Mercado em ascensão: saiba mais sobre a área da Computação Forense
2 minutos de leitura
28 de abril de 2017

Mercado em ascensão: saiba mais sobre a área da Computação Forense

Quantas notícias por semana você lê sobre fraudes que envolvem dispositivos digitais? Estamos rodeados de informações sobre crimes cibernéticos. Uma epidemia que assola a cada dia mais a rede mundial de computadores.  E para solucionar esses atos ilícitos, são utilizadas técnicas da Computação Forense para coleta e análise de dados para investigação.

A área possui uma série de metodologias para que as análises realizadas sejam utilizadas como provas de um crime em um processo judicial. O coordenador do curso de pós-graduação em Computação Forense e Perícia Digital do IPOG, José Walber Pinheiro, afirma que o setor está em ascensão no Brasil e possui um campo amplo para exercer a profissão de perito digital. “Novas oportunidades surgem constantemente e existem poucos profissionais especializados nesse mercado para a alta demanda de trabalho”, ressalta o especialista.

Para atuar na área, o profissional precisa ter um curso superior em Tecnologia da Informação ou áreas afins, ser especialista no setor, ter conhecimentos em ferramentas digitais específicas, arquitetura de sistemas operacionais, técnicas investigativas, embasamento jurídico e ser habilitado para fazer perícia.

Áreas de atuação

Conheça os principais setores da Computação Forense que você pode atuar:

Perito Criminal: o profissional precisa ingressar na carreira pública como policial civil ou federal para realizar investigações, produzir laudos e supervisionar perícias juntamente com os órgãos competentes.

Perito Judicial: o especialista é nomeado pelo juiz para atuar em algum processo. É um cargo de confiança e geralmente trabalha como profissional liberal.

Assistente Técnico Judicial: o profissional atua junto a um advogado ou perito judicial e oferece a assessoria técnica e científica do caso, por meio de investigações, análises e produções de laudos.

Perito Extrajudicial, Investigador, Consultor: o trabalho geralmente é solicitado pela área corporativa para a investigação de fraudes internas.

A Computação Forense tem muito a contribuir com as corporações policiais, com o judiciário e as empresas. O perito precisa ser especializado e ter capacidade de se basear em evidências para explicar como o crime em alguma mídia digital aconteceu e provar isso juridicamente. Diante disso, surge a necessidade de profissionais éticos com forte senso de confiabilidade, aptos a colaborar com autoridades na apuração e investigação de delitos cometidos na internet.

 Cada vez mais os casos Forenses estão relacionados com informações em dispositivos digitais.  É um mercado com carreira crescente no Brasil e no mundo, por isso, buscar conhecimento para atuar nesse setor é mais que fundamental, é um diferencial para o seu sucesso profissional.

Quer se tornar um especialista nessa área? Conheça o curso de pós-graduação em Computação Forense e Perícia Digital  e consiga uma boa colocação no mercado.


Artigos relacionados

Conheça as principais ferramentas utilizadas na investigação forense computacional Estamos em uma era muito tecnológica e a todo o momento lidamos com dispositivos eletrônicos que armazenam dados e estão conectados à internet.  E a prova disso são as nossas comunicações. Passamos boa parte do tempo conversando com alguém no whatsapp, acessan...
IPOG na InterFORENSICS: confira as principais contribuições do evento para os profissionais de Compu... A InterFORENSICS 2017 foi um sucesso. Nos três dias de evento, mais de 1300 pessoas participaram da ampla programação de palestras, workshops, apresentação de trabalhos, reuniões, lançamentos de livros e visitação em estandes de empresas e instituições.Par...
Computação Forense: perícia digital é a solução para a investigação de crimes cibernéticos em empres... O volume de crimes digitais em empresas tem aumentado. De acordo com uma pesquisa realizada pela RSA Anti-Fraud Command Center (AFCC), o Brasil ocupa a 4ª posição no ranking de ataques cibernéticos em instituições.  O aumento de fraudes no ambiente            ...

Sobre Walber Pinheiro

Doutorando em Ciências da Informação pela Universidade Fernando Pessoa em Porto (Portugal) e coordenador do curso de Computação Forense e Perícia Digital do IPOG.

Comentários