Tipos de inteligência: qual é a sua? Descubra agora!
5 minutos de leitura
28 de julho de 2021

9 tipos de inteligência: descubra qual é o seu

Tipos de inteligência: qual é a sua? Descubra agora!

Você sabia que existem 9 tipos de inteligência?

Provavelmente, você percebeu que aprendia algumas matérias com mais facilidade que outras durante o período escolar. Por exemplo, você amava as matérias de humanas, mas detestava a parte de exatas.

Isso ocorre porque desenvolvemos mais determinadas competências do que outras ao longo da vida.

Quer saber qual o seu tipo de inteligência mais desenvolvido? Continue a leitura deste artigo!

Howard Gardner e a Teoria das Inteligências

Em 1980, Howard Gardner, psicólogo cognitivo e educacional, revelou a teoria que mudaria a forma como a inteligência é vista: a Teoria das Inteligências Múltiplas.

Na maior parte dos séculos 19 e 20, acreditou-se que a inteligência de um indivíduo poderia ser medida com um simples teste de QI, que consistia em perguntas e respostas.

Contudo, Gardner estava insatisfeito com essa tese e entendeu que o intelecto de uma pessoa poderia se manifestar de diferentes maneiras. Então, ele listou 7 tipos de inteligência em 1983 e mais 2 tipos alguns anos depois.

Quais são os tipos de inteligência existentes?

Agora, vamos conferir quais são tipos de inteligência que podem ser desenvolvidas pelas  pessoas:

  1. Inteligência linguística

Pessoas que possuem a inteligência linguística mais desenvolvida conseguem se expressar melhor por meio de palavras.

Portanto, são indivíduos que se comunicam bem por meio da fala e da escrita e são capazes de transmitir ideias complexas de forma simples para o público.

Em geral, encontra-se esse tipo de inteligência em grandes escritores, jornalistas, líderes e políticos.

Existem características comuns a pessoas com esse modelo:

  • gostar de ler
  • convencer pessoas de forma fácil
  • ter vocabulário rico

2. Inteligência lógico-matemática

Todo mundo já teve aquele colega que era um gênio na matemática e tirava 10 em matérias de exatas — ou, talvez, esse seja você mesmo.

A inteligência lógico-matemática é aquela em que a pessoa resolve problemas matemáticos, cálculos e desvenda problemas lógicos com destreza acima da média.

São pessoas que, normalmente, identificam-se com áreas como engenharia, física e matemática.

São alguns elementos comuns em indivíduos com esse tipo de inteligência:

  • ter boa memória
  • gostar de jogos de lógica
  • ser disciplinados

3. Inteligência espacial

A inteligência espacial permite que uma pessoa crie e visualize cenários em três dimensões.

Quem tem esse tipo de inteligência aguçado consegue imaginar uma figura e reproduzi-la no mundo real de forma extraordinária.

Em geral, profissionais, como arquitetos, pintores e designers, têm um grau maior de inteligência espacial.

São características frequentes entre pessoas com esse modelo:

  • saber desenhar
  • ter imaginação fértil
  • ter boa percepção de espaço 

4. Inteligência motora

Esse tipo de inteligência se caracteriza pelo uso eficiente do corpo e um controle eficiente de movimentos.

Pessoas com esse modelo têm um talento nítido de expressão corporal, além de uma grande noção de espaço.

A inteligência motora se encontra, principalmente, em dançarinos, atletas e cirurgiões.

Alguns atributos comuns de indivíduos com esse modelo são:

5. Inteligência musical

Sim, existe o “dom para música”. Chama-se, na verdade, inteligência musical.

Uma pessoa com essa categoria de inteligência aprimorada consegue distinguir e identificar  tons, timbres, ritmos e outros elementos musicais com facilidade.

Sendo assim, acha-se esse tipo, sobretudo, em cantores, pianistas, compositores e outras profissões musicais.

São traços frequentes em indivíduos com esse modelo:

  • ter o ouvido sensível
  • ter muita afinidade com música
  • aprender instrumentos de maneira rápida e fácil

6. Inteligência interpessoal

Barack Obama, Martin Luther King e Abraham Lincoln são alguns nomes de personalidades que, sem dúvidas, têm a inteligência interpessoal mais aguçada.

Essa inteligência está ligada à capacidade de lidar e dialogar com pessoas de maneira envolvente e característica, além de perceber as motivações e os sentimentos alheios.

Geralmente, vemos esse modelo mais presente em CEOs, professores, atores e políticos, entre outros.

São elementos comuns entre essas pessoas:

  • gostar de conversar;
  • fazer amigos com facilidade;
  • ter muita empatia.

7. Inteligência intrapessoal

Enquanto a inteligência interpessoal consiste, principalmente, na facilidade em conhecer o outro, a inteligência intrapessoal é a capacidade de conhecer a si mesmo, o que Gardner chama de introspecção reflexiva.

São pessoas que possuem grande autocontrole, são disciplinadas e sabem reconhecer seus sentimentos e emoções rapidamente.

É comum encontrar esse modelo em psicólogos, líderes espirituais, coaches e filósofos.

Alguns padrões entre pessoas que têm essa inteligência são:

8. Inteligência naturalista

Quem utiliza mais esse tipo de inteligência consegue entender os fenômenos da natureza e seus elementos sem grandes dificuldades.

Ou seja, são pessoas sensíveis ao meio ambiente e a tudo relacionado a ele.

Sendo assim, encontra-se mais esse modelo em botânicos, biólogos, mergulhadores, entre outros.

Alguns traços comuns nesses indivíduos são:

  • gostar de animais e plantas
  • preferir o ar livre
  • admirar a natureza

9. Inteligência existencial

De onde viemos? Para onde vamos? Será que existe vida em outro planeta?

Essas são algumas questões que podem passar pela cabeça de uma pessoa que tem a inteligência existencial mais aguçada.

Afinal, é um tipo de inteligência que consiste na capacidade de refletir e entender assuntos relacionados a nossa existência.

Você vê esse modelo, principalmente, em filósofos, físicos e cientistas.

Alguns elementos frequentes em pessoas com essa categoria:

  • muita curiosidade;
  • interesse pelo universo e a origem da vida;
  • perder o sono pensando em questões existenciais.

Como identificar qual é o seu tipo de inteligência?

Primeiramente, saiba que todos os tipos são importantes de igual forma, além de estarem presentes em cada um de nós em maior ou menor grau.

Ou seja, você tem todas essas formas de intelecto – algumas são apenas mais desenvolvidas que outras.

Nesse caso, você precisa identificar o tipo de inteligência mais forte em você, e esse é um exercício, sobretudo, de autoconhecimento.

Você precisa olhar para si e se perguntar: o que eu tenho mais facilidade de fazer?

Como isso pode não ficar claro de primeira, trouxemos algumas dicas que podem ajudar:

  1. Pergunte a amigos e professores no que eles acham que você se destaca.
  2. Experimente aplicar cada uma das 9 inteligências e veja aquela que você utiliza com mais perspicácia. Por exemplo, pegue 10 exercícios de lógica para você.
  3. Recorde-se das matérias de que você mais gostava na escola.

E como desenvolver novas inteligências?

Tanto a inteligência existencial quanto a intrapessoal, linguística ou qualquer outro tipo está dentro de você.

Você precisa apenas desenvolvê-las mais.

Então, se você quer ganhar mais inteligência linguística, você pode, por exemplo, se propor a escrever um texto por dia. Caso queira mais a motora, você pode se matricular em uma aula de dança.

Enfim, o processo de desenvolver seu intelecto em um modelo consiste em dois passos simples:

  1. Saber qual você precisa melhorar ou quer desenvolver;
  2. Trabalhar nele até conseguir.

Conhecer os tipos de inteligência é essencial para ter destaque no mercado de trabalho

Primeiro, saber os tipos de inteligência permite escolher a profissão mais alinhada com as suas habilidades.

Por exemplo, se você tem a inteligência motora mais desenvolvida, você tem um direcionamento maior para áreas que mais utilizam esse modelo.

Assim, você escolhe a profissão que vai te destacar no mercado, garantindo mais sucesso na conquista de um emprego.

Além disso, serve para você conseguir identificar os seus pontos fortes e fracos, trabalhar em cima deles e melhorar como profissional.

Por fim, conhecer esses modelos possibilita entender que não existe pessoa mais inteligente que a outra, apenas um indivíduo com um tipo de inteligência mais desenvolvido que o outro. Então, não se sinta inferior a outro profissional.

Conheça o IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação

Uma instituição de ensino com nome e reconhecimento no mercado, que faz total diferença no currículo.

O IPOG – Instituto de Pós-graduação e Graduação – oferece diversos cursos de ensino superior e tem em seu quadro de docentes professores de excelência e renome no mercado. A proposta é um ensino humanizado que estimule o desenvolvimento das potencialidades de cada aluno.

O IPOG está presente em todos os estados do país e no Distrito Federal e conta com quase 20 anos de experiência em formar grandes profissionais.

A satisfação do aluno se tornou a sua marca registrada: o índice chega a 97,14% em todo o país. Os projetos pedagógicos realizados na instituição são diferentes dos já existentes no mercado, o que fez com que a instituição alcançasse o status que tem hoje.

Para saber mais sobre os cursos do IPOG, entre em contato conosco agora mesmo.

Gostou deste artigo sobre os tipos de inteligência? Então, veja também:

Artigos relacionados

Jobs e Millennials: descubra como escolher a capacitação profissional que visa o futuro Os millennials querem tudo (e para ontem!). A geração que está saindo da faculdade e ingressando para valer no mercado de trabalho quer dinamismo e tem pressa para alcançar logo o sucesso. Por isso, eles já procuram uma nova capacitação profissional, no en...
Psicologia Jurídica: conheça tudo sobre essa área promissora da Psicologia A Psicologia Jurídica existe como área alinhando o diálogo entre o Direito e a Psicologia. No senso comum, trata-se de um campo popularizado graças às inúmeras séries policiais de TV que tematizam a avaliação de aspectos psicológicos e comportamentais de susp...
Talentos: um caminho para a produtividade As organizações passam por sucessivos desafios de mudanças para atenderem e se adaptarem às novas exigências mercadológicas. Não basta dispor dos melhores recursos, estrutura ou da mais avançada tecnologia, se as mesmas não forem sustentadas por uma gestão de ...

Sobre Assessoria de Comunicação

Equipe de produção de conteúdo.

Comentários