Como identificar suas Forças de Caráter e Forças de Assinatura?
4 minutos de leitura
17 de julho de 2017

Como identificar suas Forças de Caráter e Forças de Assinatura?

Forças de Caráter, Forças de Assinatura, IPOG

Você sabia que todo mundo tem 24 forças de caráter? E que dentre elas, temos 5 forças de assinatura? Se tratam de capacidades pessoais que possuímos, mas que nem sempre temos consciência disso. Têm a ver com aquilo que fazemos naturalmente bem. Quando colocamos essas capacidades em prática, nos sentimos bem, energizados. Isso contribui para que tenhamos mais fluidez e uma melhor performance no que fazemos.

Algumas dessas forças de caráter são fáceis de identificar. Alguns até nos reconhecem por estas qualidades e outras, precisam ser melhor desenvolvidas.

Forças de Caráter ou Forças de Assinatura?

Todos temos forças de caráter, mas há aquelas que se destacam, sobressaem. Essas são suas forças de assinatura. Convencionou-se 5. Segundo a professora do MBA Executivo em Desenvolvimento Humano & Psicologia Positiva do IPOG, Renata Livramento, as forças de assinatura são chamadas assim porque através delas você reconhece aquilo que é mais seu, sua essência, algo único. Assim como sua assinatura. Por isso é tão importante.

Por que devo descobrir minhas Forças de Assinatura?

Segundo Renata Livramento, quando a gente coloca a nossa essência naquilo que faz, a a gente faz o melhor, produz melhor e fica mais satisfeito com os resultados. É como se fosse um talento especial que cada um tem. Por isso essa identificação é tão importante.

“Quando você descobre e exercita suas forças de assinatura, acaba encontrando uma maneira de ficar mais satisfeito no seu ambiente de trabalho”, exemplifica a professora.

Mas para identificá-las, é preciso autoconhecimento, pois como já citamos as forças de assinatura estão ligadas à essência de cada ser humano. Logo, este processo de descoberta é profundo. No entanto, ao final deste processo, o desafio é recompensador. “Você consegue ser muito mais feliz, mais produtivo, ter bem-estar, vive melhor”, destaca Renata Livramento.

Como identificar suas Forças de Caráter e de Assinatura?

1. Identificar as forças

Essa identificação de forças é feita por um instrumento chamado Via. Trata-se de um teste bem prático que avalia as principais forças de cada pessoa. Foi elaborado há alguns anos nos Estados Unidos, traduzido para diversas línguas e vem sendo aplicado em culturas diferentes.

Ao final do teste, será gerada uma lista com suas 24 forças de caráter na ordem em que elas de manifestam com mais evidência. As 5 primeiras serão suas forças de assinatura.

2. Reconhecer suas forças acontecendo na sua vida

Isso vale para qualquer área da vida: trabalho, família, relacionamentos, etc. É preciso começar a observar como essas forças se manifestam no seu dia a dia. Não basta decorá-las após o teste, é preciso reconhecê-las na sua vida. Saber como elas acontecem na prática, em qualquer ambiente que você estiver.

Para entender melhor, confira alguns exemplos de forças de caráter que podem ser uma das suas forças de assinatura:

Apreciação da Beleza: Quem tem esta força tem a necessidade de trabalhar em um ambiente organizado, por exemplo. Em um espaço com um toque pessoal. Seja um vaso de flores, um porta-retrato… Não se trata de frescura. É algo da pessoa. Estar em um espaço assim, significa para ela, estar bem. E trabalhando em um lugar em que se sente bem, significa trabalhar muito melhor. Caso contrário, o local de trabalho pode se tornar desmotivador.

Amor pela aprendizagem: Quem tem essa força é uma pessoa naturalmente curiosa. Deseja saber como as coisas funcionam, se interessa por assuntos diferentes. Afinal, o que a move é o aprender. Tem a necessidade de aprender coisas novas para se sentir motivada. No ambiente de trabalho, se o dia a dia for de rotina, provavelmente essa pessoa estará altamente desmotivada. A sensação será de que após algum tempo já não terá nada mais para aprender ali.

“Ao conhecer as minhas forças de assinatura, eu tenho como trabalhar comigo mesmo para usar isso ao meu favor”.

No caso de quem tem a força da Apreciação da Beleza, basta dar um “toque especial” no ambiente de trabalho, algo personalizado. Já para quem tem Amor pela Aprendizagem, a dica da professora Renata Livramento é repensar como pode ser mudada a relação o trabalho. Nem sempre a solução é sair do trabalho. “É possível que a pessoa descubra que pode se interessar por outras áreas ou por trazer novidades para o departamento, por exemplo”, pontua a professora do IPOG.

Quem utiliza as forças de assinatura no ambiente de trabalho, por exemplo, produz melhor, produz mais e se engaja mais.

3. Como posso melhor minha vida a partir dessas forças?

Nem sempre identificar suas forças de assinatura, significa que elas devam ser usadas com mais frequência. Ter consciência dessa “dosagem” também faz parte do processo de autoconhecimento.

Por exemplo, em alguém cuja força de assinatura é a Justiça, é preciso equilíbrio. Talvez essa força seja tão presente, que o desejo de justiça própria acaba de tornando um empecilho para o desenvolvimento dessa pessoa. Portanto, é preciso usar menos essa força.

Daí a importância de se conhecer e em especial, descobrir suas forças de assinatura. Pois repito, trata-se de descobrir sua essência. “É aquilo que não pode faltar, aquilo do qual você não abre mão. Você sabe que se abrir mão disso, estará abrindo mão de si mesmo”, reforça Renata Livramento.

Segundo a professora, quando essas forças de caráter e principalmente, suas forças de assinatura, estão claras para você, não importa onde esteja. Em qualquer lugar, você saberá o que fazer para manter-se motivado, combater a frustração.

A busca pela essência

Quando não valorizamos nossas forças de assinatura e agimos de maneira contrária a elas, a sensação que se tem é de um vazio, de estar incompleto. Parece faltar algo no trabalho, mas você não consegue identificar nem do que se trata.

“Quando você identifica suas forças de assinatura e percebe que não as está exercitando no seu local de trabalho, você descobre que não está sendo quem você é”.

Para Renata Livramento, isso acontece porque a sua essência não está ali. A pessoa faz, mas sem essência. Por isso é tão importante descobrir como suas forças de caráter se manifestam e quais são suas forças de assinatura. Faça o teste e descubra as suas!

Leia Mais:  Psicologia Positiva e Felicidade!

RH: É possível ser estratégico sem perder o aspecto humano da gestão?


Artigos relacionados

Harvard e o IPOG: A busca pelo desenvolvimento integral do potencial humano Há uma frase que ouvimos cotidianamente “O sucesso ou o dinheiro não traz felicidade”, mas será que a felicidade pode trazer o sucesso? A resposta é sim, segundo Clayton Christensen, um dos professores mais respeitados de Harvard, uma das melhores Instituições...
Talentos: um caminho para a produtividade As organizações passam por sucessivos desafios de mudanças para atenderem e se adaptarem às novas exigências mercadológicas. Não basta dispor dos melhores recursos, estrutura ou da mais avançada tecnologia, se as mesmas não forem sustentadas por uma gestão de ...
Três dicas para entrar em estado de flow e melhorar seu desempenho Com certeza você já se pegou fazendo alguma coisa que te fez perder a noção do tempo, não é mesmo? Seja em um momento de lazer, ou até mesmo no trabalho, se exigiu concentração e foco e sua motivação foi as alturas é bem provável que você entrou em estado de f...

Sobre Renata Livramento

Renata Livramento é professora IPOG no MBA Executivo em Desenvolvimento Humano & Psicologia Positiva, Psicóloga, Doutora em Administração, fundadora e presidente do Instituto Brasileiro de Psicologia Positiva.

Comentários