Como melhorar o seu negócio com Inteligência em Vendas
4 minutos de leitura
28 de abril de 2020

Como ter inteligência em vendas e alavancar os resultados da empresa

Como ter inteligência em vendas e alavancar os resultados da empresa

“O fracasso é apenas uma oportunidade para recomeçar com mais inteligência.”

Henry Ford

A célebre frase do magnata americano, que fez história na indústria automobilística, possibilita ver o valor da inteligência para Ford, especialmente no mundo dos negócios, ambiente marcado por grandes desafios, muitas tentativas e competição.

Assim, da inteligência operacional à inteligência em vendas, os empreendedores que desejam alavancar resultados precisam entender como esses elementos são fatores decisivos para ter mais estratégia e bater as metas desejadas.

Portanto, se você quer saber o que é inteligência em vendas e como ela potencializa os números do seu negócio, este artigo é para você.

Mas, afinal, o que é inteligência em vendas?

Trata-se de utilizar práticas inovadoras e tecnologia para embasar, otimizar e redefinir estrategicamente o processo de vendas, garantindo mais agilidade e assertividade nos resultados. 

Ao implementar a inteligência de vendas em um processo, espera-se mais automação, coleta de dados e informações disponíveis para fechar mais negócios.

Alguns exemplos de ferramentas para inteligência em vendas são CRM, extratores de e-mail corporativos, Business Intelligence e ERP.

Na era dos negócios digitais, está claro que informação é poder; a posse e o uso estratégico de dados geram vantagem competitiva e auxiliam no entendimento do cliente e, consequentemente, nas negociações com saldo positivo.

Ambiente 4.0 e inteligência para vendas

A revolução 4.0 surge com a emergência da indústria 4.0, que é justamente marcada pela inserção de inteligência artificial e um modo ainda mais inteligente de operar em diversos segmentos.

Assim, vemos surgir o Marketing 4.0 e também um novo processo de vendas, mudando o papel do vendedor. As possibilidades de empreender se tornaram muitas, pois a internet e a tecnologia dos apps facilitam tanto a divulgação quanto a venda de produtos e serviços.

Além disso, há um novo consumidor, mais informado, autônomo e exigente, que avalia por mais tempo suas opções antes de comprar e espera relacionamento com as marcas para se fidelizar.

E o que isso muda na função no vendedor? Na prática, o profissional de vendas agora precisa atuar com um perfil mais consultor, educando o seu público e aumentando o engajamento com a marca.

É nesse cenário que o conhecimento sobre inteligência em vendas entra com o objetivo de fornecer melhores caminhos, ferramentas e informações estratégicas para encontrar mais clientes adequados, saber o que o cliente deseja, quais os melhores canais e as melhores formas de contato e negociação.

Leia também: Saiba o que é inteligência de mercado, conheça exemplos e entenda como desenvolvê-la para se destacar

Benefícios da inteligência em vendas

As abordagens tradicionais de prospecção e geração de leads esbarram, com muita frequência, na etapa de qualificação, que é fundamental para melhorar o índice de conversão.

A inteligência em vendas se ocupa em melhorar os processos para chegar a um potencial cliente, mas este não é seu único benefício. Vejamos:

  • Coleta e formação de banco de dados sobre clientes, equipes de vendas e rotinas diárias do seu negócio;
  • Conhecimento estratégico sobre os diferenciais do negócio para geração de valor e melhor posicionamento em relação à concorrência;
  • Com base em dados, com processos automatizados e ferramentas específicas para a operação, os times de vendas ganham mais produtividade;
  • Com a ajuda da tecnologia e dos dados, a jornada do cliente, os pontos de contato e o funil de vendas são desenhados com mais assertividade;
  • Marketing e vendas integrados, com dados e resultados organizados, disponíveis para análise e tomadas de decisão;
  • Reformulação dos processos da área comercial com tecnologia e, já que tem mais assertividade, os gastos para conquistar clientes (CAC) são reduzidos.

Como implementar inteligência em vendas?

Tornar um negócio mais inteligente não é uma tarefa fácil. É preciso conhecer seus processos, seu nicho, seu produto ou serviço e entender as reais necessidades que podem ser beneficiadas com tecnologia e métodos inovadores.

Atenção! Não se trata apenas de tecnologia pela tecnologia. O componente humano é peça-chave nesse processo. Pensando nisso, seguem duas dicas essenciais para começar a usar inteligência no seu negócio!

1.Invista na sua formação

Uma das grandes dificuldades da gestão comercial eficiente é a falta de especialização dos gestores e profissionais de vendas. Conhecimento agrega valor; quem tem formação adequada conhece o consumidor atual e tem mais chances de sair na frente.

Mais do que isso, fazer uso estratégico da tecnologia, saber analisar dados, ter solidez ao lidar com marketing digital e maturidade digital, enquanto negócio, são competências que o mundo atual pede.

O grande número de pessoas que têm buscado MBAs e especializações é uma resposta a essa demanda por mais inteligência e inovação na gestão de negócios.

Assim, a fim de oferecer formação de qualidade para os empreendedores, o IPOG criou o MBA Gestão Comercial, Negociação e Inteligência de Mercado. Uma formação em 3 eixos principais para assegurar uma visão sistêmica das vendas na era digital.

Inteligência em Vendas – Vendas no Ambiente 4.0 é o tema de uma das disciplinas desse curso, que também dispõe de outros componentes curriculares importantes, a exemplo do módulo sobre CRM.  

Quer saber mais? Confira o vídeo abaixo!

2. Consultoria de vendas

Outra opção que tem sido a solução definitiva para muitos vendedores e empresários em empresas de diferentes portes é a consultoria em vendas.

Embora muita gente pense que esse tipo de serviço destina-se exclusivamente a treinamento em vendas ou melhoria do sales pitch, a consultoria de vendas é especialista em desenvolver inteligência no processo de vendas. 

As consultorias costumam ofertar insights valiosos sobre como alinhar processos, gestão e tecnologia para obter mais resultados com qualidade.

No entanto, para implementar as mudanças com consistência e até mesmo avaliar as proposições da consultoria, ser um especialista pode fazer toda a diferença, já que isso garante mais autonomia.

Se você quer avançar no seu negócio por meio de uma formação sólida com foco na inovação, entre em contato conosco para saber mais!

Gostou deste artigo sobre governança de dados? Confira também: 

Conheça o IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação

Uma instituição de ensino com nome e reconhecimento no mercado, que faz a total diferença no currículo.

O IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação – realiza diversos cursos de ensino superior e tem em seu quadro de docentes professores de excelência e renome no mercado. A proposta é um ensino humanizado que estimula o desenvolvimento das potencialidades de cada aluno.  

O IPOG está presente em todos os estados do país e no Distrito Federal. A instituição já conta com quase 20 anos de experiência em formar grandes profissionais.

A satisfação do aluno se tornou a sua marca registrada. O índice chega a 97,14% em todo o país. Os projetos pedagógicos realizados na instituição são diferentes dos já existentes no mercado e isso fez com que a instituição alcançasse o status que tem hoje.

Artigos relacionados

Gerenciamento de crises: o que fazer e como montar um plano de ação Não importa o segmento de uma empresa ou quão bem vão os negócios – cedo ou tarde os desafios chegam, e saber fazer um bom gerenciamento de crises se torna um diferencial para uma organização. Nos últimos anos, o Brasil acumula casos em que a gestão de cri...
#MulheresNoComando: quando empreender torna-se uma consequência Empreender é um trabalho árduo, requer planejamento, requer investimentos. É preciso conhecer onde se pisa em cada etapa do processo. Mas, e quando apenas o coração e a intuição movem alguém a empreender? Mesmo que esse alguém não entenda nada sobre finanças, ...
Pontos fortes e fracos do filme “Fome de Poder” Seguindo a máxima que diz que “a vida imita a arte, e a arte imita a vida”, trazemos como sugestão para esta postagem as lições extraídas do filme “Fome de Poder” (disponível no Netflix), e que conta a história da transformação do McDonald´s na primeira grande...

Sobre Neiva Maróstica

Graduada em Informática - Sistemas de Informação; MBA Executivo em Gestão Empresarial; Mestre em Administração, Educação e Comunicação; Doutorado em Administração na Flórida EUA. Sócia da Core Business Treinamentos e Core Business Solutions Consultoria; FUNDADORA DO SHARK MINDS e Shark Woman. Professora Universitária e de Pós Graduação; Coordenadora de Curso de Pós Graduação. Coautora do Livro Inteligencia de Mercado.

Comentários