Estratégias para conversão de leads em consumidores
2 minutos de leitura
26 de maio de 2017

Estratégias para conversão de leads em consumidores

Se transformar visitantes esporádicos em leads já é motivo de muita alegria, imagina então quando esses leads tornam-se clientes? É simplesmente a coroação de todo trabalho de Inbound Marketing empregado na empresa, não é mesmo? Pois para ajudá-lo a traçar esse caminho de conversão tão essencial para a sobrevivência dos negócios, que passamos a palavra para o Analista Web no IPOG, Guilherme Pinheiro, que participou do RD on the road.

Como traçar uma estratégia eficiente de conversão de leads

Toda empresa que quer crescer no mercado por meio de técnicas do Marketing Digital precisa necessariamente ter conhecimento da performance do seu possível cliente até se tornar um valioso lead. “E digo mais, temos que transformar esse lead em um cliente”, reforça.

Pelas estratégias do Inbound Marketing, os futuros clientes são atraídos. “Começamos a analisar desde então a jornada desse cliente, sua interação com a empresa”, alerta. Para Pinheiro, o marketing erra quando se satisfaz em confirmar a venda. Quando esse lead se torna um cliente e efetua sua compra é apenas o início do relacionamento que devemos manter com esse consumidor. “Engana-se quem pensa que concluiu sua missão diante da venda”, afirma.

Ponto importante a ser observado

Toda relação de marketing por completo tem que ser desenvolvida até o final, ou seja, até o pós venda, quando se analisa o nível de satisfação do cliente com a aquisição feita. A partir daí é preciso estabelecer técnicas de relacionamento que vão tornar sua empresa referência na mente desse cliente. Isso pode resultar em futuras indicações, em compras recorrentes e fidelização da marca.

Ter domínio de cada uma das etapas

Guilherme Pinheiro indica que os gestores de Marketing estruturem o funil de vendas, detalhando cada uma das etapas e o percentual de conversão dos possíveis clientes em efetivos consumidores da empresa.

Se dedicar a escrever o play book onde contenha todo o descritivo do processo de venda e quais são suas fases também auxiliam na análise das estratégias adotadas. “Um bom gestor precisa analisar o funil de vendas e saber dizer em que ponto está precisando empenhar mais esforços”, conclama a especialista.

Alinhamento de visão

Todo bom gestor tem que alinhar suas equipes de Marketing e Vendas pois elas se complementam automaticamente. Toda a estratégia desenvolvida pelo Marketing se concretiza com as ações do setor comercial, logo, se não estiverem alinhados se corre o risco de ouvir as seguintes alegações:

1. A ação não deu certo porque a estratégia do Marketing não funciona;

2. A ação não deu certo porque os vendedores não sabem aplicar as ideias do Marketing.

Esse ciclo vicioso precisa ser quebrado com a comunicação direta entre as duas equipes. “A integração deve ter como finalidade o aumento da produtividade”, finaliza Pinheiro.

Leia Mais:

Investir em vídeos como iscas para novos negócios

Por que é importante manter os princípios da comunicação no trabalho digital?

Como trabalhar a curadoria de conteúdo no Marketing Digital

Oito práticas de alto impacto para o Marketing Digital


Artigos relacionados

Dia do Profissional de Marketing: Evolução e desafios da área! Hoje é o dia daquele que elabora planos, cria, inova, vende valores, domina tendências, conhece tudo de comportamento e faz acontecer. Parabéns aos profissionais de Marketing! Assim como eu, outros profissionais que trabalham na área sabem que vivemos em um de...
Por que tenho que implementar o Inbound Marketing? Há algum tempo o Inbound tem sido a coqueluche do Marketing. Segundo o site HubSpot (maior ferramenta neste segmento no mundo), o Inbound baseia-se em ganhar o interesse das pessoas e fazer com que seus potenciais clientes te encontrem e te procurem. Desta for...
Native ads: descubra a prática que vai mudar a sua forma de ver a publicidade “Compre batom, compre batom!” Sim, esse foi um ótimo slogan e rendeu bons resultados para a marca. Mas isso nos anos 80! Nos tempos em que a tecnologia faz cada vez mais parte da vida das pessoas, o velho uso de imperativo nas propagandas não convence mais, nã...

Sobre Guilherme Pinheiro

Bacharel em Sistemas de Informação pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Pós-Graduado em Marketing e Pós-Graduando em Empreendedorismo e Inovação Digital pelo IPOG. Atualmente é Analista Web no IPOG, responsável por indicadores (KPI's) e análises web. Professor de Excel Avançado, tendo atuado também no SENAC-GO. Microsoft Office Specialist em Excel, especialista em Marketing Educacional, certificado Google, Marketing de Conteúdo (Rock Content) e Inbound Marketing (HubSpot)

Comentários