Metodologia BIM e o Impacto nos resultados de quem aplica
3 minutos de leitura
28 de maio de 2018

Metodologia BIM e o Impacto nos resultados de quem aplica

Metodologia BIM

Por várias vezes, nós já mostramos aqui no Blog IPOG, como o trabalho com a metodologia BIM é importante para melhorar os processos em projetos de diversas áreas. Além de inovar projetos de Engenharia e Arquitetura, a metodologia ainda contribui para otimizar os custos, tempo de realização de um projeto e, é claro, com um melhor custo-benefício, o desperdício se torna menor.

Metologia BIM e os benefícios

A metologia BIM tem conquistado espaço, pois ela é o conjunto de ferramentas que substituirá o tão tradicional CAD, softwares que também possuem a sua importância e que substituíram os projetos feitos à mão, com lápis e papel. Contudo, o BIM chega para ser mais inovador ainda e oferecer projetos mais completos, a partir de tecnologias que permitem toda a construção da obra virtualmente.

Exemplo disso, é a possibilidade da construção em ambiente 3D. Além das três dimensões da modelagem geométrica, é possível atribuir aos objetos novas dimensões, como “tempo” (4D) e “custo” (5D).

BIM e a compatibilização de Projetos

Além disso, a metologia BIM é essencial para a Compatibilização de Projetos.  Em outras palavras, é simplificar os processos, uma vez que todos os projetos vão “conversar” entre si. Normalmente, numa obra por exemplo, projeto arquitetônico é feito por um profissional, estrutural por outro e assim por diante. Com essa metodologia, existe uma harmonia entre eles.

É possível saber, por exemplo, quantos azulejos serão gastos em determinado cômodo da obra. Isso auxilia no combate ao desperdício, pois a compra é realizada de maneira bem próxima ao que será gasto. Ter controle sobre números e medidas também é muito importante porque significa menos dinheiro do cliente indo embora pelo ralo. Portanto, trata-se de uma metodologia que valoriza o profissional que a aplica.

Conheça quem já atua com a metologia BIM e tem buscado aprender mais sobre isso

Matheus Silva e Carvalho tem 29 anos, é arquiteto e urbanista. Eles é um dos alunos da turma do MBA Master BIM: Ferramentas de Gestão e Projeto do IPOG em Montes Claros (MG). Convidamos o futuro especialista para uma conversa aqui no Blog IPOG sobre como ele começou a trabalhar com o método e quando e porque decidiu aprender mais sobre essa metodologia inovadora. Vamos conferir?

No caso de Matheus, ele já trabalha com o BIM, mas sentia a necessidade de se aperfeiçoar mais no assunto e entender realmente como tudo funciona. Esse foi o ponto de partida para que ele procurasse o MBA. Afinal, essa ferramenta já se tornou um diferencial pra quem busca se destacar no mercado.

A perspectiva do arquiteto era a de encontrar algo que contribuísse para sua carreira.

Eu gostaria de aprender sobre todas as possibilidades e ferramentas para aprimoramento e implementação do BIM. E parece que deu certo!”, explica Matheus.

Porque quando questionado sobre como tem sido a sua experiência nessa pós-graduação, o profissional caracteriza como excelente. Matheus destaca os professores que se alternam ao longo dos módulos: “o corpo docente é de competência ímpar, o curso está superando as minhas expectativas”.

O aluno ainda completa e cita a estrutura das salas de aula e a qualidade do conteúdo apresentado. “Recomendaria, porque dentro do proposto, o curso está superando as minhas expectativas”, comemora.

Segundo Matheus, o que ele vem aprendendo em sala já está sendo aplicado, ou seja, já tem influenciado positivamente a sua carreira. O que era justamente o seu objetivo inicial. Ele conta que já no primeiro módulo do MBA conseguiu aprender sobre novas ferramentas e metodologias de trabalho que ainda não aplicava. “Os resultados são notáveis”, pontua.

Para o arquiteto e futuro especialista Master Bim, essa é uma metodologia que de fato se tornou diferencial no mercado de hoje. Por isso defende que o profissional BIM precisa pensar em todo o processo de forma gerencial, sempre analisando incompatibilidades entre disciplinas, otimizando todos os processos. Se tudo isso for feito, o resultado será uma maior economia financeira.

Quer descobrir os diferenciais críticos do profissional de Engenharia em tempos de mercado desafiador? Então assista ao nosso webinar e fique por dentro!


Sobre Matheus Silva e Carvalho

Aluno IPOG no MBA Master BIM: Ferramentas de Gestão e Projetos, Arquiteto e Urbanista, Pós-Graduado em Docência no Ensino Superior e também em Arquitetura e Design. Trabalha como arquiteto BIM na Turano Construtora desde 2015.

Comentários