Boiada digital, não seja mais um!
2 minutos de leitura
24 de novembro de 2016

Boiada digital, não seja mais um!

IPOG, Digital, Marketing

Mais do mesmo, essa é a nova tendência do mundo corporativo na internet. Novas tecnologias, ferramentas poderosas com um alto poder de segmentação para quê?

O importante é seguir a boiada, não ter originalidade, fazer o convencional. Em meados de 2013 quando comecei a aprofundar meu conhecimento sobre marketing digital fiquei espantado com as informações que os grandes players como Google e Facebook detinham das pessoas. Imaginava o nível de personalização de comunicação que poderíamos chegar, a humanização do conteúdo por parte das empresas e uma nova proposta de publicidade não invasiva e apaixonante.

Porém segue ano, passa ano e grande parte das empresas continuam a se alimentar do padrão e não olhar a capacidade de conteúdo interna que podem produzir, preferem utilizar de e-mails prontos, e não enxergar que o principal segredo na comunicação digital é a originalidade empresarial.

É claro que isso não representa em totalidade o mundo corporativo, existem casos fantásticos de negócios que usam e abusam da rede de forma extremamente criativa, empresas como Nubank, Netflix e Giraffas que transmitem muito bem a sua identidade digital. E identidade significa traços próprios, empresas são como pessoas, para gerarem confiança precisam ter personalidade.

A presença na internet no mundo corporativo não é medida pelo número de publicações e sim pela qualidade do conteúdo e engajamento das pessoas. Redes sociais não foram criadas simplesmente para estarem ali, existe um porquê da escolha desses canais.

O principal benefício da internet para os negócios é o estreitamento das relações empresa e consumidor, é um meio de comunicação de mão dupla, rápido e acessível para todo cidadão. O meio corporativo deve abraçar essa bandeira e fornecer o que as pessoas estão buscando na internet, esses dados estão disponíveis na rede, bastando apenas lapida-los. Precisamos entender que pessoas as vezes não estão preparadas para comprar, a ideia é instigar com conteúdo e gerar percepção e lembrança de marca.

A propósito, a internet para as empresas não se restringe aos canais sociais, estamos vivendo o que chamamos de “internet das coisas“, tudo está conectado e gerando informações. O futuro da comunicação é imprevisível em qualquer área do conhecimento. Dispositivos vestíveis, inteligência artificial, tradução em tempo, realidade virtual e outras novas inovações que estão revolucionando o estilo de comunicar das empresas. Quem vai ter sucesso nessa história? Aqueles que souberem adicionar originalidade utilizando as novas tecnologias.

Artigos relacionados

Como investigar um crime ambiental? Frequentemente nos deparamos com denúncias de desmatamento, poluição, tráfico de animais, entre outras atividades ilegais que degradam o meio ambiente. Qualquer ação que provoca agressão ou danos à fauna, flora, recursos naturais e patrimônio cultural é consid...
Como o Diagnóstico Organizacional pode salvar sua empresa? Assim como as pessoas, as empresas também adoecem, mas, de uma forma diferente. Nesse período de crise vivido no país, o cenário econômico acabou sofrendo uma retração no consumo e trazendo às empresas problemas mercadológicos, financeiros, estruturais etc. E,...
Cibercrime: como enfrentar e prevenir ataques virtuais? A rede de criminalidade virtual, ou cibercrime, rompeu limites territoriais e está presente em todo o mundo. As invasões são constantes e a um nível elevado. É um perigo ubíquo, que está espalhado em qualquer lugar e pode invadir diversas mídias, como celulare...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários