Dia do Perito Criminal: profissionais que trabalham em prol da justiça
3 minutos de leitura
04 de dezembro de 2017

Dia do Perito Criminal: uma homenagem aos profissionais que trabalham em prol da justiça

Se você é Perito Criminal, já pensou o que seria da justiça sem a sua atuação profissional? Você é imprescindível para toda a sociedade. Parabéns pelo seu profissionalismo e pelo seu dia! 

Hoje, dia 04 de dezembro, comemora-se o Dia Nacional do Perito Criminal. Profissional de grande importância para a justiça brasileira que aplica a ciência para esclarecer a verdade e produzir a justiça por meio de provas materiais para elucidar crimes.  A data foi reconhecida por meio da Lei Federal nº 11.654, de 15 de abril de 2008. É um reconhecimento plausível para os profissionais de todo o Brasil.

Para reforçar a importância dessa data, o IPOG convidou o Perito Criminal Federal e coordenador do curso de pós-graduação em Perícia Criminal e Ciências Forenses  e Computação Forense e Perícia Digital do IPOG, José Walber Pinheiro, que exerce a profissão há 21 anos e atua na área de crimes cibernéticos e locais de crimes, para falar sobre a importância e desafios profissão.

Importância da profissão

“As ciências forenses são de vital importância para o mundo. Hoje é um dia muito importante para o perito criminal. É um dia de reconhecimento da importância do nosso trabalho e comemoração pelo desenvolvimento e avanço da profissão que nós conquistamos ao longo dos anos. Somos responsáveis por uma das partes mais importantes de uma investigação policial e inquérito judicial, que é a produção do laudo judicial para comprovar a veracidade de um fato”, destaca o coordenador do curso de Perícia Criminal do IPOG.

O perito criminal é um servidor público, pertencente aos Institutos de Criminalísticas e Órgãos da Polícia Brasileira, responsável por investigar uma cena de crime. Ele tem a função de encontrar vestígios, correlacionar esses vestígios com a dinâmica do crime e produzir o laudo pericial com provas materializadas para ajudar o juiz a tomar uma decisão de algum processo penal.

De acordo com o Código de Processo Penal, sempre que um crime deixar vestígios, o perito criminal deve ser convocado. “É uma profissão de grande complexidade, responsabilidade e exige um trabalho minucioso”, acrescenta Walber Pinheiro.

A perícia criminal exige conhecimentos técnicos e científicos para comprovar a veracidade de um fato ou circunstância, por isso esse trabalho deve ser realizado por um especialista da área competente à investigação.

“São milhares de peritos criminais que atuam em todos os Estados do Brasil. Temos peritos da área de informática, medicina, odontologia, engenharia, contabilidade, ambiental, contabilidade… São cerca de 20 áreas do conhecimento que as ciências forenses aplicam em prol da justiça”, reforça o Perito Criminal Federal.

Desafios da profissão

É uma profissão em pleno crescimento, com potencial futuro promissor e fundamental para o trabalho da justiça. Por isso, cada vez mais precisamos de leis que reconheçam e valorizem o trabalho do Perito.

“Os avanços tecnológicos facilitam a nossa vida cotidiana, mas também favorecem a execução de novos crimes. Precisamos de uma legislação mais eficaz, principalmente para combater e punir crimes cibernéticos. Isso reflete em um grande desafio para nossa profissão, estar preparado e capacitado para acompanhar o desenvolvimento tecnologia forense”, ressalta Walber Pinheiro.

Orientações essenciais para um Perito Criminal

1º) Não pare de estudar!

O perito tem que ter um perfil de estudo e para isso você precisa se especializar continuamente para acompanhar o desenvolvimento da tecnologia e as novas técnicas de investigação que sempre surgem. Por isso, invista sempre na sua qualificação. Faça uma especialização, forme uma boa equipe de trabalho e procure áreas de atuação para se colocar à disposição.

2º) Tenha equilíbrio emocional

Além do preparo técnico, cientifico e físico, o equilíbrio emocional é um dos grandes desafios no dia a dia desse profissional. Tenha autocontrole emocional. O trabalho pericial sempre confronta com uma grande carga de emoção, principalmente quando o perito entra em contato com a vítima. Por isso é preciso ter equilíbrio emocional para que a parte técnica científica se sobressaia na investigação.

Principais características de um perito criminal

  • Espirito de cooperação;
  • Paciência;
  • Perspicácia;
  • Gostar de estudar sempre;
  • Ser proativo;
  • Ser ético;
  • Ter raciocínio rápido;
  • Ser observador;
  • Ser dedicado e comprometido com o trabalho;

“Para todos os meus colegas de profissão e alunos, parabenizo a atuação profissional e deixo aqui meu agradecimento pelos trabalhos que desenvolvemos juntos e felicitações pelo o dia de hoje. Parabéns aos Peritos Criminais!”, Walber Pinheiro.

O IPOG parabeniza a todos os Peritos Criminais do Brasil, em especial aos que fazem parte do quadro de professores e alunos da instituição pelo Dia Nacional do Perito Criminal.

Se você deseja iniciar a sua carreira como perito criminal precisa ter formação acadêmica específica e ser aprovado em concurso público. E para ter uma carreira de sucesso, se especialize continuamente. Conheça os curso de pós-graduação em Perícia Criminal e Ciências Forenses  e Computação Forense e Perícia Digital do IPOG e tenha um futuro brilhante nessa área.


Artigos relacionados

Cibercrime: como enfrentar e prevenir ataques virtuais? A rede de criminalidade virtual, ou cibercrime, rompeu limites territoriais e está presente em todo o mundo. As invasões são constantes e a um nível elevado. É um perigo ubíquo, que está espalhado em qualquer lugar e pode invadir diversas mídias, como celulare...
Conheça as vantagens de utilizar um Escritório Inteligente Em 2016, a instituição de pesquisas Penn Schoen Berland realizou um levantamento com 3800 profissionais de empresas de 10 países e apresentou o seguinte dado: apenas um, em cada quatro brasileiros, diz que trabalha em um ambiente inteligente.Cerca da metad...
Como o Diagnóstico Organizacional pode salvar sua empresa? Assim como as pessoas, as empresas também adoecem, mas, de uma forma diferente. Nesse período de crise vivido no país, o cenário econômico acabou sofrendo uma retração no consumo e trazendo às empresas problemas mercadológicos, financeiros, estruturais etc. E,...

Sobre Walber Pinheiro

Doutorando em Ciências da Informação pela Universidade Fernando Pessoa em Porto (Portugal) e coordenador do curso de Computação Forense e Perícia Digital do IPOG.

Comentários