A psicologia cognitiva comportamental e o tratamento clínico complexo
5 minutos de leitura

Saiba como a psicologia cognitiva comportamental ajuda no tratamento clínico complexo

De maneira geral, a psicologia é uma área muito ampla: são diferentes escolas e abordagens, o que faz com que pacientes de todo o mundo tenham várias possibilidades de tratar a sua condição.

A psicologia cognitiva comportamental representa uma das mais recentes técnicas. Foi criada na década de 1960 e é indicada para pessoas que passaram por situações estressantes e traumáticas ou que tenham transtornos emocionais. 

Como possibilidade profissional, é uma ótima oportunidade para psicólogos que querem ampliar suas percepções e para oferecer atendimentos mais adaptáveis aos pacientes, com uma abordagem com a qual eles melhor se identifiquem.

Neste artigo, você vai entender o que é terapia cognitiva, os objetivos dessa abordagem e qual curso oferecerá uma formação sólida para fazer os atendimentos clínicos. Confira!

O que é psicologia cognitiva e comportamental?

Também chamada de Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) esta é uma abordagem psicoterapêutica que utiliza conceitos do Behaviorismo e de teorias cognitivas. Criada pelo neurologista e psiquiatra norte-americano Aaron Beck, ela tem como principal foco olhar para o ser humano e sua interpretação dos fatos de uma maneira mais pessoal.

Na TCC, a maneira como nós vemos um fato tem mais relação com a nossa visão do que com o que realmente aconteceu. Sendo assim, o que pensamos, vemos ou sentimos é o que pode nos fazer ver uma situação como desconforto, incômodo ou qualquer sensação negativa.

Principais conceitos da Terapia Cognitivo-Comportamental

A psicologia cognitiva comportamental apresenta alguns conceitos que auxiliam a nomear alguns fenômenos ou técnicas comuns dessa terapia:

  • cognições: são pensamentos, interpretações e crenças que os pacientes têm de si e do mundo. Para a TCC, é isso que influencia o seu comportamento;
  • comportamentos: são ações e reações que as pessoas têm sobre as situações;
  • emoções: são respostas emocionais tanto negativas ou positivas sobre acontecimentos;
  • terapia colaborativa: o paciente e o terapeuta trabalham de forma conjunta com uma equipe para identificar o que está acontecendo;
  • reestruturação cognitiva: é uma técnica para que o paciente mude seus pensamentos negativos ou distorcidos para uma visão mais positiva e realista.

Qual é o objetivo da terapia cognitivo-comportamental?

O objetivo principal desse tipo de terapia é que o paciente mude a sua percepção, portanto, sua reação em relação às situações que causam desconforto.

Para isso, o estudo da psicologia cognitiva comportamental procura identificar quais são os padrões de comportamento, crenças, hábitos e pensamentos que originam os comportamentos problemáticos.

Para quem é indicada a terapia cognitivo-comportamental?

Via de regra, a abordagem da TCC não tem nenhuma restrição de indicação para tipos de pacientes. No entanto, como tem a característica de ser bem direta e específica, pode não funcionar para todos.

As técnicas de terapia cognitiva comportamental, geralmente, são indicadas para transtornos psicológicos e emocionais, doenças como ansiedade, depressão, fobias, transtornos psicossomáticos e alimentares, traumas e até dependência química.

Como a TCC atua no tratamento clínico complexo?

Primeiramente, o terapeuta fará uma avaliação dos sistemas de significado do paciente, isto é, de suas percepções, crenças e hábitos a respeito das situações. A partir daí, ele poderá desenvolver um tratamento personalizado com estratégias específicas.

Geralmente, o processo de tratamento é:

  • identificação: identificar quais são as crenças, os pensamentos e os comportamentos negativos;
  • exposição: pode acontecer em alguns casos, com momentos de exposição gradativa a situações ou estímulos, para provocar o comportamento nocivo. Por exemplo, uma pessoa que tem medo de barata é exposta a imagens desse inseto aos poucos. Com o tempo, até mesmo, a baratas reais para reduzir seu pavor;
  • reversão de hábitos: para incentivar o paciente a prestar atenção aos seus comportamentos nocivos;
  • aumento da consciência: observar quais são os fatores e os comportamentos que desencadeiam determinadas sensações;
  • monitoramento: o paciente passa a anotar a hora e a data, assim como os pensamentos, os sentimentos e os locais que ajudam a entender seus sintomas.

Como a pós-graduação ajuda a aprimorar o atendimento?

Um dos grandes diferenciais da TCC é justamente como a sua abordagem terapêutica foca o comportamento habitual do paciente para combater os sintomas.

Ela dá material suficiente para que o profissional faça uma avaliação avançada e apresente soluções que tenham a ver com o problema específico, já que centraliza a percepção do paciente sobre as situações.

Além disso, investir em uma pós-graduação em psicologia cognitiva comportamental traz:

  • conhecimento especializado;
  • atualização de técnicas e tendências;
  • networking;
  • atração de pacientes que preferem essa abordagem;
  • abertura do leque de possibilidades de atendimento;
  • aplicação a diferentes públicos;
  • maior credibilidade e segurança ao paciente.

Como escolher o curso certo de psicologia cognitiva comportamental?

Há muitas alternativas no mercado de pós-graduação voltada para a TCC. Justamente por haver tantas opções, é essencial que o aluno tenha critérios bem definidos do que ele quer encontrar no curso.

Escolher uma formação que garanta um aprendizado dos fundamentos teóricos e das ferramentas práticas é essencial, especialmente pela quantidade de casos diferentes em que será exposto.

A pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental oferecida pelo IPOG é uma das melhores alternativas para se especializar. Você terá o preparo para atender a diversos casos, aprofundamento teórico e visão analítica com apoio de professores altamente capacitados.

Módulos do curso

  • Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC): fundamentos teóricos e ferramentas práticas
  • Ferramentas de Intervenção em TCC: construção de uma relação terapêutica efetiva, uso das ferramentas de reestruturação cognitiva e modificação comportamental
  • Psicofarmacologia, TCC e Neurociências
  • TCC aplicada aos Comportamentos Aditivos: drogas, jogos e dependência tecnológica
  • Ferramentas Eficientes no Manejo dos Diversos Transtornos de Ansiedade: habilidades de intervenção em comportamentos complexos
  • TCC na Intervenção da Depressão e Demais Transtornos de Humor
  • TCC aplicada aos Transtornos de Personalidade: intervenções em padrões rígidos de comportamento
  • Terapia Cognitivo-Comportamental de Casais e Disfunções Sexuais
  • TCC para Crianças e Adolescentes: o uso de ferramentas eficientes para reestruturação cognitiva e modificação comportamental
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) e Transtornos Alimentares: intervenções em transtorno do controle do impulso
  • Gestão de Consultório, Gerenciamento de Carreira e Marketing Pessoal
  • Fundamentos da Terapia do Esquema: Técnicas Cognitivo-Comportamentais Inovadoras

Foco na prática do atendimento clínico complexo

O curso irá ampliar seu repertório teórico e técnico para oferecer conhecimentos aplicáveis para dinamização de suas intervenções clínicas. Você ainda terá acesso a técnicas vivenciais de vanguarda que trazem eficácia à sua prática profissional.

Além disso, será capaz adquirir uma visão mais aprofundada sobre tratamentos e diagnósticos complexos.

Aulas on-line e ao vivo

O curso é ofertado na modalidade remota, com aulas on-line. Assim, é possível estudar de onde estiver e adaptar a rotina de estudos e trabalho para obter o melhor aproveitamento do curso.

Uma das vantagens de optar por essa modalidade é que, mesmo a distância, as aulas são ao vivo, o que permite o debate e a interação entre colegas de profissão e professores.

Professores referência no mercado

O IPOG conta com um corpo docente altamente qualificado, São mestres e doutores de renome no mercado e que contam com competência pedagógica para ensinar os principais fundamentos da Psicologia.

Além da experiência acadêmica, todos trazem projetos pessoais de destaque e que podem incentivar os estudantes a progredir na carreira.

Módulos atualizados de acordo com as necessidades dos pacientes

Os módulos de nossos cursos são pensados para que o aluno não tenha dificuldade em lidar com os desafios da profissão. Por isso, há sempre a revisão dos conteúdos e das disciplinas para oferecer algo novo e alinhado às principais tendências do mercado.

Seja um profissional diferenciado com a pós-graduação do IPOG

A psicologia cognitiva comportamental é uma área ideal para aqueles que querem se especializar em abordagens mais práticas, especialmente profissionais que procuram melhorar suas técnicas de atendimento e avaliação do comportamento de seus pacientes.

Invista em um curso de qualidade na instituição de referência no Brasil.

Visite a página do curso, preencha o formulário e fale com nossos consultores de carreiras.

Artigos relacionados

Pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental: por que essa é uma das áreas mais populares? A pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental é uma opção popular para aqueles que desejam aprimorar suas habilidades clínicas e assegurar uma oportunidade de carreira em diferentes instituições de saúde mental. Além disso, a eficácia da TCC no trata...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.