A visão contemporânea de gestão de pessoas – Como será o seu futuro?
3 minutos de leitura
24 de abril de 2017

A visão contemporânea de gestão de pessoas – Como será o seu futuro?

IPOG, Gestão de Pessoas,

A comunicação dentro das empresas, principalmente entre os departamentos estratégicos, é um problema que precisa de uma liderança mediadora para apaziguar os conflitos de interesse de forma inteligente, e com espírito de equipe. A comunicação se torna a solução principal para a resolução de crises futuras.

Por isso, hoje se faz necessário a formação de profissionais que tenham familiaridade com a comunicação, para que assim possam liderar uma equipe de forma firme e segura. Para resolver esse problema da melhor forma pensou-se na gestão de talentos e na gestão de pessoas, que são responsáveis por cuidar dos profissionais que integram a equipe da empresa.

No Brasil, uma das áreas que tem maior demanda é a administrativa. No relatório do The Boston Consulting Group (BCG), o gerenciamento de talentos apareceu como o item mais importante de um departamento de Recursos Humanos.

RH tradicional X Gestão de pessoas contemporânea

A diferença entre o RH tradicional e a gestão de pessoas contemporânea é justamente o enfoque dado aos resultados da empresa por meio de indicadores. Neste caso, é feita uma análise mais quantitativa e que, ao mesmo tempo, leva em consideração o indivíduo na sua singularidade, expectativas, qualidade de vida, compatibilização entre trabalho e vida social e na sua capacitação constante.

De acordo com a coordenadora do MBA Gestão de Pessoas por Competência, Indicadores e Coaching do IPOG, Cyndia Bressan, existem dois tipos de gestão: a gestão de talentos e a gestão de pessoas.

Gestão de talentos

É gerir as pessoas das organizações. Os gestores de talentos são aqueles que trazem os melhores e mais criativos resultados e soluções para os problemas da empresa. Eles são ainda responsáveis por motivar, engajar, incentivar, organizar políticas e fazer várias outras ações que mantenham o colaborador alinhado com a empresa em que trabalha.

Gestão de pessoas

É a capacidade da liderança não só do RH, mas de qualquer área, de contribuir para que o indivíduo entregue o seu melhor potencial, se sinta satisfeito, e a empresa também alcance os melhores resultados. Sua função no mercado de trabalho é colaborar para o alcance dos resultados organizacionais com satisfação e reconhecimento dos indivíduos.

As políticas mais utilizadas pelas grandes empresas englobam atividades como:

1) Reconhecimento

Reconhecer que o funcionário é uma parte muito importante no engajamento de todos os outros funcionários da empresa. Os colaboradores se sentem mais motivados quando são reconhecidos pelo trabalho que exerceu, ou ainda quando recebem um elogio dos seus superiores.

2) Incentivo

Se você quer uma forma direta de dizer a sua equipe que você gosta e valoriza o seu trabalho, faça o uso do incentivo eventual. Sempre que houver algum evento onde você acredita que um membro do seu time contribuiu diretamente para o resultado, dê uma premiação.

3) Comunicação e Transparência

A transparência é muito discutida em relação aos gestores e investidores. Porém, a transparência dentro da empresa é tão importante quanto. Saber definir e, principalmente, transmitir com clareza as políticas de recursos humanos da sua empresa é vital para mantê-los motivados e engajados.

4) Benefícios Corporativos

Aumente o poder aquisitivo do seu funcionário sem ter que aumentar o seu salário. Oferecer convênios com empresas que sejam relevantes para ele e para a sua família resulta em uma percepção positiva de valor do colaborador e ainda permite que o funcionário equilibre melhor a sua vida dentro e fora do trabalho.

Diferencial do Gestor de pessoas

Cyndia destaca que o diferencial para quem se especializa nessa área é o conhecimento amplo, não apenas sobre ferramentas para potencializar a entrega de resultados, mas também um autoconhecimento que lhe possibilitará ser o líder de destaque na empresa, aquele que vai ter mais êxito na comunicação, uma visão geral do ambiente organizacional e das possibilidades das pessoas nesse ambiente.

Para ser um bom gestor você terá que se capacitar

O futuro da gestão de pessoas é muito promissor na medida em que as empresas estão percebendo a importância cada vez maior dos indivíduos e das contribuições diferenciadas que estes podem dar as organizações.

A tecnologia é muito importante, mas ela não existe sem alguém por trás dela para comandar tudo, então, no futuro, a tendência é que as pessoas sejam cada vez mais valorizadas. Mas, para que isso aconteça, elas terão que se capacitar para fazer a entrega diferenciada de resultados por meio da satisfação pessoal e de indicadores organizacionais.


Artigos relacionados

Líderes não motivam ninguém! Os líderes costumam ser muito cobrados em relação à motivação da equipe. A busca por resultados exige destes gestores que eles sejam capazes de sempre garantir um alto nível de engajamento entre os colaboradores.No entanto, será mesmo que a motivação parte...
Formei! E agora, por que devo fazer uma especialização? A experiência adquirida em uma graduação há um bom tempo deixou de ser o principal motivo para conseguir um bom cargo nas organizações e até mesmo para ingressar no mercado de trabalho. Hoje em dia, os recrutadores dão vantagens para aqueles que possuem algum ...
Design Thinking: inovação e organização a favor do sucesso Tomar decisões e resolver problemas é um dos principais desafios de um empreendedor. E com o atual cenário competitivo, há uma necessidade crescente de inovação e busca de novas soluções para os problemas enfrentados por clientes e empresas de pequeno, médio e...

Sobre Cyndia Bressan

Mestre em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de Brasília/UnB. Possui graduação e licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará/UFC. Atualmente é docente, coordenadora dos cursos: MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching; MBA Gestão de Pessoas por Competências, Indicadores e Resultados do IPOG

Comentários