A importância do estágio profissional na graduação
6 minutos de leitura

A necessidade da experiência do estágio durante a graduação

Não é segredo que um dos grandes desafios dos brasileiros recém-formados na graduação é a dificuldade de ingressar no mercado de trabalho.

Assim, nos cursos de bacharelado ou de licenciatura, os estudantes encontram nos estágios, obrigatórios ou não, a chance de aprender na prática e garantir mais chances de serem contratados.

Além de contribuir para ter um currículo mais sólido, o que faz diferença em processos seletivos, o estágio é fundamental para descobrir e explorar as áreas profissionais relacionadas à formação que você escolheu e entender melhor as suas possibilidades de carreira.

Vale mencionar também que, em alguns casos, as empresas podem ficar tão satisfeitas com o desempenho do graduando no estágio que, após a conclusão do curso, este pode ser contratado ou efetivado.

Segundo dados de pesquisa do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), de 2010 a 2017 o número de estagiários no Brasil subiu 47%, sendo a maior parte do ensino superior, sinal de que cada vez mais a importância dessa atividade está clara, apesar do desafio que é conciliar estudos e estágio.

Neste artigo, descubra quando é o momento para começar a estagiar, as vantagens e por que é importante apostar em uma instituição de ensino que valorize a qualidade da formação acadêmica de seus alunos. Boa leitura!

As dificuldades de profissionais sem a experiência do estágio durante a formação

O mercado de trabalho anda muito competitivo, isso já é sabido. Seja por conta das crises que reduzem as vagas, como a recente pandemia, ou ainda porque a qualificação profissional, que cada dia recebe mais atenção, está acirrando as disputas e elevando as expectativas sobre os candidatos.

Quando o assunto é experiência, o estágio é o início de todas as coisas. Ao ingressar em um curso de graduação, o aluno começa a perceber que o conhecimento teórico construído nas disciplinas não é suficiente para a rotina de uma futura profissão.

Então, surge para o estudante esse desafio de buscar empresas que tenham interesse por estagiários e que, possam auxiliá-lo, ao obter essa oportunidade, a alinhar o que ele está absorvendo de teoria, princípios, regras e conceitos à prática da empresa. 

Esse cenário, de certa forma, é o que vai possibilitar uma formação mais robusta para que no futuro ele possa atuar em qualquer organização. 

Os alunos sem essa experiência acabam tendo mais dificuldades com empregabilidade, ficando à mercê de empregadores e vagas que não exigem experiência, que são em menor quantidade e muitas vezes fora da área desejada. Alguns ainda precisam recorrer à pós-graduação para compensar a fragilidade no currículo.

O estágio fortalece os conhecimentos adquiridos em sala de aula

Há muitas histórias de sucesso que começaram em pequenas oportunidades de estágio.

Em linhas gerais, estagiar promove a construção de um olhar adequado para aquilo que você aprendeu na sala de aula e dá a possibilidade de aplicação ao mesmo tempo em que você passa a conhecer as práticas de uma organização. As skills são desenvolvidas na realidade do dia a dia do mercado de trabalho.

Você pode estudar sobre gestão de negócios, psicologia clínica, boas práticas de gerenciamento de projetos em engenharia e muitas outras coisas, mas é estando na rotina das empresas que se pode entender o que é ou não pertinente do que você viu nas aulas e, sobretudo, o que pode ser melhorado.

As diferenças entre estágio supervisionado e estágio extracurricular

Independentemente de o curso ser de bacharelado ou de licenciatura, há duas modalidades de estágio possíveis para os alunos: o supervisionado e o extracurricular.

O estágio extracurricular é aquele em que o aluno, quando adentra na faculdade, pode se candidatar às vagas ofertadas por uma instituição, independentemente do período em que esteja no curso.

É mais comum que as empresas aceitem candidatos a partir do terceiro semestre, quando o estudante já tem algum conhecimento adquirido na graduação e tem melhores condições de aproveitamento em uma atividade prática.

Normalmente, essas opções de estágio são intermediadas por órgãos como o IEL,o CIEE, o Nube, o AGIel etc.

O estágio supervisionado é uma disciplina que consta na grade do curso, tem caráter obrigatório e está alocado normalmente no penúltimo semestre, já que o último costuma ser destinado ao TCC (trabalho de conclusão de curso).

Tem sido comum que os alunos usem a sua experiência em organizações, escritórios, laboratórios na condição de estagiários, como objeto de análise no TCC.

É uma prática estratégica, já que, além de desenvolver as competências profissionais, no estágio há espaço para investigação acadêmica, realizar entrevistas, aplicar questionários, diagnósticos e análises que tragam resultados de qualidade, inclusive para a organização onde estiver presente.

Normalmente, ao fim desse tipo de estágio, é comum apresentar um relatório documentando essa trajetória.

Ao desenhar a disciplina de estágio supervisionado, as instituições primam por alocar um conteúdo adequado, para que o aluno possa realmente ser capaz de se desenvolver no seu plano de carreira e impactar o mercado com boas práticas.

O estágio e o amadurecimento da identidade profissional

Ao se lançar no mercado de trabalho com uma experiência prévia, por meio do estágio, você realmente chega mais maduro com relação ao conhecimento que orienta e está em vigência no mercado.

Tratam-se de profissionais que entendem os modelos fundamentais para apresentar propostas interessantes e eficientes, sedimentadas pela prática, nas organizações em que forem contratados.

Além disso, os estágios são essenciais para experimentar diferentes áreas e rotinas de trabalho, a fim de que se tenha mais assertividade no desenho de uma trajetória de carreira.

É nesse contato com a realidade que a identidade profissional vai sendo definida. Por essas razões, é importante ser estratégico e buscar estágio o quanto antes.

Os principais desafios ao estagiar

Alguns dos obstáculos mais comuns encontrados pelos estudantes são:

  • Conciliar as cargas horárias dos estudos e do estágio.
  • Manter a motivação e a seriedade para transformar essa experiência em algo que agrega, que abre portas para oportunidades únicas de networking, de cursos e treinamentos extras etc.
  • Ter clareza do que foi aprendido na universidade para aplicar na empresa, promovendo mudanças e inovação.
  • Saber mostrar as suas competências e o seu talento, que você é uma pessoa competitiva, interessada na melhoria da empresa, que vale a pena ter você como parte do elenco de colaboradores.

É importante lembrar que o estagiário pode agregar e muito à empresa que o está contratando. Afinal, ele, na condição de aluno, já tem conhecimento e está em contato com conceitos atualizados.

Não existe um tempo ideal de estágio

Segundo a lei que regulamenta a atividade do estágio (Lei nº 11.788/2008), o período máximo de permanência de um estagiário em uma mesma instituição é de 2 anos.

Contudo, quanto mais tempo houver, mais formação e mais preparo o estudante desenvolverá para desempenhar as atividades de uma profissão.

Cada empresa tem seu ramo, suas especificidades, e a diversidade de experiências é fundamental para descobrir e aprender mais; no entanto, cada jornada em uma empresa pode ampliar a sua visão, trazer uma compreensão mais holística, dinâmica e criativa do seu setor de atuação.

Cientes disso, atualmente, mesmo estudantes da pós-graduação já estão buscando atividades de estágio para solidificar sua capacitação.

É preciso ter atenção na hora de buscar estágio

Antes de escolher um local para estagiar, é preciso saber que há empresas que efetivamente têm o foco em formação, não em remuneração. Assim, elas vão contribuir para a formação das pessoas para o mercado de trabalho e agregar valor ao perfil profissional do aluno, sem bolsa ou auxílio.

Contudo, há organizações que, além disso, decidem remunerar ou auxiliar as despesas associadas à atividade, e isso também é muito válido.

No entanto, há também aquelas que acabam explorando estagiários, enquanto mão de obra, de forma desonesta. Essas organizações perdem logo a credibilidade, ficam conhecidas por essas práticas e, por isso, é importante pesquisar bem a reputação de uma empresa, as oportunidades de crescimento e capacitação.

Preparad@ para estagiar?

Se você está em busca de uma instituição de ensino de qualidade para dar o primeiro passo rumo à carreira dos sonhos e deseja uma faculdade que te oferece todo suporte durante um estágio, fale conosco e conheça todas as vantagens de ser aluno IPOG.

Gostou deste artigo sobre o estágio durante a graduação? Confira mais 3 títulos que podem interessar:

Conheça o IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação

Uma instituição de ensino com nome e reconhecimento no mercado, que faz total diferença no currículo.

O IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação – oferece diversos cursos de ensino superior e tem em seu quadro de docentes professores de excelência e renome no mercado. A proposta é um ensino humanizado que estimula o desenvolvimento das potencialidades de cada aluno.  

O IPOG está presente em todos os estados do país e no Distrito Federal e conta com quase 20 anos de experiência em formar grandes profissionais.

A satisfação do aluno se tornou a sua marca registrada: o índice chega a 97,14% em todo o país. Os projetos pedagógicos realizados na instituição são diferentes dos já existentes no mercado, o que fez com que a instituição alcançasse o status que tem hoje.

Artigos relacionados

Plano de carreira profissional: monte o seu em 5 passos Se você anda buscando realização profissional a longo prazo e almeja conquistar o cargo dos sonhos nos próximos anos, esse artigo é para você. Porque nele vamos explicar o que é um plano de carreira e porque é tão importante ter esse planejamento bem elaborad...
Cursos de curta duração: mantenha-se atualizado para se destacar no mercado Os cursos de curta duração são essenciais aos profissionais que precisam se atualizar e se manter competitivos em suas áreas de atuação. Em poucos meses, é possível ter acesso às competências mais indispensáveis nos principais cargos. Hoje, esse tipo de cu...
10 dicas para ser aprovado em concursos na área de Educação Os concursos públicos na área de educação são oferecidos em todo o Brasil. Se preparar para eles exige uma atenção voltada para a realidade de trabalho dos docentes. Uma ressalva é que você precisa entender que não adianta se ater aos conteúdos gerais que cons...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários