especializar.

A farmacêutica que abriu o seu consultório farmacêutico após se especializar no IPOG

Empreender em farmácia clínica é um desafio.  É preciso se dedicar pois é uma área grandiosa que gera muito valor para o profissional e também para a sociedade. Após a especialização em Farmácia Clínica pelo IPOG, Marinette adquiriu habilidades e competências necessárias e abriu o seu próprio consultório farmacêutico em sua drogaria.

Pioneirismo no mercado farmacêutico:

  • Primeira farmacêutica clínica de MT a abrir um consultório farmacêutico
  • Primeira Farmacêutica de Cuiabá com o alvará sanitário para vacinação

Sendo Farmacêutica generalista, percebi que o espaço do balcão é muito pouco para um farmacêutico inovador, e ao fazer minha pós-graduação, conheci esta área e reconheci que este seria o meu primeiro passo para crescer, então me tornei a primeira Farmacêutica a ter um consultório em drogaria. Meus clientes agora se tornaram meus pacientes, e agora vou além do medicamento, colocando o indivíduo e sua saúde sempre em primeiro lugar com atendimento de excelência”, conta a aluna IPOG.

Toda dedicação e profissionalismo de Marinette faz ela na sair na frente no mercado farmacêutico e ser reconhecida como pioneira no Estado:  Ela é a primeira farmacêutica clínica de MT a abrir um consultório farmacêutico e, recentemente, outra grande conquista: primeira Farmacêutica de Cuiabá com o alvará sanitário para vacinação.

“Reconheço que esta nova conquista é tão importante quanto as minhas outras anteriores, e sei da grandeza e responsabilidade que a acompanham, mas também sei que isso só vem a agregar ainda mais a minha visão clínica, adicionando mais um diferencial no meu serviço farmacêutico, e quem mais ganha com isso é a sociedade com mais um belo serviço prestado”, declara Marinette.

O trabalho da farmacêutica clínica envolve atender a comunidade com serviços farmacêuticos de excelência e a educação em diabetes.

“A escassez de profissionais dedicados especialmente a essa área me motivou para estudar ainda mais as probabilidades que poderia atuar na minha área. Ao estudar os diabéticos, pude perceber, o quão pequena é, em meu estado o trabalho com esses enfermos, decidi então me especializar nesta área”, afirma a aluna IPOG.

Oportunidades no mercado de Farmácia Clínica

A visão do farmacêutico clínico é a visão do cuidado primário, você está engajado ao cuidado do indivíduo, coletivo, meio ambiente e fazer algo social. Com seu próprio consultório farmacêutico, Marinette reconhece que cresceu muito profissionalmente e que o seu trabalho é muito importante para a saúde e bem-estar de seus pacientes e familiares.

“A minha visão de farmacêutica antes da especialização, minha preocupação era ajudar a drogaria com assistência e atenção farmacêutica, visando sempre o uso racional de medicamentos e também as especialidades técnicas. Agora tendo a mesma visão de farmacêutico generalista, adicionei o olhar clínico, e também ponho em primeiro lugar meu paciente, se importando com a prescrição e também com o paciente”, detalha Marinette.

Marinette acredita que a especialização se tornará ainda mais procurada e essencial para o profissional. É de extrema importância que o trabalho desenvolvido pelo farmacêutico clínico seja reconhecido e valorizado.

Pós-graduação em Farmácia Clínica pelo IPOG

Marinette afirma que um dos diferenciais da instituição é ter professores de excelência nos módulos aplicados, tanto de conhecimento, quanto de experiência, ensinando sempre que os alunos podem ser ainda melhores e crescer nesse mercado. Os farmacêuticos que se empenham saem da especialização para ter sucesso profissional, pessoal e financeiro.

Não tenho outras palavras pra dizer a instituição e aos professores, que hoje chamo de colegas, além de gratidão, por me ajudarem a crescer como profissional e também prover de um crescimento individual em minha vida. Sei que só estou começando, mas sinto um imenso orgulho de me chamar de Farmacêutica Clinica formada pela IPOG”, relata Marinette Borges.

Quer saber mais sobre a Farmácia Clínica? Leia o artigos: Tudo o que você precisa saber sobre a atenção farmacêutica e Como implantar o serviço de atenção farmacêutica na prática!


Sobre Marinette Borges

é farmacêutica especializada em Atenção Farmacêutica & Farmácia Clínica pelo IPOG, educadora em diabetes mellitus,  atua no seu próprio estabelecimento, a drogaria “Longa Vida”, onde abriu um consultório farmacêutico. Além disso, está se graduando em Nutrição para ampliar seus conhecimentos, expandir o alcance como farmacêutica e também aprimorar a educação em diabetes, não somente com medicamentos.

Comentários