MBA em Execução de fundações: planeje obras seguras e estáveis
5 minutos de leitura

Execução de fundações: como um MBA ajuda você a planejar obras seguras e estáveis

Entender como funciona a execução de fundações é uma etapa fundamental para o andamento das construções. Ela determina a qualidade da obra e evita problemas, especialmente em relação à estrutura construtiva.

Por isso, os profissionais do setor de construção civil devem conhecer as normas que regulamentam as fundações e garantir a segurança das edificações. Ou seja, quanto maior o conhecimento na área, menos chances de erros.

Neste artigo, o IPOG mostra a você aspectos fundamentais da NBR 6122 sobre a execução de fundações para obras mais seguras e como a especialização na área torna você um profissional mais requisitado pelo mercado. Confira!

Qual é a importância da fundação para o início da obra?

A fundação é o início de qualquer construção e tem como função dar base para que a construção receba as cargas que agem na estrutura, tendo o peso do prédio e o vento entre os fatores que devem ser levados em conta.

Da mesma forma, a fundação tem o papel de transmitir essas cargas ao solo de forma apropriada. Nesse sentido, o sistema da fundação depende do gênero do edifício e, também, das características do solo onde a construção será erguida.

À medida que o solo apresenta uma boa resistência, ele também não terá saturação nem deformará com facilidade. Assim, é possível executar as sapatas corridas ou isoladas, que são um tipo de fundação mais econômica, porém não menos eficiente.

Por outro lado, quando o solo não é resistente o suficiente, as estacas devem ser usadas como fundação. Essa medida pode evitar problemas, como trincas na estrutura do edifício.

O que diz a NBR 6122 sobre execução de fundações?

A norma regulamentadora NBR 6122, que trata do Projeto e Execução de Fundações, deve ser seguida pelos profissionais que desejam garantir uma construção mais estável e segura. Elaborado em 1996 pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), esse é um documento fundamental para todas as obras que são construídas no Brasil.

Como ocorre com todas as NBRs, a 6122 não é considerada obrigatória, mas precisa ser cumprida por conta da exigência de vários órgãos. O principal objetivo é estabelecer padrões para o projeto e a execução de fundações.

Essa norma estabelece os critérios para análise do solo, com a investigação geológico-geotécnica. Também são especificadas condições para segurança das fundações, como os estados limites últimos (ELU) e de serviço (ELS).

Além disso, a NBR detalha vários termos, como as fundações rasas e profundas, com regras de cálculos e ensaios técnicos. Em 2010 e 2019, essa norma passou por revisões. Sendo assim, também é necessário complementar o conteúdo da norma com outras regulamentações, como a NBRs 5730 (concreto), a 8681 (ações de segurança nas estruturas), a 6457 (amostras de solo) e a 8880 (projetos de estruturas de aço).

A revisão também inclui novos métodos construtivos, a exemplo da utilização de concreto autoadensável para fundações de hélice contínua.

3 cuidados básicos na execução de fundações

Entre os erros recorrentes na execução de fundações, estão aqueles que ocorrem nas etapas de sondagem e na falta de avaliação do bulbo de tensões. Outra falha comum é na escolha do tipo de fundação mais adequado.

Para não cometer erros, confira os três pontos de atenção na execução de fundações.

1. Sondagem

A falta de sondagem e as falhas na execução dessa etapa prejudicam o andamento dos projetos de fundações. Além disso, esse é um ponto imprescindível para promover a economia nas construções.

Os problemas na sondagem podem ser causados pela utilização de materiais deteriorados e pela ausência de mão de obra qualificada. Portanto, é essencial que as sondagens sejam supervisionadas por engenheiros.

2. Bulbo de tensões

Não considerar o bulbo de tensões é outro ponto que pode levar a erros nas fundações. Esse bulbo é formado por várias curvas de isovalores, com tensões verticais incitadas por um carregamento externo.

Quando uma sapata for apoiada sobre uma camada de solo, a tensão resultante deve chegar a profundidades de até duas vezes a sua dimensão. Os cuidados devem se voltar não somente para a camada de assentamento da fundação, mas também para os níveis abaixo dela.

3. Tipo de fundação

O tipo de fundação pode ser escolhido de maneira inapropriada, seja por desconhecimento dos melhores métodos, seja por falhas na interpretação da sondagem. Nesse sentido, podem ser executadas fundações profundas em vez de rasas, onde estas últimas seriam mais adequadas para as construções.

Como garantir obras mais seguras e estáveis?

A garantia de obras mais seguras e estáveis é crucial para a saúde e o bem-estar dos trabalhadores envolvidos no processo, além da qualidade das entregas e do aumento da produtividade. De outro modo, as ações nesse sentido também previnem acidentes de trabalho e promovem a diminuição dos custos.

Por isso, assegurar construções mais seguras passa por etapas como o treinamento e a conscientização das equipes. Os profissionais que atuam no canteiro de obras precisam ser especializados para lidar com os desafios constantes e para atestar que as normas do setor são postas em prática.

Dessa forma, as equipes devem conhecer os equipamentos de segurança obrigatórios e os procedimentos em casos de emergência.

Ademais, o mercado de trabalho também demanda que os profissionais se mantenham atualizados e se informem com conteúdo aprofundado sobre a segurança nas construções para atender às demandas das empresas.

Conheça o MBA em Projeto, Dimensionamento e Construções de Estruturas e Fundações do IPOG

O MBA em Projeto, Dimensionamento e Construções de Estruturas e Fundações do IPOG é uma formação que propõe a atuação nos quatro pilares básicos do campo estrutural: concepção/modelagem, dimensionamento, projeto e execução.

Veja, a seguir, os principais detalhes sobre o curso.

Módulos

  • Dimensionamento e Cálculo de Fundações Superficiais
  • Dimensionamento e Cálculo de Fundações Profundas
  • Modelagem BIM em 4-D do Projeto de Superestrutura e Fundações
  • Análise de Estabilidade Global de Estruturas por meio de Software
  • Aspectos de Projeto e Execução de Estruturas Pré-moldadas
  • Dimensionamento e Projeto de Estruturas de Concreto por meio de Software
  • Projeto e Detalhamento de Estruturas Metálicas por meio de Software
  • Dimensionamento e Projeto de Elementos Protendidos Moldados In Loco
  • Projeto e Dimensionamento de Alvenaria Estrutural
  • Controle Tecnológico e Processo Executivo de Estruturas de Concreto

Estude on-line ou presencialmente

O MBA em Projeto, Dimensionamento e Construções de Estruturas e Fundações do IPOG é ideal para quem deseja estudar com mais flexibilidade. Ele permite que você opte pelas aulas on-line e ao vivo, facilitando a sua rotina, ou presencialmente, aproveitando toda a experiência da pós-graduação e da infraestrutura do IPOG.

Corpo docente de destaque no mercado

O corpo docente do IPOG é formado por profissionais reconhecidos por projetos pessoais e empresariais de destaque. Assim, você aprenderá com professores que apresentam ampla experiência acadêmica e uma carreira bem-sucedida.

Além disso, todos os cursos da instituição contam com doutores, mestres e especialistas respeitados em seus campos de atuação.

Metodologia inovadora

Os módulos dos cursos são planejados com o objetivo de levar ao aluno uma sólida abordagem teórica. Além disso, a instituição se empenha em fornecer conceitos que podem ser aplicados na prática.

Com esse objetivo, as atividades fora da sala de aula são incentivadas, a exemplo de visitas técnicas a obras e laboratórios. Os cases de sucesso são amplamente abordados, o que possibilita ao aluno uma visão sistêmica, aprofundada e aplicável das teorias ensinadas.

Seja um especialista com o selo IPOG no currículo

Gostou de saber os princípios da execução de fundações? Visite a página do MBA em Projeto, Dimensionamento e Construções de Estruturas e Fundações, garanta a sua matrícula e junte-se aos mais de 25 mil alunos ativos da instituição.

Dê esse passo rumo ao seu sucesso profissional e tenha o IPOG no currículo!

Gostou deste artigo? Leia também outros conteúdos em nosso blog:

Artigos relacionados

Otimização do custo da construção civil: o curso que prepara você para o melhor planejamento da obra... O custo da construção civil pode ser otimizado adotando algumas medidas, a exemplo de tecnologias construtivas e um planejamento eficiente. Por isso, é importante que o profissional da área conheça as melhores práticas de redução de custos, a fim de oferecer ...
Confira alguns aspectos que mostram o crescimento no cenário da construção civil No momento em que um dos principais assuntos é a crise econômica do país, que tem influenciado para o desemprego, alguns profissionais aprenderam a driblar esse pensamento e encontrar oportunidades. O cenário da construção civil, que esteve bem aquecido durant...
Qual a importância dos processos para Controle e Qualidade da obra? Como vimos no texto aqui publicado sobre Construção Enxuta, a realização de uma obra envolve uma série de fatores como prazo, custos, recursos, etc. Para que todo corra dentro do previsto, com qualidade da obra e segurança é necessário que profissionais qualif...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo IPOG. Responsável : Bruno Azambuja - Gerente de Marketing - bruno.azambuja@ipog.edu.br