Guia de carreira: o que levar em consideração ao escolher uma Pós?
4 minutos de leitura
08 de janeiro de 2021

Guia de carreira: o que levar em consideração ao escolher uma pós?

Construir uma carreira sólida, com êxitos e satisfação pessoal, é um processo desafiador que envolve muitas decisões e, em algumas situações, até mudanças de curso.

Além disso, no cenário atual de competitividade profissional, as empresas estão cada dia mais afunilando os critérios de seleção e priorizando candidatos capazes de entregar resultados criativos e de qualidade como consequência dos investimentos em níveis mais elevados de formação.

Dessa forma, cada dia mais as pós-graduações ou especializações integram os planos de carreira de recém-graduados e profissionais com anos de mercado interessados em garantir empregabilidade, melhores cargos e remunerações.

Mas o que levar em consideração na hora de escolher um curso de Pós-graduação? Quais os pontos mais essenciais antes de tomar a decisão e avançar nesse investimento? 

Neste artigo guia de carreira, respondemos a essas dúvidas e elencamos 5 aspectos que você deve considerar na busca por uma formação para o sucesso profissional

Pós-graduação no Brasil: antes e depois da pandemia

O número de estudantes cursando pós-graduação tem crescido no Brasil. A pesquisa Cursos de Especialização Lato Sensu no Brasil, do Instituto Semesp, publicada em 2019, revelou que o número de alunos nessa modalidade aumentou 74% desde 2016.

Quando o assunto é a pós stricto sensu (mestrado e doutorado), os números também têm crescido, contudo, segundo a edição de 2019 do Education at a Glance da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil ainda está muito atrás dos países ricos nesse nível de qualificação.

No entanto, um fator que pode ampliar ainda mais os números de estudantes nos cursos de pós-graduação é a oferta cada vez maior de formações on-line ou a distância. Assim como o home office, a valorização da modalidade EAD e ao vivo é um dos legados da pandemia.

1 Avalie o seu momento pessoal e profissional

O investimento em uma especialização não é apenas um item para acrescentar no currículo, antes de tudo, requer tempo, dedicação e planejamento. Por isso, é fundamental avaliar o cenário de vida que se tem no presente e considerar as várias demandas que uma pós pode trazer para a sua rotina.

É fundamental ter informações concretas sobre carga horária, avaliações, despesas, deslocamento, suporte e flexibilidade no seu trabalho para se organizar com precisão. 

Muita gente tem emendado graduação e pós como se fosse uma regra, mas isso não é benéfico para todo mundo e não funciona em todas as áreas. Às vezes, é importante continuar ganhando experiência no mercado de trabalho e adquirir maturidade ou ainda passar mais tempo avaliando o melhor investimento.

Guia de Carreira e Pós-graduação: não existe receita única e universal, mas quais aspectos são essenciais na hora de buscar especialização?

2 Busque fortalecer o seu perfil profissional

Dar um upgrade na carreira envolve também fazer um exercício de autoconhecimento e ser o mais realista possível quanto aos pontos fortes e fracos que se tem enquanto profissional. 

Uma visão clara desse aspecto permite um posicionamento mais estratégico quanto às suas melhores habilidades e precisão quanto às fragilidades a serem mitigadas. 

O fortalecimento do perfil profissional não deve ser um conjunto de ações aleatórias, mas sim ser guiado pelo alinhamento entre as expectativas do mercado e seus interesses pessoais.

Sobre o perfil do profissional atual, o diretor do LinkedIn, Milton Beck, em entrevista para o jornal Folha de S.Paulo, ressaltou que as pessoas mais buscadas pelas empresas atualmente são aquelas que unem hard skills (habilidades técnicas) com as soft skills (habilidades comportamentais).

Em resumo, na hora de fazer uma pós, é preciso olhar para o desenvolvimento amplo do potencial humano e buscar uma instituição que agrega nesse sentido.

3 Avalie o mercado de trabalho

Óbvio que é importante considerar os gostos pessoais na hora de escolher uma especialização, MBA ou outro tipo de pós-graduação. Contudo, é fundamental também olhar para o mercado de trabalho, entender suas necessidades e movimentos, especialmente em momentos de crise. 

Como os profissionais do seu campo estão avançando no planejamento de carreira? Quais cursos são diferenciais e obrigatórios nos processos seletivos? Quais são os segmentos menos saturados? Como ser competitivo nos âmbitos mais concorridos?

Essas são apenas algumas das questões a serem feitas na hora de ir além da graduação.

4 Estabeleça objetivos para fazer um curso

Quais os objetivos do seu plano de carreira? Por que você quer fazer uma pós-graduação? 

Há quem enfrente estagnação na carreira e deseje melhores cargos, melhores salários. Outros, insatisfeitos, desejam fazer uma transição de área, tentar algo novo, empreender, ingressar na docência e na carreira acadêmica.

Todos esses são objetivos claros, que servem para nortear as decisões sobre a carreira. Vale lembrar, que há diferentes tipos de pós-graduação e que cada tipo  se alinha melhor com certos objetivos profissionais.

Quem cursa um MBA, por exemplo, está normalmente em busca de um aprofundamento na área de negócios, especialmente quanto às melhores práticas de gestão e liderança. É diferente de um mestrado, que envolve pesquisa e docência na academia.

Assim, é fundamental saber o que se deseja, traçar metas e rotas para atingir os resultados.

5 Instituições, custo-benefício e financiamento da pós

Outro fator essencial na hora de cursar uma especialização é a busca pela instituição adequada. Muita gente coloca o foco em unidades de ensino de renome, e isso é importante, porém fatores como corpo docente, grade curricular, metodologia e diplomas válidos pelo MEC são pontos de análise também.

Custo-benefício é outro critério relevante para a escolha. Comparar o que a instituição entrega em termos de formação, oportunidades, modalidades de ensino disponíveis (EAD, presencial, aula remota etc.) e o valor do investimento é um caminho.

E, falando em valores, o planejamento financeiro é crucial para assegurar o bom andamento da pós-graduação. O ideal é poupar antes, contudo, o mais importante é reservar parte da renda para as despesas fixas (mensalidades, no caso dos cursos lato sensu) e variáveis do curso (livros, congressos etc.). 

Ter controle e disciplina com os gastos pessoais torna o sonho da pós mais possível. Porém, há também opções de bolsas e financiamentos que podem ser considerados por quem busca melhores condições financeiras para estudar.

E então? Tudo pronto para começar a dar esse próximo passo? 

conheça o leque de cursos de pós-graduação do IPOG. Fale conosco para saber mais detalhes e conhecer os benefícios de ser nosso aluno!

Gostou deste artigo guia de carreira? Separamos mais 3 artigos que podem interessar você:

Artigos relacionados

Aprenda como combater a procrastinação nos estudos A palavra procrastinar tem origem latina, sendo que “pro" significa para, diante, adiante, ou em favor de, e “crastinus", quer dizer do amanhã. Há muitos sinônimos para esse fenômeno: adiar, tardar, demorar, enrolar, espaçar, transferir para outro dia, ou seja...
IPOG celebra 16 anos e presenteia você com oportunidade de conhecimento No mês de setembro, o IPOG chega aos seus 16 anos com uma trajetória sólida e transformadora. E é você quem está no centro desta importante comemoração! Então, nada melhor do que celebrarmos juntos. Até o dia 31 de outubro, você será presenteado com um curs...
Conheça Anne: economista que encontrou no Direito a oportunidade de mudar de carreira aos 41 anos Você já se imaginou jogando tudo para o alto e recomeçando a sua trajetória profissional? Mudar de carreira aos 41 anos de idade? É, pode ser que, para muitos, essa reviravolta não seja tão atraente nesse faixa etária da vida, mas não há porquê tornar isto um ...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários