Especialização em Neuropsicologia e a alta procura por profissionais
3 minutos de leitura

Especialização em Neuropsicologia: conheça a profissão que tem alta procura por profissionais preparados

Quer investir em uma das áreas mais promissoras da Psicologia? A especialização em Neuropsicologia veio para que profissionais possam aprofundar seus conhecimentos técnicos e procedimentos de avaliação cognitiva e comportamental.

A área segue em plena expansão no país e já é uma das mais procuradas para pós-graduação. Isso porque a demanda de profissionais é alta, e as atuações podem ser feitas em diversas frentes, desde a pesquisa e a docência até mesmo o atendimento clínico em setores variados.

Neste artigo, você conhece mais sobre a área, os ramos de atuação do profissional pós-graduado e como a especialização em Neuropsicologia pode agregar na carreira. Confira!

Qual é a função do neuropsicólogo?

O neuropsicólogo é o profissional responsável por avaliar, investigar e criar hipóteses para desenvolver um plano de tratamento para o paciente com uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde.

A especialidade é buscada pelos pacientes quando há algum trauma cerebral, distúrbios de desenvolvimento ou aprendizagem, dificuldades na execução de tarefas rotineiras ou perda de funções cognitivas.

Dessa forma, a avaliação neuropsicológica busca entender processos que vão desde o comportamento até funções verbais, motoras e relacionadas ao cérebro humano.

Quais são as áreas de atuação do neuropsicólogo?

Quem faz uma especialização em Neuropsicologia pode atuar em consultórios, hospitais e clínicas médicas. Assim, o neuropsicólogo pode seguir nas seguintes áreas:

  • Neuropsicologia clínica;
  • Psicometria;
  • Neuropsicologia hospitalar;
  • Neuropsicologia forense.

Outra área de atuação bem famosa entre os especialistas é a pesquisa. Nesse caso, o neuropsicólogo pode trabalhar em universidades, laboratórios e clínicas especializadas em tratamentos cognitivos.

Quem pode fazer Neuropsicologia?

Os pré-requisitos para ser um neuropsicólogo são ter graduação em Psicologia, registro profissional regularizado e concluir a especialização em Neuropsicologia.

  • Psicólogos com especialização em Neuropsicologia: os únicos profissionais que podem utilizar instrumentos de avaliação formal de inteligência e personalidade;

Quanto tempo é a especialização em Neuropsicologia?

Em geral, a especialização em Neuropsicologia pode ser feita em dois anos. Ao final da pós-graduação, do MBA ou do mestrado na área, o profissional torna-se apto a atuar em diversas frentes de pesquisa e atendimento a pacientes.

Além disso, na reta final da pós-graduação, o estudante deve passar pela supervisão. É o momento no qual são feitos atendimentos com acompanhamento de profissionais da área para que a formação seja completa, unindo teoria e prática.

Qual é o salário de um neuropsicólogo?

A faixa salarial do neuropsicólogo fica entre R$ 3.119,15 e R$ 6.509,65 (segundo o salário-base de profissionais em regime CLT).

No entanto, é preciso considerar a carga horária e o ramo de atuação. A depender da área escolhida, o profissional pode ter rendimentos ainda maiores e investir em outras funções para além do atendimento clínico, como docência e palestras.

Conheça a Especialização em Neuropsicologia do IPOG

O curso de pós-graduação em Neuropsicologia é uma das turmas mais procuradas do IPOG. Isso porque a área está em plena expansão no país, e a formação permeia os princípios da neurociência, bem como o estudo aprofundado do funcionamento cerebral.

Dessa forma, o especialista formado poderá atuar na avaliação de indivíduos que apresentam atraso no desenvolvimento global, alterações na autorregulação emocional, dificuldades/transtornos de aprendizagem e/ou com algum comprometimento cognitivo.

Durante o curso, o neuropsicólogo em formação irá construir o conhecimento com base em instrumentos validados, testagens e técnicas neuropsicológicas específicas. Assim, é possível desenvolver uma visão analítica aprofundada, contribuindo para o exercício da equipe interdisciplinar, por meio de um raciocínio clínico diferenciado.

Módulos do curso

  • Neuropsicologia: Perspectivas Atuais e Desafios;
  • Fundamentos da Psicometria e a Construção de Instrumentos;
  • Neuroanatomia e Neurofisiologia do SNC (Sistema Nervoso Central);
  • Neuropsicofarmacologia;
  • Desenvolvimento Integral do Potencial Humano;
  • Avaliação Neuropsicológica da Atenção e Funções Executivas;
  • Avaliação Neuropsicológica do Desenvolvimento Infantil;
  • Neuropsicologia das Praxias;
  • Avaliação Neuropsicológica da Linguagem;
  • Avaliação Neuropsicológica dos Transtornos de Aprendizagem;
  • Reabilitação e Intervenção Neuropsicológica;
  • Avaliação Neuropsicológica da Inteligência;
  • Avaliação Neuropsicológica da Memória;
  • Instrumentos para Avaliação Neuropsicológica;
  • Avaliação Neuropsicológica do Idoso e Adulto;
  • Avaliação Neuropsicológica dos Transtornos Psiquiátricos;
  • Supervisão Clínica.

Diferenciais de fazer sua especialização em Neuropsicologia no IPOG

  • Parceria da Vetor Editora, referência na publicação de testes psicológicos;
  • Curso completo oferecido nas modalidades presencial e remota (com aulas on-line e ao vivo);
  • Os módulos são voltados para a prática;
  • Os conhecimentos que acompanham os principais estudos da área de Neuropsicologia
  • Supervisão clínica ofertada por 90 dias;
  • Docentes capacitados e com forte atuação no mercado de trabalho;
  • Instituição de referência nos setores de Psicologia e Neurociência;
  • Mais de 100 mil estudantes formados no país.

Quer se destacar no mercado? Faça o melhor curso de especialização em Neuropsicologia do Brasil

Invista em uma formação completa e sólida em uma das áreas mais promissoras da Psicologia.

Visite a página do curso, preencha o formulário e fale com nossos consultores de carreira.

Gostou deste conteúdo? Leia outros artigos em nosso blog:

Artigos relacionados

Pós-graduação em Psicanálise: o curso que ajuda a entender o sofrimento psíquico na clínica contempo... A pós-graduação em Psicanálise oferece aos estudantes uma formação essencial para o atendimento clínico e institucional. Por meio dela, é possível se especializar em uma das linhas mais importantes que se preocupa em entender o sofrimento psíquico na contempo...
Neurodesenvolvimento: como o psicológico pode usar esse estudo para elaborar reabilitações clínicas... O neurodesenvolvimento é uma área que se dedica a entender como o cérebro se desenvolve ao longo da vida e como isso afeta a maneira como pensamos, nos comportamos e adquirimos habilidades. Assim, esse estudo tem desempenhado um papel fundamental no avanço da...
Checklist dos fundamentos e normas elaboração de documentos psicológicos A elaboração de documentos psicológicos gera dúvidas entre profissionais recém-formados e até mesmo entre veteranos. Isso porque, nos últimos anos, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) trouxe novas regras que afetam a atuação dos psicólogos. A Resolução ...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo IPOG. Responsável : Bruno Azambuja - Gerente de Marketing - bruno.azambuja@ipog.edu.br