Consultoria em TI: Experiência e conhecimento que geram negócios
4 minutos de leitura
28 de setembro de 2018

Consultoria em TI: Experiência e conhecimento que geram negócios

Consultoria em TI

As empresas que investem em Tecnologia crescem mais! É o que aponta o resultado de uma pesquisa da Information and Communications for Development 2006, do Banco Mundial (Bird).

Trata-se de uma aposta de muitas empresas que priorizam a inovação e entendem que os investimentos em tecnologia trazem resultados a longo prazo, o que torna a exigência na qualidade, organização e segurança na implantação de projetos da área ainda maior.

É aí que a Consultoria em TI se torna tão importante, pois é ela que indica os caminhos mais viáveis para resolução de problemas específicos de uma organização.

Para quem atua em Consultoria de TI, as expectativas profissionais são positivas justamente pela constante necessidade das empresas em utilizar a tecnologia como aliada para o seu progresso no mercado.

Essas mesmas empresas costumam compreender que sem esse recurso o seu funcionamento e inovação estariam totalmente comprometidos e até mesmo fadados ao fracasso.

Consultoria em TI: uma escolha consciente!

Por identificar essas oportunidades e almejar contribuir ainda mais para esse mercado, Mário Jorge, graduado em Processamento de Dados, vem construindo sua trajetória profissional e alcançando resultados cada vez mais promissores.

Com 19 anos de experiência em gerenciamento de projeto e gestão de operação de consultorias de TI (ERP SAP, BI e Solução Fiscal), dois MBAs concluídos e cursando a pós-graduação em MBA Executivo em Gestão de Tecnologias da Informação – Liderança, Governança e Negócios no IPOG, Mário é hoje consultor independente e presta consultoria de gerenciamento de projetos, de processos e para operação de consultorias de TI.

E quem vê o seu currículo e sua expertise profissional não imagina que teve que passar por uma virada de carreira e abandonar de vez um emprego público, no qual atuou por 10 anos, para enfrentar novos desafios e se tornar um verdadeiro empreendedor na área de TI. E ele afirma: “Foi à melhor escolha!”

O desafio de empreender

Mário conta que a inspiração em empreender nasceu há 14 anos, quando assumiu um cargo de gerente de operação em uma empresa global de TI. Lá, os gestores eram incentivados a pensar como donos de parte do negócio, tendo suas respectivas autonomias e cobranças por resultados. E após alguns anos nessa consultoria, tomou a decisão de alçar vôos mais altos, alocando-se diretamente no mercado.

Hoje Mário se vê como um empreendedor habilidoso em relacionamentos empresariais e interpessoais. Adquiriu competências por ter atuado em empresas de diversos segmentos, inclusive apoiando “Boards” e participando de Comitês de Estratégias de Negócios e de TI.

Tive a oportunidade de me relacionar com proprietários de empresas, integrantes de “Holdings”, CEOs, CFOs e VPs para Gestão de Contratos e Direcionamentos Estratégicos, além de Gestores de Negócios e TI dos clientes”, conta.

Agora, colhe os frutos que plantou ao longo de muitos anos de trabalho e acredita que empreender nessa área não é tão complicado depois que você se torna conhecido e passa a ser indicado pelos seus clientes.

Acontece que até lá a pressão é grande, principalmente pela falta de um “porto seguro” financeiro. Então um dos segredos é preparar-se financeiramente para os períodos de “baixa”, sugere.

A velocidade da informação

Todos os dias novas empresas surgem com novidades para superar o que já existe no mercado. Nos noticiários, as informações são frenéticas. Muda a economia, a política, o modo das pessoas se relacionarem e também de fazer negócios. “E como acompanhar tudo isso, trazer soluções inteligências para os meus clientes e agregar valor a minha marca?”

Mário não tem dúvida, a resposta é CONHECIMENTO. “Em certos momentos da carreira, é normal se sentir estagnado em relação a novas informações, que hoje em dia tem velocidade “supersônica”. Além do mais, é difícil acompanhar tantas mudanças sozinho, ainda mais na área de TI”, acredita.

Foi aí que decidiu iniciar o MBA Executivo em Gestão de Tecnologias da Informação no IPOG e hoje percebe que a grande vivência e atualização dos professores nas áreas em que atuam fazem com que a experiência de aprendizagem do aluno seja muito mais ampla.

Para ele, as atividades práticas e o acompanhamento dos professores em tempo real, no momento da aula, ajudam na fixação e aplicação do conteúdo, o que faz total diferença em uma especialização.

Com o nosso aperfeiçoamento, o mercado recebe novos especialistas que estão em contato com o que há de mais novo em Gestão da Tecnologia. É uma relação de ganha-ganha”, considera.

Esteja disposto a aprender!

Mário acredita que sua paixão pelo que faz move suas ações e impulsiona os seus resultados.

É seu compromisso aprender constantemente com o cotidiano corporativo, abrangendo de líderes bem preparados a funcionários de baixo cargo nos organogramas funcionais.

Para ele esse é o segredo: “estar disposto a aprender”.

Mas não é só isso! Além do conhecimento técnico e da constante atualização, é fundamental ser essencialmente um bom gestor de pessoas e um negociador, pois essas competências lhe ajudarão a construir uma forte rede de contatos profissionais e a desenvolver a flexibilidade necessária para gerir conflitos corporativos.


Sobre Mário Jorge

Profissional com 19 anos de experiência na área de sistemas, sendo 17 anos em projetos de Soluções e Serviços e TI, e ênfase no Gerenciamento de Projetos de implementação de Sistemas integrados de Operação e Gestão Empresarial utilizando plataformas e tecnologias SAP/ERP, BI - Business Intelligence e Solução Fiscal, agregando valor para os negócios das empresas. Aluno do MBA Executivo em Gestão de Tecnologias da Informação do IPOG 

Comentários