Por que ser um analista SPED?
1 minuto de leitura
02 de setembro de 2016

Por que ser um analista SPED?

IPOG, Analista SPED, Contabilidade

Você sabe os impactos e as consequências do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED)?

Implantado em 2008, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o sistema da Receita Federal brasileira que prevê a facilitação na entrega de documentos contábeis e fiscais ao governo.

Para o professor Edgar Madruga, coordenador do MBA Contabilidade, Auditoria & Gestão Tributária do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), o maior desafio do SPED ainda é cultural, uma vez que as normas tributárias são extremamente complexas e estão em constante atualização.

Por isso, a especialização é imprescindível para o profissional que quer ser destaque no mercado de trabalho. “O mercado é muito carente. Não há crise para profissionais qualificados na área tributária. Essa necessidade constante de atualização é fundamental. Uma das principais características da área é que as coisas mudam e o profissional precisa estar preparado para criar métodos de forma sistematizada para dominar os processos”, pontua.

Por ser um sistema que exige dados detalhados e por cruzar várias informações de outros arquivos digitais, o Sped Fiscal precisa ser feito com o máximo de cuidado possível para evitar erros. Por isso, ser alguém que tenha habilidade no assunto faz toda diferença!

Sendo um analista SPED você dominará:

  • Inconsistências encontradas no cruzamento das informações;
  • Principais validações;
  • Estrutura e layout;
  • Detalhamento prático das principais informações exigidas;

Seja um analista SPED e conquiste o mercado!

 

Confira os E-books:

Documentos Fiscais Eletrônicos

SPED como ferramenta de gestão tributária


Artigos relacionados

Imposto de Renda Pessoa Física: tire suas dúvidas Chegou a hora de prestar as contas com a Receita Federal. O Fisco aceitará as declarações de ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2017 de 2 de março a 28 de abril. A quitação pode ser feita pelo programa, em computadores, e também pelo aplicativo par...
Imposto de Renda: Você sabe quais são as formas de tributação para a Pessoa Jurídica? As pessoas jurídicas, por opção ou por determinação legal, são tributadas por uma das seguintes formas: simples, Lucro Presumido, Lucro Real e Lucro Arbitrado. A tributação pelo Simples Nacional é aplicável às microempresas e empresas de pequeno porte, previst...
Você já sabe como se preparar para o eSocial? De acordo com a Receita Federal, a partir de julho de 2018 todas as empresas, incluindo as micro e pequenas empresas e as cadastradas no MEI, terão que usar obrigatoriamente o eSocial para registrar informações de empregados. A exigência já passou a ser vál...

Sobre Edgar Madruga

Coordenador do curso de MBA Contabilidade e Direito Tributário do IPOG.

Comentários