Por que investir em capacitação para Gestão da Tecnologia da Informação
6 minutos de leitura
26 de fevereiro de 2019

Descubra por que tantos profissionais têm investido na área de Gestão da Tecnologia da Informação

Saiba por que investir em Gestão da Tecnologia da Informação.

A evolução da informática observada nos últimos anos deixou claro que a tecnologia é indispensável às diversas atividades humanas e corporativas.

Isso porque ela contribui para a otimização dos recursos e caracteriza-se também como fonte de inovação.

Por esse motivo, as empresas demandam cada vez mais profissionais qualificados para administrar a estrutura digital, o que, por consequência, possibilita expressiva expansão do mercado de Gestão da Tecnologia da Informação.

Nesse caminho, as organizações ampliam as expectativas sobre a atuação desse profissional, que precisa aliar conhecimentos técnicos à habilidade de gestão de negócios, desde o suporte até a estratégia aplicada nos mais variados setores de uma empresa.

O crescimento deste mercado se dá no ritmo das inovações tecnológicas, contudo, as escolas de formação não têm conseguido acompanhá-lo, ocasionando a escassez de profissionais qualificados.

Essa realidade é a razão pela qual o gestor de TI é um profissional tão valorizado pelas corporações, tornando a Gestão da Tecnologia da Informação uma escolha segura do ponto de vista da empregabilidade.

Inclusive, alcançar o cargo de gestor de TI é o sonho de boa parte dos profissionais desse segmento. Afinal, além de excelentes salários, a ocupação é sinônimo de competência técnica e administrativa.

Caso você deseje se tornar um especialista em Gestão da Tecnologia da Informação, confira este artigo até o final e acompanhe as nossas dicas para se especializar neste setor promissor.

O que faz um gestor de TI?

O gestor de TI é o profissional que conhece em detalhes as rotinas administrativas e ferramentas tecnológicas de uma empresa. Seu trabalho envolve negociar consultorias, gerenciar equipes, planejar, implementar e otimizar a estrutura de TI de um negócio.

Por isso, o gestor de TI deverá apresentar uma formação multidisciplinar a fim de:

  • investir em inovação corporativa;
  • aperfeiçoar estratégias operacionais e processos;
  • contribuir para a progressão da produtividade e segurança de dados.

Como você sabe, infraestrutura, software e banco de dados são as três áreas básicas em que costuma se dividir o setor de TI.

Analistas de suporte técnico e administradores de redes respondem pela área de infraestrutura. Programadores e desenvolvedores, pela de softwares. Administradores de banco de dados (ADBs) e especialistas em servidores, pela de banco de dados.

No gerenciamento de projetos de informática corporativa, o gestor de TI pode atuar junto aos profissionais da área de rede, criando soluções que melhorem o dia a dia dos colaboradores de uma empresa, como cloud computing e processamento remoto.

Esse especialista também pode trabalhar no desenvolvimento de rotinas e sistemas de automação para o aumento da produtividade de uma equipe.

Com o auxílio de softwares, as atividades podem ser monitoradas e a gestão ganha com a redução do tempo gasto para a execução das tarefas diárias, melhorando, assim, o período de resposta à falhas e eventuais problemas de hardware.

 


Para dar conta de tantas atribuições, esse profissional vai precisar desenvolver algumas competências importantes. É o que veremos a seguir.

7 competências que todo gestor de TI precisa desenvolver

As atividades de um especialista em Gestão da TI garantem o acesso dos colaboradores aos recursos digitais de uma empresa, destacando a importância desse gestor para a vitalidade de diversos setores.

É por esse motivo que a formação desse profissional precisa contemplar conhecimentos administrativos, tecnológicos e logísticos que possam desenvolver as capacidades de negociação e inovação na busca por resultados.

Para que isso ocorra, o especialista em Gestão da Tecnologia da Informação precisa desenvolver algumas habilidades específicas. Nossa equipe listou sete delas.

1. Foco em objetivos e resultados de negócios

Durante as negociações com a alta direção da empresa ou com fornecedores, o profissional de TI que deseja defender seus projetos com argumentos sólidos e, consequentemente, garantir investimentos, precisa parear os objetivos de negócio da empresa com os aspectos técnicos necessários para alcançá-los.

Esse equilíbrio fará toda a diferença.

2. Planejamento a médio e longo prazo

Planejamento é a palavra de ordem na rotina de trabalho de todo e qualquer gestor, contudo, para quem trabalha com a Gestão da Tecnologia da Informação, é ainda mais importante, principalmente por conta da complexidade que envolve o ambiente tecnológico.

Durante a Gestão da TI, é necessário que os projetos sejam visualizados como um todo, considerando variáveis técnica, financeira ou humana.

Esse profissional deverá trabalhar com metodologias que garantam velocidade aos processos, prevendo possíveis bugs,  garantindo que as etapas de correções e testes estejam incluídas no planejamento, de forma a  respeitar os prazos acordados com os clientes.

3. Conhecimento técnico aprofundado

Além dos conhecimentos de gestão, um bom líder na área de TI precisa ter amplo domínio sobre ciência da computação, desenvolvimento de softwares e equipamentos de infraestrutura.

Além disso, é fundamental estar atento aos padrões básicos de qualidade, como a ISO 20000 e a ISO 27.001. Sem falar nos requisitos legais indispensáveis à sobrevivência de uma empresa, como o SOX.

É o conhecimento técnico que possibilita a visualização de riscos e falhas que podem comprometer um projeto.

4. Proatividade

Um profissional que trabalha com tecnologia não tem a opção de ficar acomodado esperando as novidades surgirem. Ele precisa ter um perfil proativo e ficar atento às atualizações que acontecem a todo momento no setor.

Isso é importante para que o gestor consiga beneficiar o projeto ou a empresa em que trabalha, aproveitando ao máximo as oportunidades identificadas.

5. Comunicabilidade

O gestor de TI é o elo entre a empresa e a equipe de TI, por isso, mais do que saber coordenar pessoas, ele deve realizar um excelente trabalho de comunicação.

Para isso, é ideal investir em canais de comunicação eficientes e desenvolver contatos pessoais.

6. Criatividade

O profissional de Gestão da Tecnologia da Informação precisa estar disposto a inovar o modus operandi de trabalho dentro da corporação e otimizar os processos, mesmo sem a ajuda da tecnologia.

É importante garantir melhoria contínua focada nas principais tendências do setor, como SOA, big data, green it, computação em nuvem etc.

7. Liderança

Nenhum bom planejamento se sustenta sem a ação de um líder para executar as atividades.

Alguém com um perfil de liderança é inclinado a assumir as responsabilidades da equipe, transmitir orientação e motivação e distribuir atividades conformes as competências de cada colaborador.

Um bom líder extrai o melhor de seu time, mantendo-o motivado até mesmo em tempos difíceis.

Quanto ganha um gestor de TI?

Confio que você deva estar ciente dos desafios que a área de Gestão da Tecnologia da Informação apresenta aos profissionais envolvidos nela.

Apesar disso, esse mercado oferece excelente remuneração. Segundo levantamento da Catho, a média salarial de um gerente de TI no Brasil é de R$ 8.400,00. Nas multinacionais, esse valor pode ultrapassar os R$ 15.000,00.

Para garantir essa boa remuneração é imprescindível que profissional de TI invista em uma pós-graduação ou MBA em Gestão da Tecnologia da Informação.

Invista em uma especialização em Gestão da Tecnologia da Informação

O investimento em um curso de especialização em Gestão da Tecnologia da Informação é válido para os mais variados perfis profissionais.

Essa é uma área que acolhe tanto o pessoal de TI que se interessa pelo mundo dos negócios, quanto administradores (ou profissionais de áreas afins) apaixonados por tecnologia.

Por isso, o recém-formado em TI e o profissional experiente que desejam dar um upgrade na carreira podem se encontrar nesse mercado.

O aumento do valor de um Gerente de TI diante do mercado de tecnologias se justifica pelo aquecimento deste setor com o desenvolvimento de sistemas 3D, realidade aumentada, internet das coisas, processamento em nuvem, inteligência artificial e big data.

Portanto, não deixe de apostar no seu futuro e invista em uma especialização de uma instituição que seja referência em formar grandes profissionais. Conheça o MBA Tecnologia, Governança e Transformação Digital  do IPOG!

O MBA do IPOG é estruturado em um triângulo de competências: liderança, técnica e negócios, onde são oferecidos conteúdos para o desenvolvimento de habilidades críticas necessária para formação.

Também é importante destacar a valorização da habilidade de aplicação da TI aos negócios e do desenvolvimento de competências comportamentais, individuais e humanas.

Some tudo isso a um corpo docente formado por mestres e doutores que, além de ampla experiência acadêmica, possuem know-how em empresas públicas e privadas, atuando como consultores em companhias brasileiras e do exterior.

Muitos desses professores são também autores de livros e artigos em revistas especializadas.

Conheça o IPOG – Instituto de Pós-Graduação e Graduação

Um estabelecimento de ensino com nome e reconhecimento no mercado faz total diferença no currículo. De que vale ter uma pós-graduação em um local que não é valorizado por recrutadores e executivos?

O IPOG – Instituto de Pós-Graduação e Graduação realiza diversos cursos de ensino superior e tem em seu quadro de docentes professores de excelência e de grande renome no mercado.

A proposta é um ensino humanizado, que estimula o desenvolvimento de potencialidades de cada aluno.  

Presente em todos os estados do país e no Distrito Federal, o IPOG conta com quase 20 anos de experiência em formar grandes profissionais.

A satisfação do aluno se tornou a marca registrada e a prova disso é o índice de satisfação dos discentes, que chega a 97,14% em todo o país.

Os projetos pedagógicos que são realizados na instituição diferem dos que existem no mercado e isso fez com a instituição pudesse alcançar o status que tem hoje.

Não deixe de investir no seu futuro e se tornar aquele profissional que sempre sonhou.

Entre em contato conosco para mais informações!

Artigos relacionados

Os impactos do avanço tecnológico, robôs e inteligência artificial nos modelos de trabalho A cada dia novos recursos tecnológicos surgem para provar que o homem, além de criador, é também o adaptador desses avanços.  Ao mesmo tempo em que facilitam à dinâmica e processo de trabalho, podem substituir algumas atividades que, não distante, necessitavam...
Boiada digital, não seja mais um! Mais do mesmo, essa é a nova tendência do mundo corporativo na internet. Novas tecnologias, ferramentas poderosas com um alto poder de segmentação para quê? O importante é seguir a boiada, não ter originalidade, fazer o convencional. Em meados de 2013 quand...
Você sabe como ocorre a investigação forense no Facebook e no Whatsapp? Até março deste ano o Facebook divulgou que cerca de 1,94 bilhão de pessoas utilizam a rede social em todo o mundo. Já o Whatsapp anunciou em seu blog que um bilhão de pessoas utilizam o aplicativo todos os dias e em média são 55 bilhões de mensagens enviadas ...

Sobre Marsal Melo

Professor IPOG, Analista de Sistemas, Especialista em Gerenciamento de Projetos e Mestrando em Administração de Empresas (UFG). É Consultor em Gerenciamento de Projetos e Processos certificado PMP, Mentor do Centro de Empreendedorismo e Inovação da UFG e Coach pelo IBC. É Diretor da Empresa Efeta Soluções, Presidente do PMI-GO e Diretor de Comunicação da ASSESPRO-GO. Possui mais de 20 anos de experiência na área de Tecnologia da Informação e Gestão de Equipes, Processos e Projetos.

Comentários