3 minutos de leitura
08 de junho de 2017

As vantagens de investir no estudo à distância

Estudo à distancia, EAD, Vantagens

A globalização é um dos elementos que nos leva a enxergar a educação permanente como uma necessidade, sendo possível que cursos à distância incorporem os avanços tecnológicos.

  • Ensino Convencional X Ensino à Distância

O ensino convencional é o nível de ensino onde professores e alunos se encontram em um local específico – unidade escolar, em um horário determinado. A modalidade de educação à distância é um processo de ensino-aprendizagem que busca oportunizar ao aluno um aprendizado independente, auxiliado, na maioria das vezes, por intermédio das tecnologias (internet, wiki, fórum, chat, videoconferência). Fazer um curso à distância é uma forma de continuar a trabalhar, mas ao mesmo tempo, investir na própria formação, garantindo assim um futuro melhor, sem abrir mão da sua rotina atual.

Vamos pontuar aqui cinco benefícios para você que deseja ter um ensino de qualidade, mas que não pode se deslocar até a unidade de ensino.

  • Flexibilidade de horários – Economia de tempo

Talvez a principal vantagem da educação à distância seja a flexibilidade de horários. Na modalidade EaD, o aluno assiste às aulas no momento em que estiver mais disposto e disponível a se dedicar a isso. Não é necessário que ele adeque o seu dia a aulas em horários fixos; pelo contrário, ele faz sua própria grade e da forma que for mais conveniente à sua realidade.

Essa opção é vantajosa principalmente para os alunos que têm rotinas apertadas e precisam conciliar os estudos a outras coisas, como trabalho e família. Há uma racionalização do tempo, pois é possível se dedicar mais aos estudos ou adequar-se à sua disponibilidade em função de outras atividades, inclusive profissionais. Além disso, o aluno economiza tempo com o deslocamento para a instituição de ensino, explica o Diretor Pedagógico do Instituto de Pós-Graduação e Graduação, Carlo Guizeline.

Carlo lembra ainda que um bom curso, na modalidade EaD ou presencial, deve ter conteúdo robusto e exigir do aluno dedicação e disciplina. Aliás, estatisticamente o aluno de EaD possui o hábito de ler mais que o aluno da modalidade presencial. Quem já está inserido no mercado de trabalho ou que busca um segundo curso certamente encontra na educação à distância a melhor opção de aprendizagem.

  • Acesso a aulas de diferentes lugares

O aluno de ensino à distância pode “frequentar a classe” de quase qualquer lugar que estiver. Basta estar em um local com acesso a computador (ou notebook, tablet, smartphone…) e uma conexão de banda larga. Isso significa que o estudante pode assistir às aulas de casa, do trabalho, da biblioteca, do metrô – enfim, onde se sentir mais à vontade e tiver um tempinho disponível.

  • O diploma é certificado

Embora ainda exista a preocupação de algumas pessoas em relação ao reconhecimento dos cursos superiores de educação à distância, eles devem ser certificados pelo Ministério da Educação. Ou seja, um curso de EAD tem tanta validade quanto um presencial, e um aluno que se forma por meio dessa modalidade de ensino está tão preparado para entrar no mercado de trabalho e ser um profissional qualificado quanto um estudante de instituição física.
Por isso, é fundamental que o aluno sempre verifique antes de ingressar em um curso à distância se ele possui a certificação do MEC.

  • Trocas de ideias sem barreiras

Normalmente, as instituições que oferecem os cursos à distância disponibilizam ambientes virtuais de bate-papo para os alunos interagirem entre si. Isso permite um rico networking e troca de experiências entre eles, uma vez que não há barreiras geográficas e é possível o contato entre pessoas das mais variadas realidades.
O especialista conta que esse espaço pode gerar um rico intercâmbio de conhecimento e reduzir a distância entre pessoas, que provavelmente não teriam a oportunidade de relacionarem em função das distâncias físicas ou disponibilidade de tempo.

  • Educação mais barata

Os cursos da educação à distância são geralmente mais em conta do que os presenciais, pois dispensam instalações, gastos com energia, aluguel, manutenção, dentre outros. Além disso, o aluno não tem despesas com transporte, uma vez que não há a necessidade de se deslocar para assistir à aula.

Carlo destaca que o aluno deve ficar atento, pois o fato de ser mais “barato” e mais acessível, não significa que deva impactar a qualidade do material, do ambiente virtual de aprendizagem, tão pouco na disponibilidade de atendimento dos tutores e professores. Cabe ressaltar que o diploma de um curso à distância, tem a mesma validade do diploma de um curso presencial. Não há distinção.

Sobre Carlo Guizelini

Diretor Pedagógico do IPOG.

Comentários