Você já ouviu falar em Storytelling Positivo?
3 minutos de leitura
22 de junho de 2018

Você já ouviu falar em Storytelling Positivo?

Storytelling Positivo

Você já ouviu falar em Storytelling Positivo? Este é um conceito novo e vem sendo bastante trabalhado pelo professor do IPOG e especialista no tema, Daniel Vieira. Ele inclusive é o criador do termo, que surgiu a partir de pesquisas que o professor vem realizando sobre a ferramenta e a importância da sua aplicação em sala de aula.

O Storytelling Positivo trata da arte de contar histórias aliada aos princípios da Psicologia Positiva e pode ser uma importante ferramenta para quem precisa conquistar algum público e alcançar resultados (vendas, apresentações e até na sala de aula).

O impacto do Storytelling Positivo na experiência do aluno

Um exercício interessante proposto pelo professor é voltar à educação infantil. Você se lembra de algum(a) professor(a) que ficou marcado(a) na sua memória?

Com certeza, você ainda deve se recordar de como essa pessoa lhe tratava, de como era gentil, agradável. Você deve se lembrar do nome dessa pessoa, talvez ainda recorde uma roupa que ela gostava de usar, de como conduzia a aula ou quem sabe, até do perfume… E aí, alguém veio à sua mente?

Agora, tente se lembrar de um outro professor que tenha sido completamente diferente. Alguém que lhe tratou mal. Foi mal educado, grosseiro, desagradável… Aposto que você também lembra o nome dessa pessoa, certo?

Segundo Daniel Vieira, isso ocorre porque no nosso cérebro existem espaços para memorizar dois tipos de coisas: coisas boas e coisas ruins. “O que é mediano a gente se esquece, então por que não trabalhar de forma positiva nesse contexto?”, questiona o professor.

Por isso, a aplicação do Storytelling Positivo é tão importante, principalmente no ambiente da sala de aula. Isso porque através de princípios da Psicologia Positiva, não apenas se envolve o público com as suas histórias, mas é possível tocar suas emoções.

Aplicações da Psicologia Positiva no contexto do Storytelling Positivo

Afinal, o que é Storytelling?

Segundo o professor Daniel Vieira, é um termo muito usado no Brasil na área de publicidade e serve basicamente para vender alguma coisa a partir do contar histórias. No entanto, muitos professores podem se perguntar: “Poxa, mas eu sou professor. O que posso vender?”

Daniel Vieira responde: “O professor vende conteúdo, a sua aula. Ele quer que o aluno preste atenção”. Afinal, a atenção hoje é um recurso valioso.

Portanto, Storytelling é: “uma ferramenta de comunicação estruturada em uma sequência de acontecimentos que apelam a nossos sentidos e emoções”.
Antonio Núñez

Daniel Vieira explica que contar histórias é algo que todo mundo faz. Já o contar histórias em sala de aula trabalha as emoções tanto de quem conta (professor), como de quem ouve (alunos).

Portanto, através das técnicas dessa ferramenta, é possível se conectar afetivamente com o seu público.

Daniel Vieira ainda pontua que o Storytelling é uma técnica que ajuda a conduzir as pessoas até o lugar onde eu quero através de conexões emocionais.

Qual a função do Storytelling em sala de aula?

  • Entreter os alunos
  • Sentimento de pertencimento no grupo
  • Socialização
  • Informação
  • Conexão cultural e emocional
  • Enfrentamento dos medos
  • Felicidade
  • Confiança
  • Reafirmação de princípios
  • Exploração do imaginário
  • Busca por significado
  • Entender o sistema que nos cerca, onde estamos inseridos

O que é Storytelling Positivo?

Segundo o professor do IPOG:

Storytelling Positivo é a construção de histórias utilizando experiências que toquem as nossas emoções e nos movam ao futuro por meio da transformação da nossa mentalidade.

De acordo com Daniel Vieira, o professor precisa se perguntar:

  • “O que eu quero definitivamente como professor em sala de aula? Que meu aluno aprenda a fazer um balanço e avaliar entradas e saídas em uma empresa, por exemplo, ou que esse momento em que ele aprenda sobre entradas e saídas seja também seja agradável?”
  • “Qual o meu papel enquanto professor? É apenas passar um conteúdo?

Para essa segunda questão, Daniel Vieira tem um resposta. “Porque se for só isso, você vai perder a atenção do seu aluno para a internet”.

A metodologia do Storytelling Positivo será uma ferramenta importante para a construção de histórias com o objetivo de promover emoções positivas no ambiente da sala de aula e ampliar o campo de ensino-aprendizagem.

A sala de aula não pode ser um momento em que o professor apresente tudo ao aluno. Ele precisa se sentir desafiado pra que essa construção permaneça ao longo de sua carreira”.

“Eu quero que meu aluno saia da sala de aula com algo que eu fui levar para ele, que é o que está no plano de ensino, na estrutura da disciplina, mas ele precisa ter uma experiência além disso em sala de aula”, destaca Daniel Vieira.

O bem-estar maior melhora a aprendizagem, objetivo tradicional da educação. Um estado de humor positivo produz maior atenção e pensamento mais criativo e holístico. Não é a teoria que faz a diferença. É a história que faz a diferença. Isso porque são as histórias que geram conexões e identificação.

E aí, que tal aprimorar seus conhecimentos em Storytelling Positivo a partir de hoje?


Sobre Daniel Vieira

Mestre em Desenvolvimento e Planejamento Territorial com foco em economia da experiência e coordenador do curso de MBA EaD Gestão Empresarial, Inovação & Estratégia Competitiva do IPOG.

Comentários