Gestão da inovação: como revolucionar no mundo corporativo
5 minutos de leitura
21 de maio de 2020

Você sabe o que é gestão da inovação? Conheça este conceito e saiba como aplicá-lo na organização

Você sabe o que é gestão da inovação? Conheça este conceito e saiba como aplicá-lo na organização

Com um mercado tão competitivo e com tantas transformações tecnológicas, as empresas que buscam crescer devem buscar compreender a gestão da inovação. Seja para o lançamento de uma startup de sucesso ou até mesmo para transformar os resultados, inovar é palavra de ordem para quem busca liderança e reconhecimento de mercado.

Por meio da gestão da inovação, as empresas acompanham e fomentam o surgimento de novos produtos e processos internos, sendo possível, assim, desenvolver uma gestão eficiente e estratégica dentro das organizações.

Trouxemos neste artigo informações para que você conheça o que é a gestão da inovação e como implementar essa metodologia em um ambiente organizacional.

O que é gestão da inovação?

A gestão de inovação é a estruturação de um processo de aprimoramento, com começo, meio e fim. Essa gestão consiste em estabelecer meios e métodos para gerar valor, concretizando ideias.

Partindo do pressuposto de que toda organização que queira se diferenciar deve inovar, é preciso haver um processo definido para que a inovação aconteça de forma constante. Controlar esse processo e suas variáveis, como fundamentos e atividades, é chamado de gestão da inovação.

Dentro das empresas, a gestão da inovação tecnológica é responsável por sistematizar o processo de aperfeiçoamento, determinando quantas etapas e quais rotinas ele terá. Hoje o foco da gestão deve ser no cliente e em propor soluções para atender de melhor forma suas demanda, indo além da estratégia empresarial da organização em si.

Também é responsável por designar quais recursos humanos, materiais, financeiros e tecnológicos serão aplicados no processo, estabelecendo a estrutura hierárquica e decisória que será praticada para viabilizar a geração de resultados.

Na prática, a gestão da inovação passa pelos seguintes pontos:

  • identificação da oportunidade
  • percepção da ideia com bom potencial criativo
  • efetiva e eficaz implementação
  • geração de valor
  • aprendizado lean startup

Para obter o sucesso na gestão da inovação, é necessário que todos os envolvidos colaborem e entendam quão valiosa pode ser uma implementação inovadora. Desde a gestão, colaboradores, fornecedores e investidores precisam estar conscientes durante o processo de inovação.

Gestão da inovação e cultura organizacional: qual a importância nas empresas

A cultura organizacional de uma empresa ajuda a promover inovação. Ela estimula a criatividade e fornece estímulo para uma gestão estratégica e mais participativa. Por meio dessa participação promovida pela cultura organizacional, é possível a atração e retenção de talentos.

Por esse motivo, unindo a cultura organizacional à gestão da inovação, muitas empresas tornam-se destaque no mercado por serem um lugar de referência para se trabalhar.

É importante que as empresas sigam os objetivos de inovação de forma contínua, para que as melhorias sejam alcançadas a longo prazo e que, com isso, elas possam conquistar novos espaços de destaque no mercado.

Quando a empresa atua por meio de inovações, identificando oportunidades de mercado e utilizando a cultura organizacional a favor de seu crescimento, é possível construir de forma sólida o potencial criativo da empresa, além de alcançar positivamente a comunidade em seu entorno por meio de projetos e iniciativas que inovem o mercado e auxiliem o desenvolvimento de pessoas. 

O impacto da união entre cultura organizacional e gestão da inovação é refletido em ações sociais, ambientais e econômicas que tornam as organizações referência no setor.

Saiba como implementar a gestão da inovação

Para uma gestão da inovação assertiva, é preciso categorizar a inovação e entender como utilizar cada tipo de inovação para melhor aplicar em seu negócio. Conheça dois tipos de inovação:

  • Inovação radical ou disruptiva: busca transformar o mercado por meio de um novo serviço ou produto. É pensado com base em uma necessidade recente ou de uma forma inovadora. Um bom exemplo são os serviços de transporte por aplicativo; e
  • Inovação incremental: busca causar pequenas mudanças em algo já estabelecido. Age como uma otimização de um processo inovador já existente.

Por isso, é extremamente importante que o gestor de inovação consiga mensurar e avaliar qual tipo de inovação a empresa precisa utilizar.É importante lembrar que a gestão da inovação, seja ela radical ou incremental, precisa ser contínua, incluindo ciclos de avaliação, ajustes e adaptações ao longo do processo.

A gestão da inovação deve ser uma ação sistemática e planejada, que envolva cultura construída em toda a empresa, processos, ferramentas e todos os níveis da organização.

Confira as etapas para gerenciar a inovação do seu negócio:

1# Defina uma estratégia

Estabeleça uma tática a ser seguida, buscando atingir a inovação e os melhores resultados para a empresa.

2# Tenha um modelo de gestão bem definido

É muito importante usar métodos, processos e ferramentas para dar suporte à inovação. Por isso, antes mesmo de iniciar um projeto inovador, é necessário que a gestão avalie os métodos que serão utilizados e proponha uma análise das ideias para o lançamento e a gestão desse novo negócio. 

A partir de um modelo de gestão bem definido, é possível selecionar as melhores ideias e transformá-las em projetos.

Obtenha recursos

Além dos recursos financeiros, é necessária atenção aos recursos que dizem respeito ao capital humano. Um time capacitado composto de pessoas experientes e engajadas com a inovação torna-se um grande diferencial, pois essas experiências e conhecimentos serão usados a favor do projeto.

Mensure resultados

É indispensável o uso de indicadores para medir constantemente o valor que a inovação está retornando para o negócio. A partir do resultado que as inovações podem trazer, os gestores ficarão mais abertos a novos projetos.

Ajuste e transforme a cultura da inovação

O ambiente corporativo inovador deve ser livre e as ideias devem surgir com facilidade. Dessa forma, as possibilidades para que um projeto inovador aconteça são muito maiores.

Por isso, é muito importante que a liderança se atente à ideia da gestão da inovação, pois ela não é somente sobre implementação de produtos. Esse modelo de gestão pode ser aplicado também a processos e serviços, por exemplo.

Conheça os pontos de desenvolvimento da gestão da inovação

Como foi visto ao longo do nosso conteúdo, para que a gestão da inovação seja assertiva e gere grandes impactos nos resultados de uma empresa, é necessário desenvolver princípios que garantam o progresso de um processo de inovação contínua.

Dentro desses pontos está a liderança comprometida com a inovação. Ela é fundamental para diversos processos da gestão da inovação, pois, além de liderar pessoas, dando exemplo de engajamento e empenho, é responsável por sugerir melhorias e gerar valor  para o negócio.

A liderança também é responsável por outro ponto importante: a estratégia orientada à inovação. Isso permite que gestores e líderes encontrem melhores resultados de maneira mais assertiva durante o processo.

É importante que a organização se mantenha atualizada e com objetivos reais de acordo com o mercado em que atua, buscando realizar redirecionamentos sempre que necessário, pois a inovação é mutável.

Tudo isso só será possível se o gestor entender verdadeiramente a sua empresa, quais são seus pontos fortes e de melhoria, sua projeção para os próximos anos e quais são as oportunidades e ameaças do seu mercado de atuação.

Assim sendo, é importante que gestores e líderes estejam sempre preparados para atuar no mercado. A melhor forma de fazer essa atualização é por meio de uma especialização na área. Dessa forma, a gestão da inovação será bem aplicada e os resultados, positivos.

Quer saber mais sobre gestão e negócios ou ficou com alguma dúvida sobre este tema? Entre em contato conosco!

Gostou do nosso conteúdo? Temos certeza de que estes outros artigos irão ajudar você:

Esses e muitos outros assuntos você pode conferir no blog do IPOG.

Até a próxima!

Artigos relacionados

6 lições para ser um bom líder em tempos de crise e assegurar o futuro do seu negócio Um bom líder de equipe é fundamental para melhores resultados em momentos conturbados. Afinal, é função do gestor conduzir a busca por soluções junto ao seu time, mantendo-o engajado e coeso.  Se no dia a dia a luta pela sobrevivência do negócio já é ...
Analista de inteligência de mercado: a profissão da alta capacidade analítica Você sabe o que faz um analista de inteligência de mercado? Hoje, as empresas lidam com números e dados o tempo todo. No entanto, o sucesso dessas organizações depende da coleta, análise e interpretação de todas essas informações. Só assim é possível obter...
5 práticas para se tornar um gestor financeiro de sucesso O gestor financeiro é aquele profissional multitarefas, encarregado de conduzir o bom andamento financeiro de uma organização. Sua tarefa inclui muitas atividades desafiadoras que envolvem a análise, organização, controle e planejamento de novos objetivos de n...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários