Professores do IPOG lançarão livro que explica todas as alterações da Reforma Trabalhista
2 minutos de leitura
20 de outubro de 2017

Professores do IPOG lançarão livro que explica todas as alterações da Reforma Trabalhista

Falta pouco tempo para a Reforma Trabalhista entrar em vigor no Brasil, o que acontecerá já na segunda semana de novembro, exatamente 120 dias após ser sancionada pelo presidente Michel Temer.

Tal fato representa uma ampla mudança nas leis trabalhistas, são mais de cem alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que ainda não foram assimiladas ou bem compreendidas por uma grande maioria da população, inclusive por profissionais que trabalham com a temática.

Foi pensando em contribuir na resolução de possíveis dúvidas e levar informação válida e confiável à população sobre as mudanças na lei que o professor do IPOG, Rodrigo Dias da Fonseca, coordenou a produção do livro Reforma Trabalhista Comentada, que analisa todas as alterações propostas na Lei Nº 13.467/2017.

Com lançamento previsto para a última semana de outubro, a obra foi escrita por quatro professores do IPOG, sendo três Juízes do Trabalho em Goiás: Cleber Martins Sales, Platon Teixeira de Azevedo Neto e o Rodrigo Dias da Fonseca, e um Juiz do Trabalho em Minas Gerais, Marcelo Palma de Brito.

Foram três meses de intenso trabalho, o qual foi desempenhado com afinco pelos envolvidos no projeto. A ideia era produzir um livro que explicasse a reforma de forma fácil e acessível.

O que esperar da obra?

Detalhes. Segundo o professor e coordenador da pós-graduação em Ciências e Legislação do Trabalho, Rodrigo Dias, o livro apresenta análise de cada artigo, de cada disposição. “Ele oferece uma leitura ponto a ponto, não deixa nada de fora! Qualquer alteração pode ser encontrada”, explica o professor.

O livro foi produzido a partir de análise racional dos termos da reforma, com respeito às opções políticas do legislador e atendo à autonomia interpretativa da magistratura. “Tem havido muita distorção, por isso tentamos unir informações seguras para quem for lidar com essas situações”, completou.

Quem pode obtê-la? 

Qualquer pessoa que tenha interesse em comprar a obra. Como já foi dito, a linguagem acessível e de fácil absorção permite que os mais leigos no tema entendam de forma prática o que cada artigo dispõe. Contudo, o livro foi elaborado para atingir, especialmente, um contingente de profissionais que lidam com as leis trabalhistas, como advogados, servidores, trabalhadores de Recursos Humanos, contadores, entre outros.

E como adquirir o livro sobre a Reforma Trabalhista?

O professor Rodrigo explica que a melhor forma de comprar o livro é por meio do e-mail livroreforma@hotmail.com. Os interessados devem encaminhar nome e endereço, o livro custará R$ 100. Ao comentar sobre a obra, Rodrigo expõe orgulho do trabalho realizado coletivamente e ainda revela uma das dificuldades da produção: abordar disposições novas. O especialista complementa ainda:

A legislação não dispunha anteriormente de preceitos similares a estes, objeto das novidades trazidas pela lei, e escrever sobre o novo nunca é algo muito fácil.

Não perca o lançamento e adquira o seu! É uma ótima alternativa para quem tem pressa em ficar por dentro das alterações que vão modificar as relações de trabalho no Brasil.


Artigos relacionados

Empresas: é preciso muita cautela para se adequar à Reforma Trabalhista Uma das mudanças mais profundas e polêmicas feitas no governo Temer passa a vigorar nesse próximo sábado, 11 de novembro: a Reforma Trabalhista. Trata-se da Lei nº 13.467, que altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e modifica as r...
Reforma Trabalhista: Você sabe o que é trabalho intermitente? O trabalho intermitente é um assunto que divide opiniões, a Reforma Trabalhista está a menos de dois meses para entrar em vigor, especificamente 120 dias após ser sancionada pelo presidente Michel Temer, no dia 13 de julho.O fato é que se tudo correr como ...
Saiba mais sobre as sanções políticas tributárias As sanções políticas tributárias, também conhecidas como meios indiretos coercitivos de cobrança, são quaisquer imposições ou limitações de ordem administrativa, ainda que estabelecidas em lei, que obstem o exercício de direitos das pessoas físicas ou jurídica...

Sobre Rodrigo Dias da Fonseca

Juiz do trabalho do TRT - 18 e coordenador do curso de pós-graduação em Ciências e Legislação do Trabalho do IPOG.

Comentários